Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Fernando Alves

    A grade proposta pela esquerda sempre foi péssima.

    Responda
  2. Simone Rodrigues

    Considero impressionante que os repórteres não tenham entrevistado nenhum pesquisador relevante da área da educação para comentar os resultados, mas um bando de gente de organizações como o Todos pela Educação e o Itaú, que somente têm compromisso com a piora da qualidade do ensino no Brasil. Fora isso, a comparação estabelecida pelos resultados do Pisa pode ter um certo valor, mas teríamos de colocar em perspectiva o nível de investimento educacional que é feito nos países que ocupam as prime

    Responda
  3. Alípio Dias dos Santos Correia

    Omsistema educacional nunca foi prioridade em nenhum governo. O projeto sempre foi o de manter a Educação no mais baixo nível possível. Com uma população ignorante é mais fácil manter o sistema de desigualdade social para que as elites econômicas se perpetuem no poder.

    Responda
  4. Adelmor Gheler

    Na média brasileira, há muito a melhorar, certamente, como na execução de simples cálculos aritméticos: somar, diminuir, multiplicar, dividir. Continhas básicas. Mas fazer comparações dos resultados obtidos, sempre na média, de alunos de um país com 8,5 milhões de km2 e 205 milhões de habitantes com resultados de alunos que habitam "ilhas" de excelência, como Singapura, Japão e Coreia, é faltar com mínimo bom senso.

    Responda
  5. COLOMBO MELO

    A pandemia foi no mundo inteiro, mas somente aqui os estudantes ficaram 2 anos sem ir às escolas, com o absurdo "fique em casa". No fim da pandemia, os sindicatos da educação pública queriam prolongar ainda mais o isolamento. Somente os colégios militares atravessaram a pandemia sem fechar. E nenhum aluno ou professor perdeu a vida por covid. Bolsonaro tentou abrir as escolas, mas a força dos sindicatos e do consórcio de veículos de imprensa era muito maior.

    Responda
  6. Ivan Silvano

    Em linguagem neutra e doutrinação somos lideres.

    Responda
    1. MARCIO SOARES

      Em erros de português, inclusive, a forma adequada é 'líderes', com acento agudo no 'í'.

  7. Mateus Braga

    Não dá para ter melhoras se o Estado não começar a valorizar a profissão dos Professores!!!

    Responda
  8. RAULAND BORBA BATISTA

    Mesmo piorando nas médias o Brasil conseguiu melhorar: o Brasil só melhora quando perde, o Brasil é uma bet (uma aposta) ou nem isso por que para ter uma bet tem que saber análise combinatória .

    Responda
  9. José Augusto Bernabé

    São os primeiros efeitos causados por aqui pelo aparelhamento do Estado pelas esquerdas gerando um tumulto Cognitivo na população com a criação do Consórcio Nacional de Imprensa somente para homologar a farsa política e vencer as eleições, podem esperar, vai vir muito mais efeitos danosos.

    Responda
    1. José Davi

      Houve muito investimento na educação pública, na ciência e na inovação durante a gestão Bolsonaro. Saudades do grande Veles Rodrigues que não falava português, o imprecionante Weintraub o leitor de kafta e babaganuche, aquele pastor de ouro Milton Ribeiro.

    2. JAILSON DE BEZERRA

      A direita gerou muita coisa: ignorância, retrocesso e um poste na presidência

  10. Severo Pacelli

    Enquanto não ocorrer valorização moral e financeira da figura do professor, esse caos vai prevalecer. Bolsomitas, igrejas fundamentalistas, políticos de má fé, festejam essa piora. O curral tá garantido.

    Responda
    1. ROBERTO CEZAR BIANCHINI

      Sua alegação de que os professores tiveram prioridade na vacinação de covid é falsa, Carlos.

    2. José Davi

      Carlinhos nunca teve o prazer de está em uma sala de aula quente, uma escola sem banheiro, quadras esportivas, 3 bolachas e um copo de suco. Como em todo espaço há pessoas despreparadas, principalmente nas direções e coordenação pedagógica, mas isso é reflexo de uma política pública pouco comprometida com a transformação social do país. Ofereça bons salários, infraestrutura e cobre resultados, separe o joio do trigo. Infelizmente tem muitas pessoas que preferem adorar prefeitos do que cobrar.

    3. Carlos Lavieri

      Só dá para valorizar professor que se dá ao respeito. No Brasil os professores passaram na frente na fila da vacina e ainda assim lutaram para as escolas serem a última atividade a retornar. O resultado da educação pública no Brasil é tão ruim, que mantendo os alunos sem aula na rede pública, eles aprenderam igual se tivessem ido a escola. O piso do salário do professor está no quartil superior da renda. O que isso diz sobre o professor da rede pública?

  11. Severo Pacelli

    Isso todo professor já sabia. Nos 06 anos, Temer e Bolsonaro, a educação foi abandonada. Na pandemia então, Boso se deliciava ao saber que uma geração nada aprenderia e seria prato cheio para fakes, aumentando assim seu curral eleitoral. Num país em que cinemas e teatros fecham para dar lugar a igrejas, não há o que esperar, o analfabetismo impera. O que esperar da mídia que elogia Olavo e condenava Paulo Freire?

    Responda
  12. Emilio Bazzani

    Mas a pandemia não foi mundial? Todos pioraram?

    Responda
    1. Carlos Lavieri

      Do chão ninguém passa.

    2. Severo Pacelli

      O Brasil conseguiu piorar o já estava piorado.

