Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Decorando este espaço com uma citação da extraordinária jornalista e escritora Clarice Lispector: O meu erro deve ser o caminho de uma verdade: pois só quando erro é que saio do que conheço e do que entendo. Se "a verdade" fosse aquilo que posso entender - terminaria sendo apenas uma verdade pequena, do meu tamanho.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      O erro como caminho

  2. Ricardo Valle Aleixo

    Tenho um amigo desde os tempos da faculdade que costuma dizer que "tem uma estética operária". Eu sempre o rebato dizendo que não tenho estética, sou operário. Significa que entrei nessa vidinha pra realizar coisas, erro, acerto, mas tento sempre. Quem não sabe brincar não desce pro parquinho e muito menos fique dando palpite na brincadeira dos outros. Vá catar coquinho se dizia antigamente.

    Responda
  3. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Para decorar ainda mais este espaço da Mirian, uma citação do poeta, jornalista e escritor Paulo Leminski: Nunca cometo o mesmo erro duas vezes. Já cometo duas três, quatro, cinco, seis até esse erro aprender que só o erro tem vez.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Aprender com os fracassos

  4. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Erros e malfeitos são como tesouros valiosos, pois concedem oportunidades para autoaprimoramento, ser autocompassivo e conhecer a si mesmo. Tenho uma frase de Ralph Waldo Emerson na desktop do meu computador que diz: 'Por tudo que você perdeu, você ganhou algo mais, e por tudo que você ganhou, você perde(u) um pouco mais'...

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      E aprendeu muito

  5. Rafael Faria

    Muito legal a citação do Roosevelt. Avante Mirian!

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Tem que ter coragem

  6. adenor Dias

    O fato, é que se formos tentar agradar a todos, não agradaremos ninguém!

    Responda
  7. Idê Magno

    Mirian, minha querida! Admiro - cada vez mais - a sua coragem e tudo que aprendi/refleti lendo o que você escreve. O seu trabalho é muito relevante e interessante pra mim (;

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Que lindo. Fico muito feliz querida

  8. Galdino Formiga

    ¬Ö cuidados realizados por mulheres e homens ¬Ö Seria um tema correto.

    Responda
  9. filipe moura lima

    O tema da redação do Enem deste ano foi dos mais felizes e acertados. Pareceu-me um tributo à professora Mirian Goldemberg pelo seu trabalho acadêmico.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Filipe, foi uma grande vitória de todos nós

  10. MARCO ANTONIO POLISELI

    So nao falou o que achou do tema¬Ö

    Responda
  11. Tersio Gorrasi

    Que invisibilidade √© essa que a todo momento o jornalismo investigativo divulga √† exaust√£o essas viol√™ncias ao p√ļblico?

    Responda
    1. Anete Araujo Guedes

      ?..??

  12. Marcus Acquaviva

    Olhe para si, professora. Voc√™ certamente fracassou in√ļmeras vezes, como eu e seus leitores. Prestei exatamente 35 concursos p√ļblicos at√© hoje, passei em 7 deles. Nem vou falar da minha vida rom√Ęntica e pessoal pr√©-casamento. Seguirei fracassando mais vezes - voc√™ e os leitores tamb√©m. Mas √†s vezes eu ven√ßo, e voc√™ e seus leitores tamb√©m vencem. N√£o posso parar de tentar vencer, jamais. E sempre nos meus termos, vencendo ou perdendo. Voc√™ e seus leitores tamb√©m ser√£o assim. Sobreviver √© isso.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Tem que ter coragem

  13. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Você disse "Nos momentos em que eu me sinto um fracasso..". Costumava dizer paras as minhas equipes: "Por trás do verdadeiro êxito, há alguns fracassos, pois tem muito sucesso que é aleatório ou acidental". Trabalhávamos, muitas vezes, com prazos que eram bem curtos e não podíamos fazer hora extra...Os clientes não pagavam pelas horas de retrabalho causados pelo erro humano...

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Frases como 'Por tr√°s do verdadeiro √™xito, h√° alguns fracassos, pois tem muito sucesso que √© aleat√≥rio ou acidental' e v√°rias reflex√Ķes est√£o no meu livro Sobre o Erro Humano - Vol II.

    2. Mirian Goldenberg

      Verdade

  14. Geraldo Lourenço Brita

    Sem ser exaGeraldo: proponho Mirian Goldenberg para diversos prêmios, especialmente o Nobel da Paz...!

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Ou com seu exaGeraldo

    2. Mirian Goldenberg

      Geraldo, você me fez muito feliz com seu exagero

  15. Geraldo Lourenço Brita

    Acredito piamente que o assim chamado "tempo" nada mais √© que impress√Ķes na mente causadas por emo√ß√Ķes, sensa√ß√Ķes e sentimentos (tudo isso uma coisa s√≥...!); da√≠ concluir fortemente que a leitura de textos assim guerreiros faz a del√≠cia do meu tempo passar...!

