Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Marina Gutierrez

    Em resumo: o povo alemão elegeu um governo que Durante a segunda guerra mundial Cometeu crimes contra o povo Roma, homossexuais, doentes mentais, epilépticos,judeeus, e outros e quem deve pagar com a vida é o povo palestinno.

    Responda
    1. DANIEL ROUSSO

      O povo palestino - agora até podemos chamá-lo assim, pois se identificavam simplesmente como árabes anteriormente - está colhendo frutos das escolhas equivocadas ao longo de décadas. Procure se inteirar da história, existem bons cursos isentos e imparciais onde você poderá fundamentar seus argumentos que gosta de fazer nesse jornal.

    2. DANIEL ROUSSO

      Infelizmente o povo palestino está pagando pela escolha errada de seus líderes. Tiveram várias oportunidades de criar e desenvolver seu estado, escolhendo outros caminhos no entanto. Começando em 1947 pela partilha da ONU em estado judaico e outro árabe - resolveram atacar o estado judaico nascente ao invés de cuidar e desenvolver a sua parte. Aliás a identidade palestina somente se formou a partir de 1967 após a vitória de Israel na guerra dos 6 dias.

  2. Marina Gutierrez

    Esse jornal continua com a série diária de artigos que tentam justificar a limpexza étnica do povo palestino,a maioria desses artigos vem dos proprios porta vozes do governo opressor, outros são de autoria de cionistas ou apoiadores do projeto colonial no Oriente Medio, o artigo acima describe a barbarie do ataque de 7 de outubro e convenientemente ignora o que o estado opressor tem cometido contra o povo ocupado antes da data de 07/10/23.

    Responda
  3. Maria de Felipe Martinez

    O Velho anti semitismo europeu e cristão culminou no nazismo. Os palestinos nada tem a ver com isso, na época viviam sob mandato colonial britânico. A comparação, fosse qual fosse a intenção do articulista, e esdrúxula. Poderia ter comparado melhor o atual discurso do Bi Bi e as ações do IDF em Ga za, que são de uma frieza e desumanidade que lembram muito mesmo do nazismo. E de arrepiar.

    Responda
    1. fauzi salmem

      Maria, fiz um comentário apoiando o seu, mas fui censurado, como quase sempre.

  4. Arnaldo Simal

    Ontem um alto oficial do exército israelense admitiu que a taxa de dois civis palestinos mortos para cada terrorista do Hamas é plena/ aceitável.

    Responda
  5. Mykel Alexander Santos Gomes

    Primeiro a premissa é sem base histórica... n a z i s de Hollywood. Segundo o marco zero não é 07 de outubro de 2023, mas sim antes da Declaração de Balfour em 1917. Quase sempre i s r a e l inicia hostilidades ou com articulações ou direta. É apelam para estória de povo auto eleito.

    Responda
  6. Daniel Vitorazzi

    Tá,meu chapa, e sobre as motivações destes crimes, nem uma palavra? Os alemães mataram judeus por quê mesmo? E os palestinos? Uma dica: estes últimos não mataram judeus, mataram israelenses. Não insultem nossa inteligência, por favor. Comparação é bem mais do que descabida, como aferiste. É ridícula!

    Responda
    1. Joel Domingos

      Israelenses, não judeus. Ah, entendi: distinção cerebrina. Ou vãs sutilezas.

  7. JORGE CESAR BRUNO

    Eu me pergunto como se sustenta, o tal " direito de defesa", com mais de dezesseis mil mortes de inocentes palestinos, crianças e mulheres na sua imensa maioria!! Vou usar o recurso da empatia e me colocar no lugar dos familiares dos 1400 judeus mortos! E justo? A mãe dessas crianças devem ser culpadas pelas atrocidades do Hamas? Bom, sou cristão de fato, e acredito num Deus que olha para todos, sem distinção!!

    Responda
  8. Claudia Manhozo

    E a frieza dos israelenses se equipara à frieza dos nazistas ? Porque comparar coisas que não são obviamente comparáveis? Qual o objetivo?

    Responda
    1. fauzi salmem

      Propaganda ideológica sEo_nis_Ta.

  9. newton penna

    Perversidade (só) do Hamas? Tem certeza?

    Responda
  10. newton penna

    Depois de 16.000 assassinatos perpetrados pela dupla Biden/Netaniahu, ainda se quer dicutir sobre a perversida do Hamas?!

