Comentários para:

A falácia do golpe

VER COMENTÁRIOS EM Lygia Maria

Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Nestor Bercovich

    Foi golpe não apenas pelo procedimento, mas também porque as políticas públicas do Temer foram na contramão das políticas votadas em 2014.

    Responda
  2. Ronaldo Almeida

    Golpe de Estado é quando um setor do aparelho estatal derruba o governo de plantão por meios que não o sufrágio universal. A "doutora" despreza totalmente o fato de os golpes ocorridos da última década do século passado, como em Honduras, no Paraguai e no Brasil tiveram a mesma característica: foram orquestrados pelo legislativo em aliança com o judiciário. Em tempo: fracasso na condução da política econômica não legítima o golpe.

    Responda
    1. Ronaldo Almeida

      Vinicius, exatamente. São as surpresas da luta de classes. Os aparatos judiciário e legislativa, com amplo apoio da imprensa criaram as condições para o golpe. O tiro saiu pela culatra, abriram caminho para o neofascismo, que ameaça a existência dessas mesmas superestruturas. Quando o desastre consumou-se, voltaram atrás para viabilizar a candidatura do único capaz de derrotar eleitoralmente o inominável.

    2. Vinicius Branco

      Golpe de Estado sob as vistas do Lewandowisk e com beneplácito do STF. Eh isso?

  3. Ronaldo Almeida

    Golpe de Estado é quando um setor do aparelho estatal derruba o governo de plantão por meios que não o sufrágio universal. A "doutora" despreza totalmente o fato de os golpes ocorridos da última década do século passado, como em Honduras, no Paraguai e no Brasil tiveram a mesma característica: foram orquestrados pelo legislativo em aliança com o judiciário. Em tempo: fracasso na condução da política econômica não legítima o golpe.

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Eh verdade, mas o Lewandowski legitimou. Não basta?

  4. ademir sampaio de campos

    Visivelmente a colunista aí tentando livrar a cara do seu mito bozolóide. Perdeu mané, não amola .

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Que comentário profundo! Vc deve se orgulhar dele, não?

  5. Andre Moraes

    Interessante ver uma mentes distorcida por ideologia fazer uma análise política, pelo paradigma do ódio e da confrontação tribal do nós x eles, tendo como sugestão que o diálogo deveria ser interrompido por movimentações ocorridas no passado; pior, estabelece uma relação causal estapafúrdia, de que a relação entre as partes no presente comprova uma falácia de narrativa de golpe do passado. Tendo a crer que os anos de estudo ou doutrinação em SC tenham influenciado.

    Responda
    1. Andre Moraes

      Vinicius, pouco me importa sobre o que você pensa sobre meu raciocínio. Se você acha que é coerente e sadio interromper interlocução na política, o problema não é bem com o meu raciocínio.

    2. Vinicius Branco

      Seu texto me lembra o raciocínio da Dilma.

  6. Nestor Bercovich

    Argumento fraco, quase absurdo, que não serve para entender a realidade. Poucos duvidam que o 8J foi uma tentativa de golpe do bolsonarismo. Mesmo assim, o governo Lula dialoga com atores políticos e militares que foram omissos ou diretamente apoiaram o golpe: acaso isso levaria à conclusão que o 8J não foi golpe?

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Se precisar, ate com Maluf, Valdemar e Lira. Quanta coerência!

  7. MAURO TANIGUCHI

    Caramba! Não podia imaginar que alguém pudesse elaborar raciocínio mais torto! Beira ao patológico!

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Basta criticar o PT para ser chamado de louco.

  8. ANTONIO CAMARAO

    Mais uma admiradora do "mito"

    Responda
  9. ANTONIO CAMARAO

    Mais uma admiradora do "mito"

    Responda
  10. Décio Estevão Do Nascimento

    Realmente é um risco misturar golpe efetivo com narrativa de golpe. Todo mundo sabe que impeachment é uma válvula de escape do sistema presidencialista para que a sociedade não tenha que sangrar durante 4 anos em função de uma má escolha, muitas vezes induzida por farsa eleitoral. É um processo custoso, por isto defendo o parlamentarismo.

    Responda
  11. Hilton Japyassú

    Evidente que para não sofrer outro golpe o PT tem que granjear apoio político, e portanto tem que se aliar aos golpistas. Mesmo porque era o único meio de ganhar uma eleição contra o abominável. Além disso, impedimento não se aplica sem justificativa legal, e as ditas pedaladas de Dilma são um escárnio enquanto justificativa.

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Nelson, vale a pena vc ler uma biografia de Lenin. Se conseguir interpretar o texto, claro.

    2. ENNIO BALDUR HAMMES SCHNEIDER

      Vinícius, o Lenin que proferiu essa frase?! Não seria o caso de você seguir a tua própria sugestão abaixo; o de voltar aos bancos da escola?

