Coment√°rios para:

Imprensa resfriada

VER COMENT√ĀRIOS EM Lygia Maria

Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Orasil coelho pina

    A Lyginha, como a chamamos aqui em casa, está correta em sua preocupação! A sensação é que o Brasil está involuindo em relação à civilidade democrática! Os Montoro, Covas, Ulisses, Richa ( O Pai ), devem estar se descabelando no Céu! Saudades dos constituintes de 88!

    Responda
  2. Laudgilson Fernandes

    O caso escola Base sempre me vem √† mem√≥ria de como uma irresponsabilidade pode destruir uma vida. A imprensa deve e deve ser livre, assim como qualquer cidad√£o tamb√©m deve ser responsabilizada pelo que publica. Quantas vezes a imprensa atendendo a interesses, fora do que seria legal, manipulou informa√ß√Ķes. O golpe na Dilma,a Lava a jato, a ocupa√ß√£o do Iraque, e outras not√≠cias oficiais que apenas foram corrigidas depois que o mal j√° estava estabelecido.

    Responda
  3. Beatriz R Alvares

    Lygia Maria teria a mesma opini√£o se algu√©m desse uma entrevista √† um jornal fazendo acusa√ß√Ķes √† ela que poderiam comprometer intensamente sua reputa√ß√£o? O jornal deveria simplesmente publicar esta entrevista, em nome da liberdade de express√£o? Responda, Lygia Maria.

    Responda
    1. Beatriz R Alvares

      Mas é claro que quem viveu nos anos recentes divulgando e se beneficiando de fake news, não consegue aceitar os limites impostos pela lei para esta prática nefasta. Vai sempre espernear e falar em ausência de "liberdade!"

    2. Beatriz R Alvares

      Democracia deve funcionar com liberdade de expressão dentro da lei. Difamação é uma conduta ilegal. Fake news idem. Se não for assim, vira selvageria.

    3. Le√£o Machado Neto

      Claro que ela teria a mesma opini√£o. E se discordasse das ofensas √† sua reputa√ß√£o, processaria o entrevistado. √Č assim que deve funcionar uma democracia.

  4. Beatriz R Alvares

    Quando algu√©m faz uma acusa√ß√£o √† uma pessoa e est√° acusa√ß√£o ser√° publicada parece-me √≥bvio que deve ser provado o que ser√° publicado. Provas de corrup√ß√£o podem ser vagas? Ent√£o n√£o publique at√© que as provas sejam concretas! Vivemos tempos recentes de reputa√ß√Ķes destru√≠das, muitas delas de forma injusta, devido √† divulga√ß√£o em jornais de acusa√ß√Ķes n√£o comprovadas.

    Responda
  5. José Augusto Bernabé

    O PT e os seus Ditadores atuais agradecem o STF.

    Responda
  6. Alberto Melis Bianconi

    Comecei dando tratos √† bola para imaginar como seria a vida pol√≠tica de um pa√≠s como preconizado pela colunista. Onde a imprensa estivesse livre de judicializa√ß√£o, onde teria deixado de ser o quarto poder para ser o supremo! Mas percebi que a coisa √© mais s√©ria, a colunista faz um elogio impl√≠cito do governo anterior. V√≠tima que foi do "...hist√≥rico recente de suas (STF) decis√Ķes e do TSE sobre liberdade de express√£o"

    Responda
  7. João carlos Gonçalves de souza

    Políticos que tem um bom relacionamento com jornalistas , nunca tiveram e nunca terão problemas . Da mesma forma jornalistas com boa afinidade com políticos. O ovo da serpente foi plantado durante a lava jato onde nada era checado , era uma troca de material entre jornalistas , Moro e Dallagnol para atingir um inimigo deles .

    Responda
    1. Fauze Yunes

      Na realidade, o presidente deixou de ser condenado, n√£o por ser inocente, mas por supostamente terem conseguido as provas ilicitamente, ou seja, o crime existiu (tudo era checado)... isso n√£o fui eu quem disse, foram as 3 inst√Ęncias do judici√°rio... s√≥ n√£o poderiam ter conseguido as provas da maneira que conseguiram. De nada

    2. Alberto Melis Bianconi

      Perfeito. O maior problema é quando esses dois poderes (imprensa e judiciário) cooperam em uma campanha contra a cidadania.

  8. Sérgio Dela-Sávia

    Corrigindo: abre-se espa√ßo para a responsabiliza√ß√£o da imprensa. √Č um absurdo que jornais produzam fake news com base em not√≠cias falsas j√° desmentidas.

    Responda
    1. Alberto Melis Bianconi

      Que é um absurdo eu concordo, mas é também o que eles mais gostam de fazer. Afinal é a reafirmação maior do poder da imprensa.

  9. Amarildo Caetano

    Quem mente e divulga mentiras precisa ser punido sim ,como a Jovem Klan .

    Responda
  10. Caleb Salom√£o Pereira

    A articulista, fiel ao ide√°rio que j√° defendeu em outros textos, revela incompreens√£o dos fen√īmenos comunicacionais e jur√≠dicos em tempos de acelera√ß√£o midi√°tica.

    Responda
    1. Le√£o Machado Neto

      Que comentário sem pé nem cabeça. Arre, como é duro ler tantas as@neiras!

