Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Tadêu Santos

    Finalmente uma catarinense sensata abordando temas delicados e oportunos, como da ONU permitir que o rea√ßa Ir√£ v√° presidir um evento sobre direitos humanos, da mesma forma que coloca petrol√≠feros nas COPs clim√°ticas, que pode repetir o erro com a COP30 no Brasil, pelo qual estamos apontando a min Marina do MMA, que supera os do ME e Petrobr√°s ou mesmo o governador do Par√°, estado que mais desmata e minera ilegal no Brasil, al√©m de ser pr√≥ explora√ß√£o de petr√≥leo na foz da bacia amaz√īnica!!!

    Responda
    1. Tadêu Santos

      Compartilho contra a neura mundial, pois parece ser estrutural, como o racismo e outras babaquices que a sociedade discrimina como a covarde perseguição às mulheres, brutais em alguns países como o Irã, que a própria ONU faz vista grossa e mesmo motiva como colocar o país coordenando um evento sobre direitos humanos.

  2. Marina Gutierrez

    Uma carnificiana contínua e televisionada 24 horas por dia, 7 dias na semana há mais de 100 dias, mortos enterrados em valas comuns, cadáveres putrefatos sob os escombros, corpos desmembrados, crianças com membros amputados, milhares de feridos, sobreviventes desabrigados , famintos e sedentos, hospitais destruídos, violência sem igual perpetrada pelo estado de Isreal, que nunca respeitou sequer uma resolução da ONU e a autora tem a hipocrisia de denuncia o Irã e a ONU.

    Responda
  3. Pedro Luis S C Rodrigues

    A ONU é patética, cada vez mais irrelevante, rumo ao fim, mas não pode reclamar da sorte, cavou a própria cova .

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      A ONU n√£o era pat√©tica quando criou um estado para os sobreviventes do povo judeu europeu depois da segunda grande guerra. A ONU vem denunciando h√° d√©cadas a violencia que o governo de Isreal comete contra o povo palstino e j√° aprovou in√ļmeras resolu√ß√Ķes para que Israel desocupe o territorio palstino mas o governo de Israel, com o apoio dos USa, ignora essas resolu√ß√Ķes. Os sucessivos governos de Israel desrespeitam as regras do mundo civilizado.

  4. El√°dio Gomes

    Nesse galinheiro tem muitas raposas, guria. Mas você costuma selecionar, né?

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      E como selecionou... n√£o mencionou nem de longe a grande raposa...

    2. JOS LEANDRO

      ga√ļcho!!

  5. M√°rcia Meireles

    Achei o texto ingênuo. No planeta da diplomacia, da geopolítica, todos conversam. Por mais execrável que seja, é preciso conversar até com o Putin. E sobre quem vende arma para quem, algumas potências ocidentais vendem para quem não deveriam vender...essa seara armamentista é bem complexa.

    Responda
  6. Karina Kanazawa Rienzo

    N√£o sei a quem temer mais, se os aiatol√°s ou os rabinos at√īmicos. Que mundo!

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Bem lembrado, os aiatolás nunca invadiram o territorio de nenhum visinho e não ocupam militarmente nenhum povo, não praticam o sistema de apartheidm e nem fazem guerra ininterrupta contra um povo sem exército.

  7. Karina Kanazawa Rienzo

    N√£o sei a quem temer mais, se os aiatol√°s ou os rabinos at√īmicos. Que mundo!

    Responda
  8. Orasil coelho pina

    " Parece piada". N√£o! √Č piada de terr√≠vel mau gosto mesmo! Lembremos tamb√©m da UNRWA na Palestina!

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      SIm, lembrem-se das suspeitas sobre a UNRWA que foram anunciadas apenas depois que o estado de ISreael foi denuncciado na corte do ICJ. e esqueçam os 25 mil mortos, 10 mil crianças, os amputados, os feridos, os que morreram lentamente sob os escombros de edificios destruidos por bombas, os famintos, os sedentos, etc.