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Que lindo

  16. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    No futuro próximo, a função de cuidador de crianças ou adultos demandará cada vez mais pessoas, além da população brasileira ter envelhecido além do esperado pelos especialistas, também veremos a substituição e a extinção de muitos postos de trabalho por causa das novas tecnologias como Intel. Artificial, Internet das Coisas (IoT), Big Data, Robótica, computação na nuvem, nanotecnologia etc.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Já é necessário agora

  17. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Quem diz que as fam√≠lias e as pessoas mais velhas s√£o s√≥ uma minoria sem import√Ęncia est√° bem desinformado. Segundo o Censo de 2022 do IBGE, o Brasil registrou envelhecimento recorde, as pessoas de 65 anos ou mais chegam a 10,9% da popula√ß√£o brasileira. Em termos absolutos, a popula√ß√£o nessa faixa et√°ria (22,2 milh√Ķes) superou o n√ļmero total de habitantes de Minas Gerais (20,5 milh√Ķes), o segundo estado mais populoso do pa√≠s. A OMS prev√™ que o Brasil deve ter quase 90 milh√Ķes de idosos em 2050.

    Responda
    1. Bento Brito Teixeira

      Enquanto o n√ļmero de idosos aumenta e ficam at√© desobrigados de votar e afastados do mercado do trabalho formal, o "mito da juventude" renovadora n√£o mudou quase nada. A estupidez humana continua e, muitas vezes, at√© aumenta. Ser√° que poderemos construir um mundo de justi√ßa e paz?

    2. Mirian Goldenberg

      Verdade

  18. Sergio Albuquerque

    Miriam, a leitura de sua coluna sempre me faz bem, traz uma energia boa, é positiva. E não sou apenas eu quem digo, veja os outros comentários. Por favor, siga assim, é um diferencial.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Fico muito muito feliz Sergio, e com mais coragem para continuar

  19. Fabiana Menezes

    ¬ďvoc√™ √© com todo o seu cora√ß√£o, a coragem de ser imperfeita e vulner√°vel¬Ē. Miriam, vc escreve sobre o tema das cidades inteligentes, da medicina preventiva, do governo eletr√īnico, do sistema previdenci√°rio, do esporte, lazer e cultura. etc etc Vc vem mostrando uma b√ļssola civilizat√≥ria e fazendo registro disso. Grata por dar voz a esse sofrimento e √† oportunidade de uma pol√≠tica p√ļblica t√£o essencial √† nossa humanidade.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Sempre juntas Fabiana. Amei

  20. Tadeu Humberto Scarparo Cunha

    Cara Mirian, as críticas e os críticos sempre existirão, porém a crítica construtiva deve ser sempre ouvida,lida mas a negativa com viés da despeita, agressão ou menosprezo vai para a lata do lixo,onde tbm deveriam ir seus autores.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Concordo Tadeu

  21. Marcus Acquaviva

    Professora, você é judia, creio. Deve conhecer a frase célebre do Talmude: "quem salva uma vida, salva o mundo". Aplicando esse pensamento à sua obra e seus leitores, se uma pessoa que te lê concluir que você tem razão e praticar isso - tratar melhor seus pais ou avós, ou os idosos, no geral - você já terá mudado o mundo para melhor.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Verdade Marcus, adorei

  22. Helio Cardoso

    Linda Mirian, o que você pensa fica imortalizado no que você escreve, o que você escreve fica gravado em nossas mentes no arquivo vip "com afeto e com carinho". Os críticos? Ora, que vão catar coquinho!

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Helio, se todos fossem iguais a você, que maravilha viver

  23. ANTONIO CARLOS Vely Mendonça

    Mirian, acho voc√™ uma gigante. Poderosa, impactante, escreve com o cora√ß√£o e alcan√ßa profundamente os nossos cora√ß√Ķes. Nos faz movimentar, sair da cegueira. O seu trabalho √© maravilhoso, √© necess√°rio, √© significante , √© urgente. O cr√©dito pertence a voc√™ que est√° por inteira na arena da vida, que luta bravamente. A popula√ß√£o brasileira est√° envelhecendo em ritmo acelerado. Precisamos de voc√™. Tem que ter coragem Mirian. E voc√™ tem de sobra.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Que lindo Antonio. Fiquei muito feliz e muito emocionada. Sempre juntos. Tem que ter coragem, muita coragem.

  24. Paulo fedrizzi

    Miriam o tema, sim é muito importante.Também a coluna tem muita propriedade.Parabéns.Me parece que estamos envoltos em tanto vitimismo,tanto coitadismo,tantas narrativas com objetivos eleitorais,que as pessoas que sofrem,mas não dos grupos eleitoralmente interessantes,estão fartas.Desprezando aspectos importantes da civilidade,por puro cansaço.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Infelizmente, Paulo. Precisamos ter muita coragem

  25. Hercilio Silva

    Muito bem, é isso mesmo. Tem Brecht, há os que lutam toda a vida, esses são os essenciais.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Verdade

  26. Guilherme Menezes

    O que mais gosto nesta coluna nem s√£o os argumentos, o conte√ļdo em si. Espere, explico - adoro as coisas que a Mirian diz , mas o que mais aprecio √© a forma como ela fala. Sem pretens√£o, sem pose, sem narcisismo, embora fale muito de si mesma. Sem sentimentos negativos, como rancor e agressividade, apesar de tratar de quest√Ķes pessoais dolorosas. Sem certeza absolutas, mesmo que seja firme. Desejo uma longa e bem cuidada vida √† coluna e √† colunista.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Guilherme, adorei. Gostei demais de saber que você gosta dos meus textos, de como escrevo. Sem certezas absolutas.

