Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Paulo Silva Barbosa

    "Pornografia é arte ?" Onde ? Na psiquiatria tem um departamento para cuidarem de mentes viciadas neste tipo de opção .

    Responda
  2. José Cardoso

    Embora concorde com o ponto de vista do colunista, essa discussão parece meio sexo dos anjos. A descriminalização da maconha e do aborto são temas muito mais reais e importantes, e onde acredito ambos os debatedores estão de acordo.

    Responda
  3. Vera Maria da Costa Dias

    O autor está sempre atrás de uma boa polêmica. Essa agora não é das mais construtivas, não vejo o que tirar disso. Meio sem argumentos, termina a coluna apelando pra Romeu e Julieta. Queiram ou não, a humanidade evoluiu e ficou evidente que é preciso proteger a infância sim. Por mim, já pode mudar de assunto.

    Responda
  4. Nilton Silva

    Para mim não existe a menor dúvida de que nos extremos da política estão fervilhando de fanáticos.

    Responda
  5. FRANCISCO Eduardo de CARVALHO VIOLA

    Temas limítrofes , lidando com personagens e autores que vão dos gênios aos canastroes . Isso semeado num terreno apodrecido como o da internet , torna tudo complexo. Instâncias legais devem ser chamadas a regulamentação. Não eh só chamar de arte e pronto, tá tudo resolvido.

    Responda
  6. Diego Rodrigues

    To gostando desse debate. A coluna anterior me apresentou uma ideia que nunca havia pensado. Não sei o que pensar, realmente parece um 'crime' sem vítima representar a infancia em imagens para pessoas doentes sem uso algum de crianças e parece difícil traçar essa linha que criminaliza potencialmente desenhos, literatura, sei lá o que. Mas há algo que realmente não parece correto, que seria como deixar abrir uma caixa de pandora, normalizar um comportamento aberrante e potencialmente nefasto.

    Responda
  7. Marcelo Arias

    O minimalismo penal é uma falácia, igual a meritocracia... Os injustiçados querem vingança pelo dano moral provocado, especialmente pela sensação de insegurança que permanece e se propaganda com a atitude criminosa (ainda que de baixo potencial ofensivo)

    Responda
  8. Marcelo de Souza

    Não concordo com o colunista quando ele diz que a IA pode ser a solução para casos de pornografia infantil. Criminosos dessa natureza não irão se satisfazer com isso. Mas entendo seu ponto de vista. Agora, a hipocrisia de uma turma supostamente moralista é demais. Basta ver que os vídeos mais buscados da internet são com o termo "teen" (adolescente em inglês). Em que pese que as atrizes são maiores de idade, a fantasia dos caras é uma colegial, enteada, ou filha mesmo, sobrinha, etc

    Responda
  9. Ney Fernando

    Hélio perdeu duas excelentes oportunidades de ficar calado: a primeira quando escreveu sua coluna sobre "pornografia infantil artificial", e a segunda ao insistir hoje na bobagem que havia escrito.

    Responda
  10. Wesley Esteves

    Vindo desse "colunista" nada surpreende. Artigo péssimo, como sempre. O Hélio nunca decepciona em ser ridículo...

    Responda
  11. José Bernardo

    Seguindo a linha utilitarista da "sacada genial" do Hélio, a IA bem pode salvar o mundo: quem sabe o consumo massivo de imagens artísticas, hiperrealistas, de tortura e matança indiscriminada de povos oprimidos, ou de destruição da natureza, não dispensaria a custosa necessidade de mobilização de exércitos e meios para fazê-lo na prática? Fica a dica para uma próxima coluna...

    Responda
    1. José Bernardo

      Juliano, caso leia minha resposta: tudo o que não estou é alinhado com o colunista nessa proposta. Leia de novo, com atenção, meu comentário...

    2. Juliano Danilo

      Nem precisa de IA, dado o sem número de jogos de computador e vídeo game com temas de guerra, tiro, violência e etc. que tem por aí. Você tentou ser irônico mas no fundo está plenamente alinhado com o colunista.