  9. Orasil coelho pina

    Parab√©ns! " Parece piada". N√£o! √Č piada de terr√≠vel mau gosto mesmo! Lembremos tamb√©m da UNRWA na Palestina!

    Responda
  10. José Roberto Pereira

    A Conib que pagou an√ļncio de p√°gina inteira ali ao lado no impresso, j√° a contactou por qualquer meio?

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      O artigo parece ter saido diretamente dos porta-vozes do Bibi.

    2. DANIEL ROUSSO

      Boa ideia, grato pela sugest√£o.

  11. DANIEL ROUSSO

    As rela√ß√Ķes internacionais s√£o norteadas por interesses . N√£o existe moral, quando muito, o faz de conta das apar√™ncias.

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Enquano isso em Gaza, milhares mortos, outros tantos amputados, falta de √°gua, comida, remedios, uma media de 200 mortos por dia...

    2. Francisco Vieira

      Concordo com o fato de que o política se caracteriza pela troca de interesses, não importando quem seja prejudicado, desde que não sejam os políticos, claro.

  12. Antonio Ferreira de Castilho

    ONU e nada s√£o sinonimos!

    Responda
  13. JAYME KOPELMAN

    Xii, Lygia Maria, ao assinar esse seu texto, você atraiu a ira de toda a extrema esquerda brasileira que tem o Irã como país darling do momento. Adicional e paralelamente, os antissemitas também não perderão a oportunidade para te agredir com palavras e mentiras. Prepare-se! JK

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      A hipocrisia deve ser denunciada sempre, principalmente quande serve interesses e quando vem disfarçada como jornalismo.

    2. Marcos Benassi

      Arr√£. T√°.

  14. LUIZ FERNANDO SCHMIDT

    Mas tem país em que a polícia sufoca cidadão com joelho no pescoço e é respeitador dos direitos humanos. Incoerência, não?!

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Um país que fornece armas de graça para outro país exterminar um povo sem exército para defende-lo.

    2. Peter Janos Wechsler

      Quem usou o joelho está em prisão vitalícia. Detalhe.

    3. Ricardo Ferreira

      O pa√≠s citado tem realmente um problema estrutural de racismo, mas n√£o h√° paralelo com uma Rep√ļblica fundamentalista,

  15. Paulo César de Oliveira

    De fato, uma piada sem graça.

    Responda
  16. José Cardoso

    O fato da maioria dos demais aceitarem a indica√ß√£o mostra que ela √© representativa dos governos nacionais. √Č como a alian√ßa de quase todos os partidos, inclusive PT e PL pelo incha√ßo do fundo eleitoral.

    Responda
  17. DIEGO BORGES RAMOS

    Ué ! Parece que nenhum país fabricante de armas jamais presidiu a Comissão de Desamamento ! Ou que paises violadores de direitos humanos deu as cartas na Comissão que trata do assunto. O Irã comete crimes conttra a humanidade, é evidente mas Israel também o faz, com armas fornecidas pelos Estados Unidos e demais países do Ocidente. E quanto a apoiar grupos terroristas em outros países, quantos grupos os Estados Unidos armaram em outros cantos, desde que lutassem a favor dos seus interesses ?

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Bingo!

    2. DANIEL ROUSSO

      Is ra el se defende, é diferente.

    3. Marcos Benassi

      Outra ótema dedada no'zóio!

    4. ENNIO BALDUR HAMMES SCHNEIDER

      Truuuco!

  18. Luis Nascentes

    Mat√©ria horr√≠vel. Por que essa situa√ß√£o aconteceu? Qual o processo de escolha que permitiu que isso acontecesse? Como poderia ser evitado? Nada, nada. Parece uma reda√ß√£o escolar de um estudante indignado mas que nada sabe acrescentar de conte√ļdo. Fosse Enem, n√£o passaria nem nos crit√©rios m√≠nimos.