  13. Mozart Cabral

    A deficiência na educação pública brasileira é o mais antigo projeto político da classe dominante e de sua grande mídia com seus bonecos de ventríloquos nas três esferas de poder a serviço da perpetuação da ideologia do enriquecimento rápido e ilícito numa nave à deriva em meio ao desastre ambiental irreversível.

    Responda
  14. RILER BARBOSA SCARPATI

    Os especialistas escutados são sempre os mesmos: a panelinha de fundações privadas ligadas à educação, responsáveis pelo desastre do novo ensino médio. Pesquisadores e professores universitários nunca são ouvidos, a não ser do Insper.

    Responda
  15. Luiz Antônio

    Ué!? Queriam o quê? 4 anos de trevas, só poderia dar nisso, pelo menos nossos alunos aprenderam marchar e cumprir ordens.

    Responda
  16. Mauricio Coelho goiato Goiato

    Mas em comunismo e propaganda enganosa da militância deve ter melhorado bastante .

    Responda
    1. Severo Pacelli

      Sequer sabe o significado de comunismo e fala via fake. Cristo foi comunista de carteirinha e por isso Roma o crucificou.

  17. Salete Conceição Possebon

    O governo de São Paulo está introduzindo mudanças que vão melhorar os resultados em SP.

    Responda
  18. Marcus Machado

    As secretarias estaduais e municipais de educação são gerenciadas politicamente com fins eleitoreiros e não com foco na aprendizagem dos alunos. Compram tablets, compram médodos, criam provas e "treinam" as crianças até com vídeos para fazê-las em um massacre inútil só para as estatísticas do MEC. Tudo engano. Essas secrerarias engessam e controlam práticas docentes retrógradas e não permitem pesquisa e inovação. Tudo centralizado em detalhes para estatísticas políticas.

    Responda
  19. Paolo Valerio Caporuscio

    brasil que só se importa com futebol que mantem ignorante a população.

    Responda
  20. ELAINE VALERIA RIZZUTI

    Vocês sempre subvertem o título com o conteúdo da matéria, impressionante! Brasil foi melhor que outros países no período pandêmico. A maioria faria a leitura completa da matéria. Seria mais animador, lembrando que tivemos um Bozo por aí.

    Responda
  21. André Silva de Oliveira

    Com Lula, vai melhorar com certeza, hahahahahah.

    Responda
    1. André Silva de Oliveira

      Lula e o PT estão há mais de uma década no comando da educação brasileira e, claro, são responsáveis pelo nosso atraso nessa relevante área. A verdade dói, não é, companheiros?

    2. Fábio Nascimento

      O pensamento mágico do André Silva: entra um novo presidente, ele faz um abacadabra lá e os alunos aprendem tudo.

    3. Marcus Machado

      Nada a ver...

  22. Nilson Gabriel

    Sai o resultado do Pisa e o jornal vai ouvir "especialistas" como o pessoal do Todos pela Educação. Sempre os mesmos, com suas "soluções" que não resolvem nada. O Novo Ensino Médio, que foi, e é, um desastre para a vida de milhões de alunos, está lá, apoiado por eles. Credibilidade ZERO.

    Responda
  23. ALEXANDRE Cunha

    O Marcos dê ideias, hino é amor a pátria, a terra natal, é o sonho de uma nação sempre melhor , é o cooperativismo nas comunidades.

    Responda
    1. marcos fernando dauner

      Hino é amor à terra quando ele diz algo . Não é o caso de muitos que temos por ai Por que estamos eternamente deitados ? isso é coisa da escravidão quando os senhores viviam deitados nas redes, carregadas pelos escravos . O hino de meu estado tem letra ridícula . E gaúcho é bem mais representativo .

  24. marcos fernando dauner

    Grande novidade. Num país onde crianças ganham um celular aos dois anos de idade para acessar galinha pintadinha e outras maravilhas não se pode esperar nada diferente .

    Responda
  25. ALEXANDRE Cunha

    Só sairemos do buraco quando tivermos tolerância zero na criminalidade, os países asiáticos citados, a criminalidade é praticamente zero, não adianta as crianças acima de quatorze anos só irem na escola, precisa de escola integral, liberá-las nas férias para trabalhar e não ficar andando à toa nas ruas. Proibir crianças de sairem a noite sem acompanhamento dos responsáveis, rigor total. Incentivar a prática de esportes , incentivar a ciência, as técnicas de trabalho. A ociosidade infantil é peri

    Responda
    1. filipe moura lima

      Vai aprendendo, senhor Alexandre.

    2. marcos fernando dauner

      tolerância zero na criminalidade não é colocar obesos milicos aposentados nas portas das escolas, como defendem os bolsomitas . Também não vejo muito lucro em ensinar as crianças a cantarem o "ouviram do Ipiranga", nem o "salve lindo " . Coisa ainda mais feia é o hino de meu estado - SC . letra ridícula ! Como sempre, o que se salva é o hino gaúcho .

  26. MATEUS VAZ DE S Sá

    E principalmente após a pior das pandemias que foi o pior desgoverno que o Brasil já conheceu.

    Responda
    1. filipe moura lima

      Concordo, Mateus. Tempos sombrios foram aqueles, em todos aspectos.

    2. ALEXANDRE Cunha

      Dê ideias e não críticas, o tempo todo nos comentários você esquerdistas só criticam, dêem ideias.

  27. filipe moura lima

    Sem uma política educacional que atraia bons professores, o ensino não decola.

    Responda
  28. Marcio de Mattos

    Num país onde predominan 0gr0s, sabe lá quando vão aprender a valorizar a educação... É só ouvir as musiquinhas por aí e os assuntos nas rodas de conversa... Lamentável...

    Responda