    Responda
    1. SERGIO DIAS CANELLA

      Quem iniciou esse conflito, de mais de 100 anos, foi quem invadiu e acabou tomando a terra alheia.

    2. JORGE CESAR BRUNO

      Pra alguns, a morte de 1400 judeus, valem a morte de milhões de palestinos inocentes, sobretudo mulheres e crianças! Primeiro era bombas ao norte, agora ao sul! Depois do termino da guerra, estará tudo certo! Saciou a vingança!! E que se dane consciências, moral, ou que de resto existir! E pior que essa gente ainda consegue dormir!!

    3. Marcus Castro

      Óbvio, pois o conflito é culpa exclusiva de quem o iniciou, da maneira mais bárbara e covardes possível.

  11. elcio matos

    Parece que os leitores dessa matéria têm um grande problema com interpretação de texto, pois tantos os defensores de esquerda como os de direita entenderam que o articulista quer passar a ideia de que os caras do H A M A S são piores que os discípulos de Adolf; o que ele cita é exatamente o contrário. Leiam os últimos parágrafos da matéria e façam um exercício de discernimento.

    Responda
  12. elcio matos

    É um absurdo a pré censura existente aqui nessa seção de comentários da Folha, mas tão absurda que numa matéria sobre NAZISMO, se você escrever nazismo ou nazista o comentário é automaticamente bloqueado. É por essas e outras que não vale a pena pagar a assinatura pra FSP. Abraços.

    Responda
    1. Joel Domingos

      Democracia é isso, Fauzi: haver espaço para opiniões divergentes. Viver na bolha é confortável (falso conforto), mas não é edificante.

    2. fauzi salmem

      Não temos opção de assinar jornais que sejam sérios e que não aceitem colunistas radicais como esse. Infelizmente, o radicalismo sEoNesta impera na nossa mídia.

  13. elcio matos

    Minha nossa, parece que grande parte dos leitores dessa matéria tem dificuldade com interpretação de texto, pois quase todos aqui entenderam que o jornalista fez uma matéria dando seu parecer de que o pessoal do Hamas age de modo mais bárbaro que os nazistas na segunda guerra. E o que ele diz é exatamente o contrário, que nada supera a crueldade dos hitleristas. Leiam de novo, principalmente o último parágrafo.

    Responda
  14. FRANCISCO Eduardo de CARVALHO VIOLA

    A tragédia da indústria negreira foi maior, só que pretendiam eternizar a monstruosidade.

    Responda
  15. FRANCISCO Eduardo de CARVALHO VIOLA

    Ícone culturalmente disponível do mal absoluto?! Esses caras não são ignaros. Sabem da verdade. Então são falsos! A tragédia do holocausto negro foi maior. A diferença eh que não visava genocídio porque queriam eternizar a monstruosidade .

    Responda
  16. Marcus Castro

    É um alívio ler um artigo bem escrito, bem fundamentado, com temas que nos fazer refletir. Ter que discutir a suprema vilania e covardia do Hamas é algo tão pequeno e ao mesmo tempo tão surpreendente, considerando que a nossa extrema esquerda chega a colocar esses assuntos em debate. Tendo estudado o nazismo há uns 40 anos, concordo com as premissas. O nazismo era metódico, frio, não achava que fazia o mal, mas não o exibia. O Hamas é passional e não tem vergonha alguma de massacrar.

    Responda
    1. fauzi salmem

      Caraca, que raciocínio extremado. O h. não tem, mas I. tem vergonha de massacrar? Aterrize!

  17. José Bueno

    O que artigos cínicos como este desconsideram é a contribuição que dão para o fortalecimento ao mesmo tempo do s io ni sm o e o aumento do an tis em it is mo. Que, infelizmente, podem nos atingir, j ud eu s e não ju de us do mundo inteiro, trazendo inseguranças e ameaças para o quotidiano da nossa vida. A garantia de uma convivência, saudável é a paz, que será somente obtida con o estabelecimento de dois estados independentes e soberanos.

    Responda
  18. Edgar Candido Ferreira Candido

    Pois é, quem lê este artigo tem a impressão que só um dos lados é que praticou tirania. Não há dúvida sobre os horrores do holocausto, agora ignorar por completo a resposta horrorosa de Israel, principalmente contra as crianças em Gaza é de doer o coração.

