Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Vitor Gomes de Almeida

    Os que querem cancelar Picasso e possuem suas obras, estou aceitando doa√ß√Ķes.

    Responda
  2. Sandro Silvestre

    Bolsonarismo passando pano para Picasso surpresa zero.

    Responda
  3. Luiz Marcelo Zerbini Pereira

    Em outros tempos n√£o havia acesso √† enorme quantidade de informa√ß√£o que temos atualmente, n√£o havia redes sociais. A vida pessoal de artistas e celebridades n√£o era t√£o exposta ao p√ļblico. Possivelmente n√£o havia a enorme polariza√ß√£o que as redes sociais deflagraram. Assim, - hoje -eu compreendo perfeitamente quem torce o nariz para o eugenista Monteiro Lobato, ou mesmo quem n√£o entende pq uma cidade ostenta uma enorme est√°tua de um antigo bandeirante, outrora envolvido com genoc√≠dio e estupros

    Responda
  4. Jove Bernardes

    Ouso dizer que os "defeitos morais" de quem cancela são os mesmos - senão piores - dos cancelados. Somos parciais e incoerentes também nesta área. A moral varia no tempo e no espaço, o que é aceitável antes não é mais agora, e vice-versa. Isso sem mencionar a fé, que, independentemente do tempo e do espaço submete quem crê a engolir cada coisa só porque está na Bíblia que sai de baixo.

    Responda
  5. Flavio Colker

    Cancelamento de arte √© idiotice autorit√°ria, promo√ß√£o de ignor√Ęncia, nostalgia da inquisi√ß√£o.

    Responda
  6. José Cardoso

    Claro que se a obra √© significativa por si, a l√≥gica manda separ√°-la do autor. S√≥ que no caso das artes, muitas vezes a vida do autor valoriza a obra. No passado, ca√ßar animais selvagens na √Āfrica ajudou a forjar uma imagem masculina de Hemingway por exemplo. O que por sua vez ajudava a vender seus livros. Se em nossos tempo ecol√≥gicos essa imagem esmaeceu, s√≥ restaram as obras, que devem se defender sozinhas.

    Responda
    1. Peter Janos Wechsler

      Hemingway era um troglodita ecológico e um autor genial. Adorava também touradas e era um machista inveterado. Quando pensou ter ficado impotente, se matou com um tiro. Sua obra genial permanece.

  7. Peter Janos Wechsler

    A colunista est√° sendo pouco original. Este assunto j√° foi debatido aqui no f√≥rum inclusive por Schwart sman. D√° para cancelar Rimbaud, Pound, etc.? √Č √≥bvio que obra e autor n√£o s√£o a mesma coisa. Autores s√£o apenas seres humanos com todos os seus defeitos.

    Responda
    1. Peter Janos Wechsler

      Jove. Em geral, nós concordamos nesta área. Quando não se trata de política. rsrsrs

    2. Jove Bernardes

      Right to the point.

  8. ROBERTO CEZAR BIANCHINI

    Albert Einstein tinha um relacionamento abusivo com sua primeira esposa e provavelmente hoje acabaria sendo incriminado na Lei Maria da Penha. Se o pessoal que quer cancelar Picasso e suas obras por conta do seu comportamento não fizer o mesmo com o Einstein e seu legado científico e tecnológico, só mostra que são hi pó critas e sua ética é de conveniência: se não for conveniente eu agir desta forma, então "não é bem assim, não precisamos cancelar a obra por causa do autor ..."

    Responda
    1. Peter Janos Wechsler

      "n√£o"

    2. Peter Janos Wechsler

      Einstein recusou a presidência de Israel por no se considerar apto.

    3. ROBERTO CEZAR BIANCHINI

      Sim, Marcos, foi exatamente o que eu quis dizer. O que eu coloco é que não existe nenhuma justificativa racional de isto valer para cientistas mas não valer para artistas.

    4. Marcos de Toledo Benassi

      Bem, caro Roberto, em ci√™ncia, n√£o deveria haver peso da vida pessoal nas suas descobertas, haja vista, por defini√ß√£o, que estas devem ser replic√°veis por outrem em condi√ß√Ķes equivalentes. N√£o teria cabimento rejeitar uma equa√ß√£o v√°lida porque o cientista √© um troglodita...

  9. Marcos de Toledo Benassi

    Cara Lygia, meu c√©lebro compreende a quest√£o, mas o figo se rebela. Sincronisticamente - que nenhum colega leitor me conte alguma barbaridade sobre o Carl Jung, porfa - ontem conversava sobre isso com um casal amigo. √Č duro, no presente, n√£o sentir alguma ojeriza a quem, na vida, bozofreniza; contudo, creio que posso aceitar o paradoxo, sem a elimina√ß√£o da obra. A arte at√© mitiga a barb√°rie do comportamento, mas tendo a perder em admira√ß√£o pela pessoa criadora. E, humano, aceito exce√ß√Ķes √† regra

    Responda
    1. Chiara Gonçalves

      Excelente, Marcos.

  10. RICARDO BATISTA

    √ďtimo! E de onde tem surgiu tanta gente t√£o perfeita?

    Responda
    1. Marcos de Toledo Benassi

      Cara, dia desses eu comentei sobre o Elomar Figueira de Mello, de quem gostamos da obra, n√©? Pois tive a alegria de saber, da boca de meus amigos, que ele est√° se recuperando. P√ī, n√£o h√° amargor pol√≠tico que me fa√ßa prescindir da obra magn√≠fica do Elomar ou n√£o querer-lhe o melhor. Mesmo que seus carneiros, Bragad√° das Tr√™s Pontas e Antenoro do Gavi√£o sejam tudo Bozol√≥ide; preferia que Faviela e a Donzela Tiadora n√£o votassem no Bozo, mas... n√£o ser√£o as √ļnicas! Hahahahah!

    2. RICARDO BATISTA

      Surgido

  11. Joaquim Rosa

    O todo pho deroso deus dos exércitos cumulou de bens a Jacó, incluindo muitos escra vos. Assim como a outros de seus queridinhos. Consta do livro sagrado, com todas as letras Deveríamos cancelar o pho deroso?

    Responda
    1. SILVIA KLEIN DE BARROS

      Sim por favor :)

    2. Marcos de Toledo Benassi

      Ao contr√°rio do que disse acima ao Ricardo, prezado Joaquim, esse da√≠ eu n√£o ligo, n√£o. P√≥ cancel√°, especialmente aquele furioso doid√£o que, ele pr√≥prio, cancelou Sodoma por homo e outras fobias. Se nem ele teve piedade de sua obra, a troco de qu√™ esperar dela toler√Ęncia? Hahahah!