  12. Joel Domingos

    Antes da internet, os caçadores, pescadores bravateiros, mentirosos e outros escandalosos limitavam-se a contar suas façanhas e absurdos na reunião da esquina. Agora, lendo os comentários, ficou mais do que provado o vaticínio de Umberto Eco: "a internet deu voz aos imbecis".

    Responda
  13. Ricardo Knudsen

    Amparo, de modo elegante e honesto, limitou-se a criticar as opiniões do colunista, sem qquer menção pessoal. Já o colunista partiu para o ad hominen, criticando pessoalmente Amparo por ter discordado de suas idéias, além de aplicar-lhe o rótulo de "dito progressista". É o modo autoritário, intolerante e hipócrita de alguém q se diz libertário.

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      Elizabete, é seu direito discordar, mesmo contrariando as evidências, não há lei obrigando as pessoas a terem opiniões racionais. Amparo não faz nenhum comentário pessoal, criticou idéias, basta ler seu artigo para confirmar. Schwartsman foi direto no pessoal, no estereótipo, sugerindo q Amparo é um fanático, para depois complementar com a idéia ridícula de q pornografia é arte e de q Romeu e Julieta é uma obra pornô. Concorda quem quer, eu achei medíocre.

    2. Elizabete Tukaze

      Discordo, o Thiago muito inteligente,tentou colocar sua opiniào apontando o dedo para o Helio,ele apenas respondeu com a carga de conhecimento pesado que ele tem.E foi até muito gentil !!

  14. Marcos Benassi

    É de um dia após o outro que se faz um bom debate: gostei do "tempo real" da coisa. Todavia, criminoso mesmo é pornografia bruta, com gente feia, barbarizando: o que o que a PF está buscando debaixo do tapete bozóide é a Pornografeia da República. Tudo é mórbido, eixcroto, repleto de lascívia incontida. E perdura após o ato, já que não param de ser dizer virgens vestais, mesmo que saibamos claramente que as práticas eram de fazer Saló parecer Vila Sésamo.

    Responda
  15. armando moura

    A criança não está preparada para o sexo, mas para brincar e crescer. As coisas começam a mudar na puberdade. Inserir crianças no mundo sexual, seja lá de que forma for, é muito mais que uma questão moral, é opressão, é subtrair seu direito de ser criança. É um atentado contra a liberdade. Os que querem e defendem isto devem procurar tratamento.

    Responda
  16. Adalto Fonseca Júnior

    O colunista gastando tempo e energia intelectual por mero apreço pela polêmica. Futilidade irrelevante. Vai arrumar o que fazer. Uma caminhada. Lavar uma louça suja.

    Responda
  17. Márcio Oliveira Rabelo

    De qualquer forma, lendo os comentários, alguns até bem fundamentados, não se deixa de perceber certo ranço de hipocrisia e conservadorismo. Melhor do que atacar o colunista, que expõe sua visão, seria mais beneficamente social e inteligível ampliar o diálogo por meio de questionamentos e problematizações sem o apedrejamento do autor. Melhor aprofundar o raciocínio do que atacar como apedrejam mulheres no Oriente Médio. Afinal quem garante que a sua opinião é absoluta e incontestável?

    Responda
  18. paulo werner

    O elogio à própria inteligência vicia. A abstinência expõe o adicto ao ridículo.

    Responda
  19. paulo werner

    Substitua crianças por judeus e o utilitarismo do colunista sai pra janela.

    Responda
  20. FLAVIO CALICHMAN

    Hélio, desculpe mas não tem como consertar e nem como te dar razão. Te acho um cara brilhante e com muito bom senso, mas nunca discordei tanto e tão completamente de uma coluna sua. Dá até para conjecturar se você tem filhos ou não, tamanha a desconexão com a razoabilidade. Como diria o aposentado Marco Aurélio Mello, você claudicou.

    Responda
    1. José Ricardo Braga

      A filha dele ilustra as colunas...

  21. PAULO CESAR BICALHO

    Cunhar a relação de Romeu e Julieta como "possivelmente um estupro presumido" é tão obviamente tolo que dá descarga na inteligência irônica do Hélio...

