Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. neli faria

    Nem na época da ditadura militar eu apoiava terrorismo, agora principalmente !

    Responda
    1. neli faria

      Felipe: quem não sabe fundamentar, apela para o subjetivismo. Vá aprender a fundamentar! Ditadura Militar: peguei renite alérgica por ter aspirado bomba de efeito moral, que foi jogada dentro da Igreja da Sé,estava numa manifestação na Sé..Participei da manifestação de mil novecentos e sessenta e oito, e me escondi da polícia dentro da Igreja Consolação.

    2. Felipe Ara√ļjo Braga

      Claro, na época da Ditadura você apoiava a Ditadura.

  2. neli faria

    A Esquerda é incoerente, porque parou na guerra fria, por isso apoia os terroristas dohamas.

    Responda
    1. neli faria

      Felipe não é questão de adorar; não sou incoerente como a esquerda: olha lá e não vê o que ocorre cá. Até sete de outubro quantas mortes ocorreram lá? E aqui:

    2. Felipe Ara√ļjo Braga

      Você apoia Is ra el, que mata bem mais que o Ha mas, e aí?

  3. Marina Gutierrez

    Os apoiadores do estado terrrorista não comentam , apenas respondem comentários, usam esse tipo de escudo para que outos leitores não possam responder aos seus argumentos pífios. Fracos.

    Responda
  4. Marina Gutierrez

    Peitou porque estava em lugar seguro.

    Responda
  5. Hercilio Silva

    Israel incentivou o Hamas para enfraquecer o moderado Fatah. A colunista sabe disso? Que isso ajuda a justificar negar a solução de 2 estados?

    Responda
    1. Max Morel

      E daí? o que isso justifica os crimes horrorosos do Hamas e a omissão do órgão da O N U?

  6. Marina Gutierrez

    Segundo artigo publicado dia 20 de novembro pelo jornal de ISrael , Haaratz," As mulheres soldados que alertaram sobre um ataque pendente do Hamas foram ignoradas, durante o ano passado, eassas observadoras militares situados na fronteira de Gasza alertaram que algo incomum estava acontecendo mas foram ignoradas" Foram ignoradas talvez por serem mulheres . QUe tal uma artigo sobre esse assunto?

    Responda
  7. Marina Gutierrez

    Enquanto a colunista prega contra a violencia contra as mulheres, milhares delas foram massacradas ou estão sob os escombros dos predios destruidos, ou estão enterrando seus filhos e parentes em valas comuns pois não tem mais lugar nos cemitérios.

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Esqueci de acrescentar que essa violencia contra todos os palstinos,est√° sendo executada pelo exercito e governo de ISrael.

  8. Marina Gutierrez

    Como eu já mencionei anteriormente, diariamente esse jornal publica um artigo pro-Israel, escrito por pessoas que apoiam o governo de ISrael, ou artigos diretos dos porta-vozes do governo de ISrael ou nesse caso escrito por uma empregada do jornal. Sobre os supostos casos de estupro não foram apresentadas provas concretas até o momento, Enquanto isso a violencia contra o povo palestino, real, filmada e verificada continua acelerada .

    Responda
    1. RODRIGO NAFTAL

      Como n√£o h√° prova concretas, se o pr√≥prio Hamas divulga os v√≠deos? √Č plenamente leg√≠timo o seu direito de se solidarizar ao povo palestino e criticar os eventuais abusos do ex√©rcito de Israel. Mas simplesmente ignorar a viol√™ncia praticada pelo Hamas contra as mulheres israelenses e contra as pr√≥prias palestinas √© inadmiss√≠vel.

  9. Rafael Gallina Delatorre

    No m√≠nimo desumano fazer esse tipo de reclama√ß√£o em um momento como vivemos. Hammas ja foi extensivamente condenado por um ato que ocorreu por 4 horas, h√° 1 mes atras. Enquanto isso seguem os assassinatos, a destrui√ß√£o, sem prazo pra terminar, no lado palestiniano. √Č isso que precisa pressionar agora. E as meninas e mulheres palestinianas soltas depois de anos presas? Por morder soldados? N√£o merecem um coment√°rio?