    Responda
  19. Maria Lopes

    Esse articulista é da extrema direita católica americana. Dos que atacam o Papa Francisco. Que escolha, hein Folha? Péssima.

    Responda
    1. Rives Passos

      É a Folha Pan!

  20. Marcelo de Souza

    As pessoas confundem alhos com bugalhos. É perfeitamente possível condenar o t#rr*r!$mo do h-@-m@s e ao mesmo tempo condenar as mortes de civis inocentes cometidas por y-srraéu. Uma coisa não impede a outra (tem que escrever errado pra falha não censurar).

    Responda
    1. JOSE PADILHA SIQUEIRA NETO

      Concordo plenamente e ressalto que várias passagens do artigo em que descreve o mal para um desavisado poderiam se aplicar perfeitamente a Ishrael. Veja a questão da brutalidade praticada por quem já tem o poder e o domínio. Não é o que faz Ishrael agora destruindo completamente Gaza e ordenando o deslocamento de milhões para lugar nenhum, pois todos os lugares serão bombardeados em algum momento?

  21. Artur Carmel

    Frieza de quais nazistas ? Os sionistas ?

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Esses mesmos.

  22. Luiz Candido Borges

    Pelo menos um dos comentários anteriores interpretou o artigo como sutil propaganda contrária a Ysrraeu. Compreendo: quando o autor diz que a pior perversidade é a cometida por quem controla totalmente o espaço e planeja meticulosamente o seu crime, os eventos em Gaz za cabem como uma luva nesta descrição. Será que o Dauthat é tão alienado assim.

    Responda
    1. Luiz Candido Borges

      ...assim?

  23. MARCOS ANTONIO ROCHA ARAUJO

    E a perversidade do Netanyahu não conta? Manda os palestinos irem pro sul por que vai bombardear o norte. Depois manda-os pro norte pra bombardear o sul. Por pura bondade e humanismo nos quer crer o colunista

    Responda
    1. Artur Carmel

      Netanhyahu tb é sócio do Brazil...Qto da exquerda, qtodos evangélicos -judeus.

    2. Joao Quadros

      Pergunta a esse argumento: Algum oficial ou politico nazista deu alguma oportunidade aos judeus de outros paises???

  24. João Leite Leite

    A perversidade do Hamas não se compara a fúria sanguinária praticada por Israel contra o povo palestino desarmado.

    Responda
    1. Eloisa Giancoli Tironi

      Prá quem não tem a mínima ideia do que é uma organização terrorista islamista de ultradireita. Favor se informar melhor.

  25. Rives Passos

    Tenho a impressão que os teroris do Aamas "nasceram nos círculos exteriores" conforme descreve Dante. Quem nasce nesse 'clima' como desenvolve sua psique? E quem os impôs a essa situação? É só uma pergunta, para reflexão! Sim, Aamas é tta. Mas, combate com t, em sentido amplo? Mais, para reflexão!

    Responda
  26. Rives Passos

    Tenho a impressão que os terroristas do Hamas "nasceram nos círculos exteriores" conforme descreve Dante. Quem nasce nesse 'clima' como desenvolve sua psique? E quem os impôs a essa situação? É só uma pergunta, para reflexão! Sim, Hamas é terrorista. Mas, combate com t, em sentido amplo? Mais, para reflexão!

    Responda
  27. MARCOS CAVALCANTE UCHOA

    Pode até haver dúvidas quanto ao mais perverso agressor, mas não pode, de forma alguma, haver dúvidas sobre quem foi o agredido.

    Responda
    1. JOSE PADILHA SIQUEIRA NETO

      E sobre quem está sendo, há dúvidas? E sobre a Cisjordânia, há argumentos para absolver Ishrael?

    2. Dagmar Zibas

      Errado Isso não começou em 7 de outubro. Israel vem avançando em terras palestinas desde 1947. Nunca obedeceu as resoluções da ONU. Agredidos são os palestinos desde 1947.

    3. Rodrigo Cabral

      Perfeito

  28. MARCOS CAVALCANTE UCHOA

    Em ambas situações os judeus sofreram muito. Isso deveria ficar sempre muito claro.