    Responda
  22. José Ricardo Braga

    Hélio conseguiu produzir uma clivagem automática muito interessante entre os que aceitam a idéia e os que não a aceitam 'de jeito nenhum'. Se transpormos este 'de jeito nenhum' para o tema 'aborto' quem não aceitaria seriam os evangélicos. Usariam até recursos parecidos para se dizerem contra. Conseguiu pegar um peixe grande, o Thiago, nessa armadilha espelhada. Muitas mulheres também, não vi uma defendendo flexibilidade. Os legalistas... Vai fazer um churrascão no Carnaval ! kk

    Responda
  23. Rodrigo Tupinambá Carvão

    Forçou, Helio, nessa vc forçou

    Responda
  24. Márcia Meireles

    Colocar Nabokov, Shakespeare, pornografia e pedofilia no mesmo balaio para defender um ponto de vista é muito rasteiro, sem noção.

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      De fato, desonestidade intelectual do colunista dar a entender que há pornografia nas obras de Shakespeare e Nabokov, soa como a mais obtusa difamação moralista. Alëm do absurdo de elevar simples pornografia comercial ao nível de arte.

  25. Karina Akemi

    Chamaram o Monark p escrever colunas na folha?

    Responda
  26. LUIZ FERNANDO SCHMIDT

    Comparando as obras "Lolita" (Nabokov) e "Romeu e Julieta" (Shakespeare) com pornografia infantil, com pedofilia? É isso? Entendi direito? Pirei.

    Responda
  27. Pedro Luis S C Rodrigues

    Não tenho opinião formada sobre o assunto. Só sei que chamar Thiago Amparo de “brilhante” nem como ironia funciona, embora ele tenha um ponto neste caso quando diz que preocupações praticas devam se sobrepor as abstrações teóricas. No mais, não precisa recuar até Shakespeare. Tem idolo vivo da MPB que pegou garota de 13 anos quando tinha 40

    Responda
    1. Joaquim Rosa

      Quem pegou a menininha foi o cantor. E se gabou.

    2. Ricardo Knudsen

      Vc tbém acha q Romeu e Julieta é uma história porno-pedófila? Deixa eu te explicar: Shakespeare não pegou nenhuma menina, e não há cenas pornográficas em Romeu e Julieta!

  28. Joel Domingos

    Alguém já disse que a lógica é prostituta. Noutro falar, a lógica é venal e, na questão ventilada no artigo, serve para defender os interesses mais escusos.

    Responda
  29. Joel Domingos

    Forçação de barra grosseira citar Romeu e Julieta para legitimar a pedofilia, ao presumir, sem base nenhuma nos textos Shakespearianos, de que houve um estupro.

    Responda
  30. Joel Domingos

    Art. 241-B. Adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente:" Diante do texto legal, é irrelevante se a mídia pornográfica envolvendo criança seja produzida com seres reais ou por meio de inteligência artificial. Para o Direito Penal pátrio, continua sendo fato criminoso. Consoante regra de hermenêutica, o que a Lei não distingue não cabe ao intérprete distinguir.

    Responda
  31. Ricardo Knudsen

    Entendi pq Schwartsman raramente resenha obras de ficção. É que ele é ruim na coisa. Ele não só acha q vídeo pornô tem história, como acha que a trama é digna de Nabokov e os diálogos dignos de Shakespeare. Para ele, "Romeu e Julieta" foi um filme pornô tão bom qto "Garganta Profunda".

    Responda
  32. MARCIO OLIVEIRA

    Discussões desse quilate me fazem lembrar porque mantenho minha assinatura da Folha. O ponto é bem interessante. Obrigado Helio.

    Responda
  33. ana pinho

    Tanto argumento perfeitamente racional ( mesmo caindo no ridículo de comparar pornografia infantil a Shakespeare ) não consegue diminuir em nem um milésimo o nojo instintivo necessário à pedofilia, seja enquanto ação ou ideia, mas sim aumenta o nojo aos que toleram pedofilia, quase a estimulando, como esse defensor de "arte". Em seguida o que mais ? Tortura como "arte" ? Lastimável.

    Responda
  34. Paulo Sales

    Curioso senhor Hélio não entender que independente da representação gráfica, o que importa é a intensão e o imaginário. É o imaginário que estimula e agrava os transtornos de personalidade. O senhor se esforça em defender o método, acreditando que métodos diferentes não produzem a mesma intenção nem o mesmo efeito. Errado! Também penso que o debate nao passa nem por moralismo nem por utilitárismo, até porque seu Hélio, o utilitarismo foi inventando para perder pro moralismo .