    3. Vinicius Branco

      Eh a velho e surrado princípio de Lenin: para chegar ao poder, não importam os meios, importam os fins. Ainda que tenha que enaltecer o Maluf e pisar no pescoço da Erundina. O PT sendo PT.

  12. Bruno Araujo

    Fraco o argumento.

    Responda
  13. José Carlos Soares Costa

    Tenho que reconhecer a arte de escrever tanto e não dizer nada, lembrando o politico Paulo Maluf que sempre que perguntado sobre algum tema espinhoso, fazia longo discurso sobre um tema que nada tinha haver.

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Volte para escola, e fique la ate aprender a interpretar um texto.

  14. Edemar Afonso Gonçalves

    Escárnio é a conclusão da fãmula da plutocracia que não houve golpe...

    Responda
  15. antonio lopes

    Quem desestabilizou a Economia no Governo Dilma foi a QUADRILHA da Lava Jato chefiada pelo Moro, quebrando as maiores empreiteiras do País de forma proposital para jogar a população contra o governo.

    Responda
  16. Manoel Cardoso

    Perdeu manezinha, não amola

    Responda
  17. Manoel Cardoso

    Conclusão maluca, conclusão bolsonarista.

    Responda
  18. Ricardo Arantes Martins

    Não houve golpe contra Collor ou Dilma eis que há previsão legal e o Congresso é Soberano. Mas mesmo que assim não fosse temos que todos aqueles que votaram a favor do impedimento de Collor não poderia falar nada quanto ao impedimento de Dilma, seria hipocrisia. eis que Tanto Dilma quanto Collor foram absolvidos criminalmente de suas acusações. Importa que não podemos espancar as instituições como o petismo massifica sua militancia. a culpa é do STF e congresso golpistas, imprensa, coisas assim.

    Responda
  19. maria araujo

    As coalizões do PT comprovam que a boa política não é feita de ressentimentos ou mágoas, é feita com propósitos e um pelo menos um estadista É a História que julga os atos dos agentes públicos Já a interpretação dos fatos depende do alcance de cada um de nós

    Responda
  20. Daniel Almeida

    Uma análise que me deixa triste. Se mostra rasa e desrespeitosa. Independentemente do posicionamento, um jornal como a Folha merecia uma análise mais aprofundada e que ao menos considera outros interlocutores como válidos, o mínimo para uma análise política de qualidade e que preza realmente por uma sociedade plural e democrática.

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Faltou dizer o que o texto tem de errado. Mais facil atacar o autor do que o texto, ne?

  21. Antonio Thadeu Wojciechowski

    Que análise mais tosca, a que ponto desceu a Folha.

    Responda
  22. José Bernardo

    Daniel Baremboim, ju deu, regeu a Filarmônica de Berlim e com ela tocou em Jeru salém: segundo a linha argumentativa do artigo, isso prova que a tese do Holo causto é uma falácia...

    Responda
    1. José Bernardo

      Errata: Barenboim.

  23. Edson Muniz de Araujo

    Que raciocínio sem lógica nenhuma, simplificou de maneira esquisita um momento histórico, será q essa pessoa realmente estudou o assunto ou sabe exatamente do que está falando?. Difícil acreditar..

    Responda
  24. Maria jose dos santos

    Não houve golpe e sim inexperiência de governar e a nao ceder as chantagem das emendas desse Congresso ruim.Agpra o pior é querer enganar os seus eleitores a verdade parecer mentira .isso é muito Ruim do que reconhecer e pedir desculpas a militância e os que votam no PT.

    Responda
  25. Rosa Alice Ferro Amaro

    Sempre um "especialista" justificando qualquer coisa. Agora parece que caiu a ficha, afastar pessoas eleitas com chicanas jurídicas provoca desordem institucional. Simples assim.

    Responda
  26. Evandro Sada

    Na próxima eleição defendo a chapa Lula - Valdemar Costa Neto. A apoteose da Vagabund*gem, do oportunismo e da sem-vergonhice.

    Responda
    1. Edemar Afonso Gonçalves

      Waldemar já está comprometido com a periquete Sada, não vai rolar a chapa que vc propõe.

    2. Edemar Afonso Gonçalves

      Waldemar já está comprometido com a periquete Sada, não vai rolar a chapa que vc propõe.

  27. Hipolito Lima do Carmo

    Mas uma uma da turma do Michel temer junto com os bozominios

    Responda
    1. Esechias Araújo Lima

      A pura verdade e o suprassumo da lógica o artigo da Lygia. Condenam o texto sem contra-argumentos.

