Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Cleomar Ribeiro

    Parece que os comentaristas Sao associados fonoaudiólogos agindo em bando!!! Enxame, em nuvem! ... São gafanhotos voando em nuvem!!!...ZImbido de gafanhotos em nuvem a board!!!....

    Responda
  2. Monica Vertis

    Já perceberam que tudo na TV é gritante? Fico exasperada!

    Responda
  3. Hernandez Piras

    Tenho também a droga do zumbido. À noite, sofro um pouco.

    Responda
  4. Celso P

    Tenho zumbido, uso um aparelho que ajuda a reduzir os zumbidos, acusados pela perda de sons agudos.

    Responda
  5. Diomar Bittencourt

    Tenho zumbido há 20 anos e labirintite desde que nasci.A família TODA tinha: inclusive tios do lado de meu pai. Creio que o zumbido veio do ambiente de trabalho: laboratório mas não em tempo integral. Tentei tratar mas desisti quando o otorrino falou que tinha labirintite!! Tenho pressão x por 18. Acho que no meu caso os fatores estão correlacionados . O zumbido parece vir igualmente dos dois ouvidos no meu caso.

    Responda
  6. Marcos Benassi

    Eita, caro Ronaldo, √© um treco meio aflitivo, esse uso generalizado de foninhos. Ali√°s, minha m√£e, que era usu√°ria de aparelhos auditivos, trocou os seus; os novos, eram conect√°veis via protocolo pr√≥prio e Bluetooth; isso significava que a Mama podia ouvir os sons do micro em seu pr√≥prio aparelho. Dava uma certa sensa√ß√£o de intrus√£o bi√īnica, sabe? Aflitivo √© pouco. Agora, os fones com cancelamento ativo de ru√≠dos, quando a gente est√° em meio a uma confa barulhenta, d√£o um al√≠vio admir√°vel.

    Responda
  7. José Cardoso

    O zumbido é produzido internamente. Pelo que entendo, os aparelhos nada podem fazer a respeito. Mas um bom protetor auricular barato, do tipo concha, me ajuda a dormir. Pode ter vizinho falando ao telefone, ou com TV ligada que não me afeta.

    Responda
  8. sergio marcone da silva santos

    Tenho zumbido e é horrível, além de nenhum sinal de cura

    Responda
  9. HELENA KESSEL

    Por outro lado, t√™m os folgados sem no√ß√£o que escutam seus √°udios e veem seus v√≠deos sem fone e com o volume muito alto no √īnibus, nas salas de espera, no avi√£o, no restaurante, no mercado, no banco, na praia, na academia, em todos os lugares¬Ö

    Responda
    1. Maria Pirlin

      São pessoas sem a mais noção de civilidade, de respeito pelo próximo. Abomino.

  10. JOSE PADILHA SIQUEIRA NETO

    Tenho zumbido e nunca usei fones de ouvido. Aparelhos auditivos sao pura engana√ß√£o, custam o pre√ßo de um iPhone 15 pro max e n√£o entregam um d√©cimo. Essa √© uma ind√ļstria milion√°ria em plena ascens√£o. A tecnologia √© uma engana√ß√£o, nos faz acreditar que resolve um problema que ela mesma cria mas com qualidade infinitamente inferior. Talvez o melhor mesmo seja usar um iPod. Ali√°s, porque certas coisas aparentemente pequenas a tecnologia n√£o consegue resolver adequadamente?

    Responda
  11. Fabiana Menezes

    Estaria a nossa audi√ß√£o captando o ru√≠do de sobrecarga nas frequ√™ncias de som com tanta parafern√°lia eletr√īnica? Por que h√° gente discutindo e empreendendo para minimizar a polui√ß√£o eletromagn√©tica? By the way, uso AirPods num ouvido s√≥.

    Responda