    Responda
    1. Rives Passos

      É verdade. Agora, o sofrimento dos palestinos inocentes não pode ser banalizado, ignorado, como muitos parecem defender. Terrível, isso!

  29. MARCOS CAVALCANTE UCHOA

    Pode até haver dúvidas quanto à maior maldade, mas não pode haver dúvidas sobre Israel ser a vítima.

    Responda
  30. ALMERITA TEIXEIRA DE LIMA

    "4,8 milhões de africanos foram transportados para o Brasil e vendidos como escravos, ao longo de mais de três séculos. Outros 670 mil morreram no caminho". Falam do Brasil. O mal existe muito antes. Toda maldade é estudada, detalhada e executada para que os efeitos sejam os mais próximos ao que foi programado. A humanidade hoje é sobrevivente das matanças, genocídios perpetrados ao longo da história. Não há um marco pra o início da visibilidade da maldade.

    Responda
    1. Marcus Castro

      Milhões de africanos foram transportados durante quase mil anos para o califado árabe. e depois para os otomanos. Outros milhões para os outros países da América, para boa parte deles pelo menos. E é impressionante como se ignora o fato de que a maioria dos reinos africanos era fundada no trabalho escravo. A escravidão era uma circunstância da vida até o Iluminismo, basicamente. O Brasil não foi isolado nesse tema, apesar de ter sido um dos últimos a extingui-la.

    2. Joao Quadros

      O ser humano planeja o mal desde sua meninice

  31. José Cardoso

    O ponto do colunista é interessante e original. Realmente massacres bárbaros incluindo mulheres e crianças não são infelizmente novidade na história humana. Já o extermínio metódico em escala industrial permanece uma excepcionalidade alemã.

    Responda
    1. ALMERITA TEIXEIRA DE LIMA

      Todo extermínio é metódico, é programado...

  32. FREDERICO FLOSCULO PINHEIRO BARRETO

    Enquanto isso, o Brasil de Lula hesita e dá evidente vantagem aos piores contendentes.

    Responda
  33. elcio matos

    Não quero aqui defender o Hamas, longe de mim tão coisa, mas a comparação é ridícula. Os atuais terroristas palestinos nasceram num caldeirão de revolta pura contra os desmamados dos israelenses, enquanto os nazistas eram movidos apenas por uma crueldade mórbida e pelo desprezo à vida humana.

    Responda
    1. Joel Domingos

      Já defendeu, amigo. O seu jogo de palavras me lembra o bordão do finado Jô Soares: "Não querendo te interromper, e já interrompendo..."

  34. armando moura

    tem mais de quatro mil cri an ças mor tas pelos ataques is rae len ses, crianças pa les tinas importam? Porque não te cala? não gosta de porco mas tem cara de porco.

    Responda
    1. Eloisa Giancoli Tironi

      Cinismo ou não, o que o João Quadros diz é pura verdade.

    2. José Bueno

      Que cinismo, João.

    3. Joao Quadros

      4 mil con6tadas por quem? Ah sim, pelo Jamas, que as capta desde os 4 anos (em sua extrema inocencia) para carregarem b0mb4s em sua smochilas e dare boom nelas (sem as crianças saberem) nas froteiras.

  35. CELSO ACACIOO GALAXE DE ALMEIDA

    Esse artigo diante de quase 20 mil mortes sendo grande parte crianças, apenas deixa claro a mi - o pia da propaganda si$ n% está, dirigida aos inca -utos!

    Responda
  36. Mozart Cabral

    Após a destruição física e extermínio populacional programada pelos atuais invasores da Faixa de Gaza haverá grandes negócios para as construtoras, claro, seguida da ocupação pelos colonos descendentes das Tribos de Rúben, Simeão, Judá, Zebulom, Issacar, Dã, Gade, Aser, Naftali, Benjamim, Levi, José e seus filhos Manassés e Efraim, tudo nos conformes da Torá. Mas, e o Direito Internacional e Humanos? A Justiça Ocidental irá instaurar um novo Tribunal de Nüremberg?

    Responda
  37. Marco Borges

    Nada justifica a barbárie ! O governo de Israel, faz da invasão à Palestina, um preceito pra justificar sua escalada de opressão sem tréguas. O holocausto, também houve na África, sendo um horror em nome de império belga. A Rússia tem de parar ! Israel tem de parar ! Os posseiros, garimpeiros e políticos inescrupulosos tem de parar de fazer o genocídio dos povos originários do Brasil ! Tem de parar !