    Responda
    1. Rafael Gallina Delatorre

      Rodrigo, ninguém está defendendo Hammas. Precisa aprender a interpretar, a ler. Estamos passando por um massa cre em Gaza, onde 4 vezes o numero de mortos em Izrael são somente crianças. A não ser que você esteja associando qualquer morador da região ao Hammas, chamando todos de ter roristas, assim justificando qualquer mas sacre. Não vamos cansar de gritar que não há guerra nenhuma, não tem batalha, só tem dizimação.

    2. Peter Janos Wechsler

      4 horas n√£o √© nada. A bomba em Hiroshima levou minutos. √Č menos ainda.

    3. RODRIGO NAFTAL

      Claro. Vc simplesmente ignora que o ataque gerou 1.400 mortos e o Hamas permanece com reféns israelenses. A propósito em relação ao post das senhora Mariana, qual seria o resultado de um julgamentos pelo Hamas de uma mulher que defendesse a liberdade sexual? Talvez o apedrejamento.

    4. Marina Gutierrez

      E as mulheres palesstinas prisioneiras e definhando nas pris√Ķes de Israel, quem fala por elas?

  10. Marina Gutierrez

    Acabei de ver um video no internet,no canal de TV frances France 24 onde uma mulher palsetina na cidade de Lod, foi asssaassinada, apunhalaada v√°rias vezes por um israelense, ela levava um menino para a escola, tinha 24/25 anos e estava gr√°vida. Alguem do jornal vai investigar e escrever sobre esse ato horrivel contra uma mulher, apenas pelo fato de ela ser palestina?

    Responda
    1. RODRIGO NAFTAL

      Marina. Sabe qual a nossa diferença? Eu abomino qualquer violência contra as mulheres. Sejam as praticadas contra as mulheres palestinas, sejam as praticadas contra as mulheres israelenses. Pelos seus posts, vc relativiza e trata como notícias falsas as provas incontestes de violências contra as mulheres israelenses. E vc acha aceitável o Hamas utilizar as crianças e mulheres como escudos humanos para proteger as suas bases militares.

  11. cassio farkuh

    Seu texto foi removido porque infringe as regras de uso do site.

  12. Marina Gutierrez

    A autora do artigo se arvorou como defensora até das mulheres palestiinas ,votou no ex presidente bosolnaro, que que nunca respeitou as mulheres, incluindo a filha.

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Morel, a própria autora do artigo publicou um artigo aqui na Folha no ínicio de 2023 declarando que votou no sujeito em 2018 e agora ( 23) se arrependeu. Mulher bolsonarista! O que esperar …

    2. Max Morel

      Quem falou? quem prova isso? Quem disse que ela votou em quem? Faça-me o favor.

  13. Felipe Ara√ļjo Braga

    Não vejo a mesma consternação da autora em relação ao povo pales tino, com muitas mães e crianças. Is ra el votou majoritariamente com Bolsonaro e agora querem dar uma de emponderados?!

    Responda
    1. neli faria

      Estrangeiro não pode votar. Portanto, o boiadeiro anterior não teve nenhum, absolutamente, nenhum, voto do povo do Oriente Médio.

    2. Marina Gutierrez

      A propria colunista afirmou aqui na Folha que votou no homem que nunca escondeu sua misoginia e o desdém contra as mulheres.

    3. Marina Gutierrez

      A leitora abaixo continua e escrever coment√°rios confusos, mencionou que "as pessoas aprendem no Tik Tok" ?

    4. Victoria Crosman de Rezende

      Votou? Voc√™ contou os votos? Voc√™ viu todos os judeus votarem ou est√° apenas sendo antissemita. Votei eu minha fam√≠lia e muitos amigos a vida inteira no PT,mas o que importa e ser antissemita! Ali√°s, n√£o votarei mais no PSOL,PT etc. Sempre votei pelas minorias mas eu que sou minoria ,somos 15 milh√Ķes no mundo,fico lendo essas barbaridades que escrevem . As pessoas aprendem no TikTok

  14. Delzimar Irineu da Silva

    Faço aqui uma pergunta que os russos fizeram as mulheres alemãs estupradas depois da ocupação de Berlim, o que é pior? O estupro russo ou as bombas americanas em sua cabeça? Pobres mulheres palestinas.