    2. Alberto Melis Bianconi

      N√£o me parece que ela seja t√£o inocente assim.

  11. JULIANO TAVEIRA BERNARDES

    Ao contr√°rio do que sup√Ķe a articulista, ju√≠zes de inst√Ęncias inferiores s√£o menos propensos a influ√™ncias de ¬ďpol√≠ticos e empres√°rios, notadamente em cidades pequenas.¬Ē

    Responda
    1. Beatriz R Alvares

      Respondendo para André. Lula é a favor da inclusão de minorias no governo mas nem sempre é possível implementar o que se deseja em função da necessidade de fazer acordos com o Congresso Nacional. Ele não está enganando ele está tentando governar. Dizer que ele está enganando é que poderia caracterizar uma inverdade ou na melhor das hipóteses, falta de informação.

  12. Fernando Nascimento

    A campanha contra Fl√°vio Dino, √© prova que n√£o existe censura. O que o STF prop√Ķe √© a responsabilidade do jornal de n√£o apoiar divulga√ß√£o de mentiras sabiadamente criadas para atingir injustamente a honra de advers√°rios. Porque voc√™ √© contra isso?

    Responda
    1. Amarildo Caetano

      A extrema direita que se cuide ,ser√° criminalizado pelas mentiras que propaga .

    2. Andre Ramos Lievori

      Fernando, quando você sabe que uma informação é irreal, falsa? Os jornais que publicarão que Lula era a favor da inclusão das mulheres, negros e indígenas no governo devem ser processados por essas matérias? Sabe-se que ele engana, a imprensa deve ser responsável? Como publicar a denuncia do irmão do Collor, da rachadinha contra Bolsonaro e contra o Janones?

  13. Jove Bernardes

    A reclamação de "vagueza" e "amplidão" de conceitos é que é vaga e ampla. Subjetividade é própria de todo julgamento. Você não pode se defender por produzir um feijão salgado dizendo que a receita apontava "sal a gosto".

    Responda
  14. Aristides Silva

    "O que seriam esses indícios", aqueles inerentes às pessoas de bem. Se tivessem sido observados o caso Escola Base seria evitado.

    Responda
    1. Jove Bernardes

      √ďtima lembran√ßa. Acho que os limites do STF foram bem fixados - e podem ser melhorados - e s√£o suficientes para este caso emblem√°tico.

  15. PAULO PETRASKI

    Esse jornal censura coment√°rios dos seus leitores numa clara tentativa e manipula√ß√£o. E agora chora as pitangas. Lamento dizer a verdade, mas n√£o h√° nenhum jornal entre os jornal√Ķes em condi√ß√Ķes de se colocar como modelos de honestidade e compet√™ncia em informar de forma √©tica e livre e ideologias. A decis√£o do STF n√£o √© por acaso. √Č uma resposta. N√£o adianta ficar chorando as pitangas.

    Responda
    1. Le√£o Machado Neto

      Talvez o Granma seja a solução.

  16. Luiz Carlos de Mesquita Cabral

    Desculpem o comentário irrelevante abaixo. Estava fazendo um teste, em relação a auto-censura do jornal aos comentários dos leitores. Censura automática que parece foi suprimida, ao menos para este artigo!

    Responda
  17. Luiz Carlos de Mesquita Cabral

    Lula ladr√£o!

    Responda
  18. Miriam Marcia

    Não basta criticar, tem que apresentar solução. O que fazer com jornais que permitem a proliferação das Fake News? O que fazer se um jornal continua permitindo que seus entrevistados (e divulgando) falam por exemplo que Lulinha era dono da Ferrari de ouro ou que a esposa de Bolsonaro era traficante? Cada jornal pode deixar proliferar a mentira que quiser, é isso?

    Responda
  19. Joao Pinheiro

    Do jeito que vai, até os comentários aqui colocados poderão ser passivos de censura pelo jornal para evitar ser punido.

    Responda
  20. Fernando Alves

    S√≥ se preocupou o folhetim vendido a candidato que p√ļblica entrevistas hagiogr√°ficas com os ap√≥stolos do deus do Frias, falando os maiores absurdos e cometendo crimes √† vontade. Globo e Estad√£o falaram coisas positivas da decis√£o. O chorume dos colunistas na folha de pagamento do Partido dos Ladr√Ķes querem fazer tempestade em copo d'√°gua, j√° que basta publicar uma nota alertando sobre a declara√ß√£o do entrevistado.

    Responda
  21. Daniel Nunes Guimar√£es

    Em 2009, STF julgou que o jornalista n√£o precisa ser qualificado para trabalhar em empresa jornal√≠stica. Contradizia frontalmente assim o inciso XIII do art. 5¬ļ da CF. Agora exige que o jornalista aja como qualificado e cumpra a sua miss√£o profissional. Al√©m de ressuscitar a autocensura, fen√īmeno ocorrido durante o regimento militar, ainda amea√ßa: sob pena de a empresa pagar indeniza√ß√£o e, qui√ß√°, o jornalista ir para a cadeia. Lindo esse supremo, n√£o?...

    Responda
  22. José Cardoso

    Me parece que os ministros vão corrigir seu erro nos embargos de declaração.

    Responda