    Responda
  38. joão moreira

    Quando um piloto de jato israelense apertar um botão e lança um míssil sobre um hospital na Faixa de Gaza, o que significaria isto aos olhos do missivista?

    Responda
    1. Marcus Castro

      Significa apenas que você está lendo muita ficção preparada por terroristas.

    2. ALMERITA TEIXEIRA DE LIMA

      Significa que não vai mudar em nada a visão de quem acredita que o nazismo foi a origem de todo mal. A única, aliás.

  39. joão moreira

    Quando um piloto de jato israelense apertar um botão e lança um míssil sobre um hospital na Faixa de Gaza, o que significaria isto aos olhos do missivista?

    Responda
  40. Robson J Oliveira

    Realmente, a historia esta vendo nascer o holocausto palestino.

    Responda
  41. MARCELO Cunha de Souza

    O calunista, sim, com A mesmo, esquece do haganá, da Nakba, dos estupros e assassinatos cometidos por judeus quando invadiram a parte da palestina que não lhes fora dado. Isso se chama memória seletiva. Aqui ela é usada em campanha aberta pro Israel e sem medo de ferir a inteligência alheia. Esse sujeito deveria ler Misoguchi

    Responda
  42. Eloisa Giancoli Tironi

    Hamas é uma organização terrorista islamista de ultradireita. Associada aos movimentos islamistas que agem no Oriente Médio (perseguindo muçulmanos), Europa, África e Oceania. O que fizeram em 7 de outubro é simplesmente uma pequena amostra de seu modus operandi. Têm asseclas também no Brasil. Ingênuos e gente com déficite de conhecimento são aqueles que se recusam a querer ver a realidade das organizações islamistas assassinas. Não pensem que não estejam às nossas portas.

    Responda
    1. Joao Quadros

      Porque o proposito delas é conquistar o mundo e matar com crueldade os opositores

  43. Felipe dos Santos Gomes

    Os colegas que estão comentando, em sua maioria, entenderam o artigo incorretamente. O argumento do autor se fecha no penúltimo parágrafo, atribuindo a equivalência do mal absoluto ao lado agressor que tem o controle. Não é uma crítica feroz ao 7 de outubro, mas uma crítica à reação do estado. Mais um artigo antissemita. Sofisticado, mas reducionista como os demais.

    Responda
  44. armando moura

    tem mais de quatro mil cri an ças mor tas pelos ataques is rae len ses, crianças pa les tinas importam? Porque não te cala?

    Responda
  45. Henrique Richter Caron

    Não dá pra levar a sério um artigo desses. O americano parece viver numa bolha sem desconfiar da própria decadência.

    Responda
  46. Reinaldo da Silva

    A distorção e a nítida propaganda desta matéria ultrapassa ao cinismo que as mídias tradicionais adotaram no conflito. Ross Douthat elabora um texto em tons pessoais para sensibilizar o(a) leitor(a), obscurece a sua intenção ideológica de aprovação as atrocidades que Israel vem realizando a mais de 60 anos aos palestinos. Chega ao cúmulo de "equiparar o Hamas à frieza dos nazistas". Mas, sua defesa do governo de Benjamin Natanyahu é inescrupulosa.

    Responda
  47. Francisco Blazquez

    Para os que morreram assassinados, pelo Hamas ou pelos nasis não faz diferença alguma o grau de mal de seus executores. Relativizar o mal de matar civis demonstra falta de caráter.

    Responda
  48. Rubens Ventura

    Será que o que acontece hoje, com toda a informação que temos é justo aceitar a volúpia guerreira de dizimar milhares por vingança?

    Responda
  49. Edson Miranda

    Boa parte dos argumentos do artigo, é confirmada pela visão rebaixada, reducionista, bruta mesmo, do evento e do mundo que podemos extrair nos três primeiros comentários. Acaba logo mundo véio, deixa o novo florescer!!!!

    Responda
    1. Antonio Araújo

      Exatamente. Gente estúpida e hipócrita.

  50. Wilson Rossi

    Muito bem colocado José. O povo está ali, a mercê, o aparato tecnológico a disposição para executar as pessoas. Tudo meticulosamente planejado. Como classificar a resposta monstruosa?

    Responda