    Responda
  15. Marina Gutierrez

    Durante a guerra do Iraque contra o Kuwait e as forças militares da coalisão, lideradas pelos Estados Unidos, circularam videos de uma mocinha chorando diante de incubadoras desligadas pelos soldados do Iraque e a morte de recém nascidos. Meses depois a verdade foi divulgada, a mocinha era filha do embaixador do Kuwait nos Estados Unidos e foi tudo uma encenação

    Responda
  16. Wilson Rossi

    Falta também a condenação da ONU ao genocídio contra os palestinos.

    Responda
  17. Wilson Rossi

    Falta também a condenação da ONU ao genocídio contra os palestinos.

    Responda
  18. Marina Gutierrez

    Enviei quatro coment√°rios e nenhum foi publicado, usualmente o jornal publica os mesmos depois que o interesse pelo assunto diminui. A maioria dos meios de comunica√ß√Ķes como o Los Angeles Times e o NBC News evitaram comentar que o estupro ocorreu pois n√£o conseguiram verificar a autenticidade das acusa√ß√Ķes. A maioria das acusa√ß√Ķes foram e est√£o sendo divulgadas pelo governo opressor e/ ou seus apoiadores.

    Responda
  19. Wilson Rossi

    Estão censurando tudo. Jornal a serviço do Conib.

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Wilson, no meu caso censuraram informa√ß√Ķes que jornais de Israel/ pro governo de Israel publicaram.

  20. Marina Gutierrez

    H√° horas eu enviei coment√°rios sobre o artigo e o jornal n√£o publicou. QUal a raz√£o?

    Responda
  21. Marina Gutierrez

    Houve viol√™ncia durante o ataque/sequestro, mas a maioria dos relatos de estupro foram feitas por pessoas de Israel e ou pro-Israel. O ex√©rcito de Israel, cujos membros foram os primeiros a se deparar com as vitimas n√£o confirmaram casos de estupro e o jornal TImes de Israel afirmou que evid√™ncias de estupro n√£o foram coletadas em nenhuma das vitimas. Investiga√ß√Ķes devem ser conduzidas por org√£os internacionais e neutros para provar que esse crime foi cometido.

    Responda
  22. Victoria Crosman de Rezende

    Quero meu comentário publicado na íntegra. Espero que a folha não censure meu comentário.

    Responda
    1. Felipe Ara√ļjo Braga

      Victoria, a maioria dos ju deus apoiou Bolsonaro e a extrema direita e ainda apoia a maldade que está sendo cometida contra o povo palestino. O mundo não se calará diante do ocorrido, estamos do lado do povo palestino e só haverá paz quando existir uma Pales tina do rio ao mar. Vocês riram da piada de Bolsonaro sobre os quilombolas, não esqueci isso e jamais esquecerei!

  23. Victoria Crosman de Rezende

    Uma vergonha ! O feminismo n√£o existe para as judias! E a ONU,cujo representante para os direitos humanos e o Ir√£? Onde est√£o as feministas pra dizer que o Ir√£ n√£o tem condi√ß√Ķes de representatividade? Acho tamb√©m muito interessante as pessoas falaram sobre decolonizacao. E s√≥ ver o Muro das Lamenta√ß√£o. Por outro lado esses que gritam tanto certamente n√£o fazem parte dos povos originarios e portanto, ironia das ironias ,s√£o colonizadores.

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Que comentário mais confuso! " E só ver o que Muro das Lamentação"? O que o local religioso tem a ver com o artigo acima?" Irã, representatividade, gritam tanto "!Sugiro aprender a se expressar melhor na Lingua Portuguesa .

