Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Valdo Neto

    Osasco é um município com grande extensão territorial, populoso e rico, porém, está parado no tempo quando olhamos seu sistema viário, principalmente se recortarmos esse olhar para o transporte público e individual ambientalmente limpo. Não há qualquer plano em execução que mude essa realidade, então, seus munícipes seguirão enfrentando seu sofrimento diário para se locomover por vias ultrapassadas e saturada, ou pelos trilhos da CPTM que além de saturados, atendem apenas uma parte da cidade.

    Responda
  2. Valdo Neto

    O prefeito do sétimo PIB do país, tem o descaramento de mencionar 3,4Km de ciclovias, que ninguém sabe bem onde estão, para justificar sua negligência com o tema. A questão em Osasco não é somente a falta de ciclovias, mas a falta de investimento no seu sistema viário que não o transporte público, muito menos os ciclistas. O prefeito Rogerio Lins não pensa a cidade como um todo, mas a divide em micro currais eleitorais que alimenta com benfeitorias pouco relevantes que lhe rendem votos.

    Responda
  3. RODRIGO LUIZ BARBOSA

    Enquanto isso a Prefeitura de São Paulo fez recapeamento nas Avenidas do Campo Limpo zona sul, como a Avenida Carlos Caldeira Filho, mas não fez nesta via a implantação da importante ciclovia que está prevista no plano cicloviário da cidade!

    Responda