    2. Joel Pedt Silvestre

      Numa lista em que aparecessem, por exemplo, Clóvis Rossi , Juca Kfouri , Jânio de Freitas , Mônica Bergamo , José Simão , Reinaldo Azevedo , Paulo Vinícius Coelho , Barbara Gancia , Antônio Prata e/ou Ruy Castro , essa senhora, autora dessa aleivosia, nem seria lembrada. Aliás quem é Lygia mesmo?

  28. Julio Louzada

    Um pouquinho atrasada sua análise, tivemos uma fusão recente, quase umbilical, entre a classe política e os militares hospital, muitos deles ainda defensores abertos da ditadura militar. Vc ficou quietinha, tal qual a FSP.

    Responda
  29. José Fernando Marques

    A colunista escolhe um tema arquipolêmico... As circunstâncias mudam e com elas mudam os atores e suas atitudes. Os que derrubaram Dilma não o fizeram por seus erros econômicos. Aproveitaram-se desses erros. Não posso acreditar que Lygia e Eduardo Cunha saiam de mãos dadas neste carnaval.

    Responda
  30. Antonio Renato de Andrade

    Respeito a opinião da colunista. Mas é apenas uma opinião. Uma narrativa que manipula informações verdadeiras para uma associação de causa-efeito que não condiz com a realidade. Foi golpe sim. Foi um golpe articulado ardilmente por ala conservadora que culminou na tragédia genocida da família miliciana. Usando da lógica construtiva da colunista, o 8 de janeiro foi apenas uma baderna sem maiores consequências.

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Esqueceu que quem pois o Bozo no poder foi a soberba do PT?

    2. ENNIO BALDUR HAMMES SCHNEIDER

      Cento por cento apoiado!

    3. Esechias Araújo Lima

      Como o foram os quebra-quebras de 2014 e 2017? Sim, porque todos tiveram o mesmo grau de destruição.

  31. Marco A Moreira

    Excelente artigo. A Folha é a culpada por contratar colunistas que ousam questionar o Lulaplanismo e suas alianças criativas - para usar um termo aplicado ao STF.

    Responda
  32. Dario Lima

    Expressões errôneas são usadas comumente na política e principalmente na mídia, quando classifica o PT de esquerda e Bolsonaro de conservador, nesse caso, são os jornalistas defendendo os interesses do patrão, caso a denominação fosse correta PT do centro esquerda, o bolsonarismo teria que ser indicado invariavelmente de extrema direita religiosa, militarista, no segundo caso fere os interesses.

    Responda
  33. Nilton Pereira dos Santos

    Escárnio mesmo é este artigo que eu acho que nem a própria colunista acredita no que escreve. Raso e intelectualmente desonesto, pra dizer o mínimo. Impeachment sem crime é o quê?

    Responda
    1. Vinicius Branco

      Desonesto eh vc que ataca a autora, e não o texto.

  34. Rafael LuZ DE ASSIS

    A aliança do partidos dos trabalhadores a esse personagens é um tanto contraditória é verdade. Agora negar que o processo que levou a Dilma ao Impeachment não foi as margens da constituição também me parece uma falácia. Na constituição se declara que apesar de o julgamento ser político, a causa a de ser jurídica. O argumento jurídico foi fraco (Dilma foi inocentada no julgamento posterior). A questão política também é conflituosa. O já capenga 2° mandato dela foi sabotado pelo congresso.

    Responda
    1. Esechias Araújo Lima

      Perfeito, Rafael. O que Alkmin disse de Lula, no entanto tornou-se seu vice. Nada é estranho na política brasileira.

  35. José Eduardo de Oliveira

    ixa II. alguém ai relatou outro golpe de estado, por conta de um Fiat Elba... o que o seu ex--presidente fez como os brasileiros que estão vivos e os que morreram por conta dele, sem contar os saques ao erário, dele e de sua estirpe ebúrnea, comparado com o Fiat, mereciam um golpe ou um impeachment? antanho, maria antonieta poderia estar na mesma fila que ele...

    Responda
  36. ULISSES RIBEIRO ROCHA

    Absurdo. Mudaram as políticas públicas a partir do golpe ou não? O país só regrediu nos últimos 6 anos. A questão climática foi jogada no lixo. Madaram o povo brinca de armimha. Há políticos que não se importam se o povo nada no esgoto.

    Responda
  37. Marcelo Fogaça

    Impedimento sem crime de responsabilidade em um país que não é um regime parlamentarista é golpe. Vide temer e o inominável. Agora alianças pragmáticas com apoiadores( arrependidos em sua imensa maioria) do golpe não legítima o mesmo.

    Responda
  38. Gregorio Amarante

    Que delicia de texto! É claro que não foi golpe!

    Responda
    1. Esechias Araújo Lima

      Tudo leva a crer que foi. O estranho é protagonistas e prejudicados estarem, hoje, unidos e brindando.