    2. SUSANNE WALKER

      O feminismo no Brasil mal consegue se organizar para defender a mulher brasileira. Acho impressionante a quantidade de críticas oriundas de pessoas que mal mexeram uma palha pra defender a mulher, no Brasil. Mas enchem a boca pra nos criticar por causa de um país longínquo. Querida, estou lutando aqui, em São Paulo. A luta é árdua. Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo. Por que a Sra não se prontifica e organiza isso? Parem de terceirizar a culpa de cada um.

  24. Virna Levin

    Revoltante o sil√™ncio da ONU e outras institui√ß√Ķes de defesa das mulheres.

    Responda
    1. SUSANNE WALKER

      O feminismo no Brasil mal consegue se organizar para defender a mulher brasileira. Acho impressionante a quantidade de críticas oriundas de pessoas que mal mexeram uma palha pra defender a mulher, no Brasil. Mas enchem a boca pra nos criticar por causa de um país longínquo. Querida, estou lutando aqui, em São Paulo. A luta é árdua. Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo. Por que a Sra não se prontifica e organiza isso? Parem de terceirizar a culpa de cada um.

  25. neli faria

    Nem na época da ditadura militar eu apoiava terrorismo, agora principalmente.

    Responda
  26. neli faria

    As mulheres da esquerda apoiam o Hamas por ser incoerente!

    Responda
  27. Marina Gutierrez

    A agressão sexual e uma característica comum de conflitos violentos em todo o mundo,entretanto "as Forças de Defesa de Israel disseram ao jornal Forward ( jornal judeu, independente sem fins lucrativos ) em outubro que ainda não tinham nenhuma evidência de estupro ocorrido durante o ataque de sábado ou suas consequências. E a maioria dos meios de comunicação tradicionais evitou mencionar o estupro, com o Los Angeles Times e a NBC News afirmando especificamente que não conseguiram verificar. "

    Responda
  28. Joao Cellos

    Sem d√ļvida eu concordo com a afirma√ß√£o da missivista. Mas eu pergunto: o que isso tem a ver com o massacre perpetrado por Is rael h√° mais de sete d√©cadas?

    Responda
  29. Jihan Arar

    Nossa, quanta bondade com aqueles que apoiam um Estado terrorista e genocida de Israel, que mata milhares de palestinos inocentes todos os dias, durante 76 anos, sem tr√©gua! √Č muita falta de vergonha na cara mostrar apenas o lado que interessa da hist√≥ria. Se voc√™ fosse honesta, mostraria ao mundo o que Israel faz com os palestinos! Mas como todo ve√≠culo de imprensa sionista, s√≥ mostra o lado 'bonzinho' de Israel! Ainda bem que Deus est√° te vendo! Pe√ßo √† Ele, todo poderoso, que te julgue.

    Responda
  30. Marcus Castro

    Texto maravilhoso e necess√°rio, mas vai irritar aqueles que acham que um grupo de fundamentalistas religiosos assassinos e animalescos s√£o paladinos do bem.

    Responda
    1. SUSANNE WALKER

      Quem acha isso? Adoraria saber. Milhares de mulheres condenam o HXmas nas redes, porém também condenam a resposta do Estado de Israel. Explique: Por que condenar o Hamas, mas tb criticar com veemência os 15 mil mXrtos (70% mulheres/crianças) palestinos são entendidos como uma suposta identificação do Hxmas com o Bem? Poderia me explicar?

  31. ciro lauschner

    Parabéns, um dos melhores artigos que tenho lido nos ultimos tempos.A esquerda sobretudo a brasileira, adora endeusar "combatentes" que lutam por uma pátria, apoiando terroristas que são bem piores que animais.

    Responda
    1. SUSANNE WALKER

      O feminismo no Brasil mal consegue se organizar para defender a mulher brasileira. Acho impressionante a quantidade de críticas oriundas de pessoas que mal mexeram uma palha pra defender a mulher, no Brasil. Mas enchem a boca pra nos criticar por causa de um país longínquo. Querida, estou lutando aqui, em São Paulo. A luta é árdua. Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo. Por que o Sr não se prontifica e organiza isso? Parem de terceirizar a culpa de cada um.