    Responda
    1. CARLOS ALEXANDRE PERGER

      Penduricalhos de retóricas vazias não faltam, a semiótica é essa.

    2. Marcos Benassi

      Excelente dedada no'zóio!

    3. LUIZ FERNANDO SCHMIDT

      Super inteligente. Parab√©ns Lu√≠s. De fato, outros "desqualificados" j√° presidiram temporariamente comiss√Ķes na ONU.

    4. Daniel Sampaio de Azevedo

      Nossa, que coment√°rio inteligente.

  19. José Ricardo Braga

    Achar que a Onu poderia 'n√£o permitir' alguma coisa causa estranheza pois n√£o faz parte de seus poderes, ela n√£o √© um governo mundial. Talvez o Conselho de Seguran√ßa tenha algum poder neste sentido, mas obviamente seria entendido como picuinha. Presid√™ncias rotativas √© normalmente o m√©todo, portanto EUA deve ter sido Presidente, R√ļssia, Ar√°bia Saudita, a raposada toda...

    Responda
  20. Fernando Alves

    Deviam ter colocado a Arábia Saudita, aliada dos EUA, e que atacou os agora chamados de "rebeldes Houtis" quando os mesmos controlavam o governo do Iêmen simplesmente porque eram a favor dos governantes anteriores e causaram uma guerra civil que causou 400 mil mortes, inclusive com muitos bombardeios feitos pelos EUA. Esses podem "controlar o comitê de desarmamento", ou "os direitos humanos", quando apoiam que um país transforme um território em um gueto, controlando água, luz, liberdade.

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Aquela do principe... cujos "assessores" dissolveram o jornalista?

  21. GERONIMO APARECIDO DALPERIO

    Quero crer que esta indica√ß√£o seja para conflitar com a atua√ß√£o interna e de uma pol√≠cia de costumes que elimina por um simples uso irregular do hijab. Fica, sim, a estranheza dessa indica√ß√£o. Esperar o que n√©? Se suas decis√Ķes para promover a paz n√£o s√£o cumpridas. Que o diga os americanos mundo a fora. Raposa?!, porque n√£o o tamandu√°, esse tem bico e l√≠ngua grande.

    Responda
  22. Paulo Jr

    A ONU deveria ser um ponto de encontro da alta burocracia diplom√°tica mundial, mas a tenta√ß√£o de aumentar as atribui√ß√Ķes do √≥rg√£o (naturalmente aumentando a demanda por profissionais de governos pelo mundo inteiro, o que nunca incomoda um burocrata) a faz passar por esse tipo de situa√ß√£o, absolutamente vexat√≥ria.

    Responda
  23. Alexandre Pereira

    Um artigo corajoso. A ONU se transformou em um reduto de hip√≥critas, gritando paz de um lado e financiando terrorismo e opress√£o de outro. O triste √© que n√£o √© piada, mas a t√īnica esquizofr√™nica e corrupta dessa institui√ß√£o. Credibilidade j√° n√£o √© um problema, pois n√£o existe. Infelizmente, parece que Trump, o midi√°tico inconsequente, tem raz√£o. Fim dos tempos.

    Responda
    1. Alexandre Pereira

      N√£o Marcos, nada tem a ver com a recente constata√ß√£o do √≥bvio, mas sim em ver representantes de na√ß√Ķes que cultivam o terrorismo, o assassinato, como meios pol√≠ticos, √† frente de comit√™s relacionados a direitos humanos, uma hipocrisia sem tamanho e uma permissividade inaceit√°vel, que lan√ßa sombras sobre qualquer boa inten√ß√£o por parte da ONU. Neutralidade tem que ser distinta da falta de princ√≠pios.