  27. Iza T Gonçalves Quelhas

    Leio seus textos, suas pesquisas e s√≥ consigo dizer: coragem. Prossiga, seu trabalho importa e muito para todas as gera√ß√Ķes.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Tem que ter coragem, Iza, coragem

  28. FABIO ARAUJO

    Confesso que quando soube do tema do Enem deste ano, a primeira coisa que veio a mente foi exatamente o texto de Goldenberg sobre a geração sanduíche, ao qual eu mesmo fiz um comentário algumas semanas atrás. Achei o tema extremamente pertinente e atual.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Fico muito feliz Fabio, muito feliz

  29. GERALDELI DA COSTA ROFINO

    Em Juiz de Fora, temos, o Assistente Social - Jos√© An√≠sio (Pitico), uns dos criadores do Pr√≥-Idoso nos anos 80, pesquisador e divulgador do Envelhecimento Saud√°vel. Al√©m de defender a organiza√ß√£o de servi√ßos no setor p√ļblico, para, a popula√ß√£o idosa. Sigamos.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Sigamos juntos

  30. Gaya Becker

    Olá querida Mirian! Quem cuida de quem cuida ainda é uma ponta solta no tecido social. Somente agora esse assunto está sendo abordado com a seriedade e urgência necessárias. E isso tem muito a ver com o teu trabalho solo de dar visibilidade aos excluídos, notadamente, os mais velhos. As tuas sementes estão começando a florescer. Siga em frente querida.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Querida Gaya, sempre fico muito feliz e emocionada com suas mensagens carinhosas e generosas. Sempre juntas

  31. Regina Fonseca

    Obrigada Mirian por compartilhar esse texto maravilhoso e verdadeiro!

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Sempre juntas, querida Regina

  32. daniel ferreira

    Acho ótimos e essenciais os seus textos. Força e sucesso!

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Fico muito feliz, Daniel

  33. marcos fernando dauner

    se o ingresso nas faculdades é pelo imenso emaranhado de cotas, para que enem ?

    Responda
    1. SILVIA KLEIN DE BARROS

      Marcos, leia três vezes a réplica do seu quase xará Marcus. A cada dez minutos.

    2. Marcus Acquaviva

      Quantos colegas negros e indígenas você teve no seu tempo na federal? Pois é. As cotas são necessárias para que essas pessoas, historicamente excluídas e desfavorecidas, possam ter o que você e eu tivemos: a chance de estudar com dignidade e qualidade. Se elas vão se formar, é outra questão. Mas elas merecem ter essa chance.

    3. marcos fernando dauner

      Eu me formei na upfr há quarenta e dois anos - dos sessenta que começaram o curso, apenas sete concluíram o curso comigo no tempo correto. De que adianta entupir as salas do primeiro ano, se poucos concluem o curso ?

    4. marcos fernando dauner

      De que adianta cem alunos entrarem num curso da faculdade, se menos de dez se formam ? Na formatura do meu filho, em universidade p√ļblica, havia apenas seis formandos em engenharia el√©trica e oito formandos em engenharia mec√Ęnica .

    5. marcos fernando dauner

      Maria - o que tua afirmação tem a ver com o enem ?

    6. Maria Lopes

      Vc sabia que sem as cotas o pa√≠s n√£o teria tantos negros na universidade? E que as avalia√ß√Ķes mostram que os cotistas tem desempenho semelhante aos n√£o cotistas? Que h√° mais pobres (finalmente! ) nas universidades p√ļblicas? Informe-se melhor e tente deixar de lado seus preconceitos.

  34. Esechias Ara√ļjo Lima

    Mais um texto corajoso, ousado, que desenha, de forma genial, o lado implacável do ser humano. A insensibilidade chegou a tal monta, que não a dor alheia é algo transparente, não se enxerga. Entretanto criticar quem exerce a empatia, exercita um sentimento de apoio a essas pessoas já é cruel. Vá em frente, Mirian; eu creio no seu trabalho como um bálsamo eficaz, uma esperança para minorar a dor dos "invisíveis".

    Responda
    1. Esechias Ara√ļjo Lima

      Perdão. Há um "não" intrometido na frase ... "que não a dor alheia é algo transparente". Seria: ... "que a dor alheia é algo transparente". Não há este "não" aí. O texto mexeu tanto comigo, que não revisei.

    2. Mirian Goldenberg

      Minorar a dor, a solidão e o sofrimento dos invisíveis dentro das nossas próprias casas e famílias

    3. Mirian Goldenberg

      Que lindo Esechias, fiquei muito emocionada