  32. flavia sternberg

    Que texto excelente, muito obrigada por ele

    Responda
    1. Joao Cellos

      Ou seja, Is rael pode matar à vontade porque respeita as mulheres. Is rael respeita tão somente as mulheres jud ias. Está se lixando (e mandando bombas) para as outras.

  33. Marcos Benedetti

    Perfeito o artigo. Sempre a mulher é a primeira vítima desses fanáticos terroristas. Não respeitam os seus, barbarizam o inimigo. E estas pessoas que defendem essas atrocidades em nome de seu lado político, estes são inomináveis.

    Responda
    1. SUSANNE WALKER

      O feminismo no Brasil mal consegue se organizar para defender a mulher brasileira. Acho impressionante a quantidade de críticas oriundas de pessoas que mal mexeram uma palha pra defender a mulher, no Brasil. Mas enchem a boca pra nos criticar por causa de um país longínquo. Querido, estou lutando aqui, em São Paulo. A luta é árdua. Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo. Por que o Sr não se prontifica e organiza isso? Parem de terceirizar a culpa de cada um.

  34. DORA SVERNER VILLAS BOAS

    Excelente artigo. Parab√©ns pela coragem de contrariar os fan√°ticos que s√≥ querem enxergar o que lhes conv√©m. Alguns coment√°rios revolvem o est√īmago. Que as mulheres se unam sempre .

    Responda
    1. SUSANNE WALKER

      O feminismo no Brasil mal consegue se organizar para defender a mulher brasileira. Acho impressionante a quantidade de críticas oriundas de pessoas que mal mexeram uma palha pra defender a mulher, no Brasil. Mas enchem a boca pra nos criticar por causa de um país longínquo. Querida, estou lutando aqui, em São Paulo. A luta é árdua. Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo. Por que a Sra não se prontifica e organiza isso? Parem de terceirizar a culpa de cada um.

  35. DORA SVERNER VILLAS BOAS

    Excelente artigo. Parab√©ns pela coragem de contrariar os fan√°ticos que s√≥ querem enxergar o que lhes conv√©m. Alguns coment√°rios revolvem o est√īmago. Que as mulheres se unam sempre .

    Responda
  36. wilson kfouri

    Vidas de mulheres ,jovens,crianças e homens palestinos também importam. Milhares ainda soterrados em Gaza

    Responda
    1. ciro lauschner

      Lembre-se que eles não importam ao Hamas porque só servem de escudos para livrar de sua própria covardia.Eles precisam das crianças e mulheres palestinas para fazer sua propaganda e usa-las como sacrifício de sua sede de sangue.

  37. LUCIANA SADDI MENNUCCI

    Ainda engatinhando nessa luta milenar onde nossos corpos são sempre e constantemente desumanizados! Meu sentimento por vingança cresce. Aguardo o dia em que esses monstros sofram o mesmo que as Mulheres sofrem em suas mãos sujas e podres de valores simbólicos e humanos.

    Responda
  38. CARLA FAIMAN

    Excelente texto!

    Responda
  39. Fabiana Menezes

    O estupro como arma de guerra √© intoler√°vel e n√£o tem justificativa. Quem defende esse tipo de estrat√©gia merece nada menos que o m√°rmore derretido no inferno. O dano civilizacional atinge a todos, n√£o h√° vencedor. Quanto √† Deus e ao uso de seu nome para viol√™ncia e morte, √© coisa de animais movidos por pervers√Ķes. N√£o h√° reden√ß√£o , somente a ladeira abaixo da desumaniza√ß√£o.

    Responda
  40. Julio Villani

    Gostaria de imaginar, como prop√Ķe a articulista, que de fato a imagem fala por todas as mulheres que sofrem viol√™ncias. Se todas pudessem arvorar este olhar de "voc√™ n√£o me domina", a luta contra a viol√™ncia feita √†s mulheres seria facilitada. Ajudaria muito tamb√©m que todos ¬Ė pol√≠cia, ONU, um vizinho que ouve e n√£o se mexe¬†¬Ė agissem. Nenhum caso de viol√™ncia (incluindo dom√©stica), de estupro como arma de guerra, de feminic√≠dio, deve ficar impune. E ensinemos as meninas a terem este olhar!