    Responda
  35. Rômulo Maia Vermersch

    O utilitarismo é de uma pobreza intelectual de dar pena. Infelizmente em nossa pós-modernidade é, ao lado do positivismo, a "escola de pensamento" mais influente. Sintoma flagrante de decadência.

    Responda
  36. Nelson Goulart

    As fronteiras entre o real e o virtual estão cada vez mais tênues. Não precisamos ficar somente na questão da exploração sexual de crianças, vamos alargar para a questão da violência expressa em games, etc.

    Responda
    1. Nelson Goulart

      Olá Márcio, expressei mal meu pensamento. A ironia que pretendia não ficou caracterizada. Faltou, quem sabe, um rsrsrs no final.

    2. MARCIO OLIVEIRA

      Recomendo já alargarmos para uma ditadura dos que concordam conosco, que tal?

  37. João A Silva

    O colunista resolveu dobrar a aposta. Com base nas suas duas últimas colunas, sua linha de raciocínio parece ser: 1) pornografia é arte; 2) mesmo quando envolva imagens virtuais de crianças produzidas pela IA; isto seria "entretenimento"; 3) tais imagens "acalmariam" os impulsos dos pedófilos e, assim, chama isso de argumento "utilitarista", evitaria a prática dos abusos "reais". Acredita mesmo nisso?? Sou refratário a cancelamentos, mas estes senhor deve ser afastado para organizar suas ideias.

    Responda
  38. Ricardo Knudsen

    Considerando q o colunista é um fanático defensor do libertarismo, o que o leva a defender que não há mal na existência de clubes racistas, soa ridículo ele insinuar fanatismo nos outros. Libertarismo é a ideologia moderninha que fomenta movimentos supremacistas brancos e liberdade de compra e porte de armas. Suponho que tenha tudo a ver com considerar vídeos pornô e de pedofilia por IA como arte. As estéticas combinam.

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      Digo, libertarianismo...

  39. MARCOS CESAR MORAES

    Por mais q não se goste do raciocínio do Hélio, até pelo tema da exploração sexual de criança, que é repugnante, ele pode ser aplicado a várias situações q chegariam ao absurdo ao se criar uma punição. Os mortos são protegidos, ninguém pode violar o túmulo e expor defuntos etc. Qtos filmes existem com esse tema? Há quem goste até de transar com cadáver. O dto penal importante, mas não pode servir p tudo.

    Responda
  40. Maria adelaide viestel

    As imagens circulam e valem mil palavras, nao basta este lema , para ver o estrago , o perigo ?

    Responda
  41. Ricardo Knudsen

    É bizarro q o colunista, um filósofo, não saiba a diferença entre arte e entretenimento. Porno é entretenimento, e não temos completo conhecimento do seu efeito sobre a saúde mental dos usuários, embora se saiba q possa ser nociva a muitos. Convém não normalizar e difundir a pedofilia como entretenimento adulto. Para alguns, depois de caídas as barreiras mentais, a ficção pode deixar de ser suficiente.

    Responda
    1. LUIZ FERNANDO SCHMIDT

      Se não me engano, foi o Hélio quem já escreveu que o uso da pornografia só serve para acabar com a libido no correr do tempo.

  42. Neber Fava

    Hélio escolheu um exemplo muito ruim quando fala de Egon Schiele como mero autor de desenhos artísiticos, afinal o pintor foi preso por seduzir uma moça de 13 anos.

    Responda
    1. Piter Kerscher

      Você foi no ponto, não apenas um exemplo mas talvez todos. Comparar Lolita e Romeu e Julieta com pornografia infantil envolvendo crianças da mais tenra idade é no mínimo desonesto. Mesmo que sejam imagens apenas virtuais, continua a ser repugnante. Coisas assim podem se tornar banais...

    2. Adolfo Santos

      Apesar de ter sido preso sob essa acusação, sua condenação, a 21 dias de prisão, foi por expor arte pornográfica a menores. De qualquer forma, foi condenado pelo que fez e não pelo que pintou.