  39. Fatima Marinho

    Foi golpe disfarçado de legalidade. O fato dos políticos não guardarem rancor e se aliarem em torno de outras pautas mostra como é difícil fazer política com o fígado como quer a colonista.

    Responda
  40. Leonardo Trindade

    Este texto faria mais sentido se focasse apenas nas alianças políticas com golpistas ao invés de tentar passar o carro na história. No mais, a maturidade nos ensina a engolir pílulas amargas em nome da saúde da democracia.

    Responda
  41. Celso Queiroz

    foi golpe

    Responda
  42. Fernando Santos

    Claro que foi golpe. Um GOLPE DE SORTE!!! Quem acha que foi golpe mente pra si mesmo apenas pq não admite que a Dilma foi um desastre, não tinha apoio popular e claro, fez malabarismo nas contas. Ahh, mas e o Bolsonaro? Ele também deveria ter sido destituído, mas isso não anula a legalidade da saída da Dilma. Não estamos em uma competição de gente ruim!

    Responda
  43. Felipe Araújo Braga

    Lygia, realmente as políticas econômicas de Dilma foram ruins e ela não tinha habilidade política, mas o que dizer de Bolsonaro? Que causou uma situação muito pior?

    Responda
  44. Jaime Antônio Sardi

    Boa parte dos articulistas, montam títulos pra chamar a atenção e atrais mais mais leitores....sei dessa tática rasa....portanto nem sequer perco tempo lendo-os.

    Responda
  45. SOLANGE DE OLIVEIRA

    Que pessoa cheia de ódio! Só para te esclarecer: foi golpe.

    Responda
  46. Pedro Guerra

    “Já que Stalin e Roosevelt se aliaram contra Hitler, é óbvio que os americanos são comunistas.” É mais ou menos isso o que acontece quando se “analisa” politica sem levar em conta o contexto e as circunstâncias ou se analisa politica querendo limpar a propria barra por ter apoiado um golpe.

    Responda
  47. José Eduardo de Oliveira

    ixa. de vez em quando é bom ouvir o outro lado que fala claramente sobre o outro lado. mas falácia mesmo é acreditar em políticos poleiros de patos que querem empoleirar no campanário, mas não limpam os pés, ainda que sejam patas...

    Responda
  48. Evando de Abreu

    Dilma não tinha condições de governar nada. Ela não foi reeleita, Aécio ganhou, mas as urnas, quase no final lhe tirou a vitória. Urnas sem recibo só existem no Brasil.

    Responda
    1. julio alves

      Eita gah do véi! Achei que com a inelegibilidade do geh no cyda essa coisa da urna já já ia sido enterrada...mas não!

    2. AVELINO IGNACIO BUDU GARCIA

      Muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu

    3. Rafael LuZ DE ASSIS

      Urnas sem recibo, só na sua cabeça.

  49. Hermes Yaly

    Se as pedaladas não são crime de responsabilidade, o que é a compra de um Fiat Elba com sobras de campanha pelo Collor, a razão da sua derrubada? Dilma atrasou, em média, 21 meses os repasses à União, contra 7 meses de Lula e 6 de FHC. O volume dos repasses represados, então, foi muito maior do que o de seus antecessores e colocavam em risco as finanças do país todo. Se isso não é crime de responsabilidade, os petistas que devolvam o mandato do Collor.

    Responda
    1. LUIZ FERNANDO SCHMIDT

      Que eu saiba, Dilma, com as milionárias pedaladas, não comprou nenhuma frota de Mercedes, Audis e BMW para ela. Foi só uma Elba, mas Collor a comprpou para proveito pessoal. Acho que faz diferença.

    2. Hermes Yaly

      @Joel P. Silvestre: O que dizer de um presidente como o que você descreveu? Um desastre terrível, para ser bem sucinto. Agora, por favor, responde para mim: por que todo esquerdista acha que quem critica Lula ou o PT é, obrigatoriamente, um bozista juramentado em cartório? Vocês acham que todo mundo tem que ter um ídolo para reverenciar, por mais desonesto e incompetente que ele seja? Há muitas pessoas que consideram Lula e Bozo dois corruptos incompetentes e estão cobertos de razão.

    3. Hermes Yaly

      @Gregório Amarante: pagando bem, que mal tem? Obrigado!

    4. Joel Pedt Silvestre

      E o que dizer de um presidente que nega vacina ao povo e oferece remédio antiparasitologico em substituição? Ou um mesmo que rouba presentes pertencentes ao Estado?

    5. Gregorio Amarante

      Wow! Tu deveria escrever um artigo sobre isto para a Folha Hermes! Falou tudo!

  50. jose eduardo serrao

    Ulysses se aliou a Sarney, mas acho que vc ainda era criança.

    Responda