    Responda
  41. Andréa Haddad Gaspar

    Caríssima, tá precisando de um espelho?

    Responda
  42. MARCELO CANDIDO DE MELO

    Que a viol√™ncia contra as mulheres nessa situa√ß√£o extrema e complexa possa pressionar por uma solu√ß√£o, tamb√©m desse longo e desumano conflito mas que n√£o deixe de impactar as situa√ß√Ķes cotidianas em lares que est√£o longe do que s√£o idealizados

    Responda
  43. Eli Joory

    O que estamos presenciando é uma fraqueza moral, ética e de decência humana coletiva. Impressionante o que a necessidade de ser aceito coletivamente leva as pessoas a fazerem, fingem estar cegas , esquecem as próprias premissas e são coniventes com atrocidades e crueldades extremas.

    Responda
    1. SUSANNE WALKER

      O feminismo no Brasil mal consegue se organizar para defender a mulher brasileira. Acho impressionante a quantidade de críticas oriundas de pessoas que mal mexeram uma palha pra defender a mulher, no Brasil. Mas enchem a boca pra nos criticar por causa de um país longínquo. Querido, estou lutando aqui, em São Paulo. A luta é árdua. Não é possível fazer tudo ao mesmo tempo. Por que a Sr não se prontifica e organiza isso? Parem de terceirizar a culpa de cada um.

  44. Marcelo Magalh√£es

    Artigo racista que elege um povo, ao qual saqueia, como sub-ra√ßa que n√£o merece ter os mesmos direitos que o seu, porque tem diversas pr√°ticas n√£o civilizadas. Os relatos das condi√ß√Ķes impostas aos palestinos, que se assemelham aos guetos de Vars√≥via, s√£o t√£o ou mais cru√©is e j√° duram cerca de 75 anos. O caminho escolhido pelos sionistas de desqualifica√ß√£o do povo submetido n√£o faz o menor sentido e com certeza n√£o contribui para a paz. √Č apenas a tentativa de expurgar as culpas da consci√™ncia.

    Responda
    1. Marcelo Magalh√£es

      Marcus e Alexandre, muito obrigado pelos coment√°rios sobre mim. Fico no aguardo de coment√°rios sobre o texto. Eu n√£o estou em discuss√£o.

    2. Marcus Castro

      Fascinante ler a defesa pura e simples do terrorismo mais covarde e abjeto. Tenho certeza que nazistas e comunistas tinham defensores assim.

    3. Alexandre Schwartsman

      Comentário misógino e racista, pois atribui à colunista estereótipos comumente associados a judeus.

  45. Daniel Horovitz

    Como sempre brilhante. Não dá para entender o silêncio ensurdecedor das Ongs de direitos das mulheres e uma resposta tão fraca e tão demorada da ONU.

    Responda
    1. SUSANNE WALKER

      Daniel Horowitz, e vc, na prática, já defendeu quantas reféns em alguma corte internacional? Vc foi a Israel para acompanhar a soltura? Ou tb prefere ficar criticando e criticando a mulher brasileira?

    2. SUSANNE WALKER

      Realmente √© o fim da picada tanta cobran√ßa de homens aqui.... v√£o fazer a sua parte, caraca! Para de criticar mulher. √Č o que de melhor vcs sabem fazer, n√£o √©? V√£o ajudar mulheres, bando de folgados que s√≥ sabem reclamar.

    3. SUSANNE WALKER

      Vcs acham que n√≥s, feministas, n√£o temos muito o que fazer no nosso pr√≥prio pa√≠s? Vcs t√™m ideia do quanto o homem brasileiro ainda √© machista? Tenho 3 irm√£os, todos tentaram me tirar da esp√≥lio dos meus pais. Todos fizeram as mais diversas manobras pra abocanhar o que de direito √© meu. E ainda assim vcs ficam cobrando empenho das brasileiras em quest√Ķes no Oriente M√©dio. Por que vcs pr√≥prios n√£o fazem isso? Homens criticando mulheres. Como sempre! Adoram criticar, mas n√£o mexem uma palha.