    2. Marcos Benassi

      Alexandre, prezado, se por "financiando terrorismo e opress√£o" voc√™ toca na quest√£o da den√ļncia Iiissraelense de uma d√ļzia de funcion√°rios participando do ataque do Hhhaamas, em meio a milhares de funcion√°rios - que ainda dever√° ser investigada independentemente, ali√°s - eu pergunto se n√£o h√° algum exagero na asser√ß√£o. A ONU tem fun√ß√£o important√≠ssima em diversos locais do Mundo, ainda que acabe sendo leniente com uma s√©rie de barbaridades, mormente perpetradas por pa√≠ses de grande estatura.

  24. CARLOS SANTOS

    Os USA se apresentam como o agente 007; tem permiss√£o p matar (milh√Ķes, tds os anos), pode? Alguma cr√≠tica? √Č a nova Teoria da Evolu√ß√£o? Quem sobreviver ao crimes deles √© pq se adaptou ? Absurdo.

    Responda
  25. LUIZ LEAL

    A grande raposa - que interfere em todos os conflitos do mundo, que √© o maior fornecedor de armas para o mundo, que foi o √ļnico pa√≠s que usou bombas at√īmicas contra popula√ß√Ķes civis, e que atualmente patrocina o maior geno cidio do s√©culo - toma conta do galinheiro todo, e n√£o s√≥ de um Conselho, h√° d√©cadas.

    Responda
    1. Marcos Benassi

      Poi Zé, caro Luiz. Eu ainda ressalto o fato de que é relevante não excluir como párias países que pisem na bola - Iiissrael pode ser exemplo, ao lado do Irã - uma vez que, se queremos *negociação* como forma de resolução de conflitos, é necessário manter os pares na mesa. Não há lugar pra sectarismo junto à palavra negociação.

  26. Marcos Benassi

    Uai, Lygia, estou comentando o artigo "de amanh√£"? N√£o t√ī acostumado a essas pervers√Ķes temporais, n√£o. Enfim, uma pervers√£o por outra, aponto ao seu primeiro par√°grafo e pergunto: por que usar o exemplo do Iraque se Iiissrael est√° KHagando e andando Agora em cima dos cad√°veres Pppaalestinos, *com d√©cadas de desrespeito* √†s decis√Ķes da ONU? Jornalisticamente, temer√°rio √© apontar o dedinho pro Ir√£ e sua escalada nuclear sem dizer do TrAmp e sua inc√ļria. Melhor t√™-lo em negocia√ß√Ķes do que escante√°

    Responda
    1. Marcos Benassi

      Bem, Alexandre, jornalismo e tamb√©m feito da escolha de fatos, seu relacionamento entre si e com o momento. Ningu√©m defende Iiissrael escolhendo falar do aprisionamento no Egito antigo, n√©? Escolhe-se, pela relev√Ęncia, o hhhoolocausto. Assim como, por *relevante e em curso*, o corrente desprezo de Iiissrael pelas delibera√ß√Ķes da ONU √© exemplo vivo da inoper√Ęncia da ag√™ncia. A escolha jornal√≠stica indica a op√ß√£o por um lado da hist√≥ria ("narrativa", que seja), que pode perfeitamente ser criticad

    2. LUIZ LEAL

      Lembrando Marcos, que na década de 80 os Estados Unidos patrocinaram o Iraque de Saddam Houssein para invadir o Irã, causando milhares de mortos dos dois lados. O mesmo Iraque que depois foi arrasado pelos Estados Unidos, que mantém lá seus soldados até hoje, fomentando a propalada instabilidade na região.

    3. Alexandre Pereira

      Porque o Iraque nunca esteve nem aí para os Palestinos, exceto como massa de manobra, e nunca foi referência para reclamar dos direitos humanos em país nenhum? Até para alinhamento com narrativas deve haver um limite, Marcos.

  27. NIvalde Castro

    Piada √© o que Israel faz com as resolu√ß√Ķes da ONU.

    Responda
    1. DANIEL ROUSSO

      Se fosse seguir certas resolu√ß√Ķes hip√≥critas, Is ra el teria desaparecido como querem seus inimigos.