Comentários para:

Fim aos supersalários

VER COMENTÁRIOS EM Opinião

Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Rodrigo à vora

    É preciso separar a defasada remuneração de servidores, aqueles que carregam a Justiça nas costas e redigem mais de 95% das decisões, e os vencimentos sem-limites de magistrados com parcelas de natureza indenizatória turbinadas. A matéria, como sempre, não separa o joio do trigo.

    Responda
  2. Joaquim Rosa

    O problema é essa turma se contrariada se voltar para o outro lado. O coisaruim pode se beneficiar.

    Responda
  3. REINALDO MACHADO

    Esses privilegiados vivem em outro planeta com os seus salario imorais acima da lei e da razao, não querem ter noção do que se passa com o povo que vive as minguas, e deturpam a democracia para se locupletarem.

    Responda
  4. Ary Dantas oliveira Junior

    Pt contra a intenção do governo de regular os super salário$ do judiciário??? Que novidade!!!!

    Responda
    1. Renato Almeida

      O seu mito ficou 4 anos criando mordomias pra qualquer grupo que o apoiasse. Pensa um pouquinho antes de escrever bobagens

  5. José Geraldo Cordeiro

    Vamos ver se é verdade e consegue.

    Responda
  6. Ney Fernando

    O adicional de tempo de serviço é justo e existe na iniciativa privada. O feio mesmo é o direito a um dia de folga a cada três trabalhados, criado como norma interna do MP e sempre pago como indenização para aumentar o próprio salário em um terço. Só os promotores e juízes têm (os aposentados não recebem penduricalhos). O resto dos trabalhadores tem uma folga por semana.

    Responda
  7. REINALDO MACHADO

    É um roubo pra dizer o mínimo porque pessoas que deveriam zelar pelo povo e dar exemplo de moral fazem exatamente o contrário e pior desorganizado a razão das instituições que passam a funcionar para os privilegiados e não mais pelo povo como deveria. Não tem como dar certo um país com tanta corrupção que inicia nos altos escalões. Só pode dar errado. Lastimável!

    Responda
  8. PAULO ROBERTO HASSE

    E sobre aqueles rombos nos fundos de pensão das estatais ? Até agora foram punidos só os trabalhadores aposentados vítimas que tem desconto de 30% nos seus salários há mais de 7 anos e que pagarão até 2035 , enquanto os irresponsáveis causadores seguem impunes . Cadê a Justiça imparcial neste país ? Justiça cara , seletiva , lenta e favorecida por benesses concedidas por eles mesmos , enquanto trabalhadores aposentados sofrem as consequências da interferência política nos fundos de pensão .

    Responda
    1. Ary Dantas oliveira Junior

      Os piores rombos ocorreram em gestoes petistas,faz u eli!

    2. Ary Dantas oliveira Junior

      Os pores tomjos o orreram

  9. Berenice Gaspar de Gouveia

    E aproveitar para exigir que os militares também não acumulassem o soldo com remuneração de cargo civil. Um servidor tem que optar por qual rendimento quer ser pago

    Responda
  10. Petrônio Alves Corrêa Filho

    Não entendi a censura...???

    Responda
  11. Petrônio Alves Corrêa Filho

    Teto de 20 salários mínimos para todo mundo! Fim dos pindurucaios, com exceção para quem fizer mestrado (20%) e doutorado (30%).

    Responda
  12. João Gabriel de Oliveira Fernandes

    Sou a favor da eliminação de penduricalhos e de privilégios injustificáveis, como bolsa-para-isso, bolsa-para-aquilo. Dito isso, é importante que a carreira de juiz possua um salário inicial interessante, convidativo, com a manutenção das garantias que possibilitam o pleno trabalho do juiz (vitaliciedade, inamovibilidade e irredutibilidade dos vencimentos).

    Responda
  13. PAULO ROBERTO HASSE

    Sistema judiciário brasileiro , tenham respeito e consultem o Povo que paga se concordam com os salários & vantagens que vocês se auto-concedem .

    Responda
  14. PAULO ROBERTO HASSE

    Já passou da hora de revogar todos estes privilégios vergonhosos desta justiça cara , lenta e cheia de benesses pagas pelos impostos do povo .

    Responda
    1. José Geraldo Cordeiro

      Vamos ver se é verdade ou bla bla bla

  15. João Vergílio Gallerani Cuter

    O teto salarial do funcionalismo deveria ser dado pelo salário de um professor universitário em final de carreira. É mais do que suficiente para uma vida digna. Por que juízes têm que ganhar que professores? Não tem nada a ver com merecimento. Tem a ver com a possibilidade de a sociedade obter o mesmo serviço por 1/5 do preço. Continuaria havendo filas para os concursos. É muito bom que juízes não se sintam à vontade nas festas mais caras da cidade. O lugar deles não é lá.

    Responda
    1. João Vergílio Gallerani Cuter

      O pior lado do Brasil, aquilo que nos faz pequenos, aquilo que nos atrasa, que nos torna um país injusto e desigual cabem todos nisso que você falou. Juízes têm altas responsabilidades. Achar que um professor não as tenha é apenas sintoma da falta que um professor faz. Juízes não devem se vender porque isso é ilegal, não porque ganham muito. Aliás, quanto mais ganham, mais tendem a se vender, pois mais se acostumam a ambientes em que não deveriam transitar. Vergonha do meu país!!!

    2. João Gabriel de Oliveira Fernandes

      A verdade é que o magistrado possui consigo uma função relevante e delicada, a de resolver os litígios enquanto representante do Estado-juiz. Para isso, é dado a ele um poder grande, que o professor não lida diretamente. Por isso, você não pode banalizar a função de juiz, diminuir tão fortemente os vencimentos, ou revogar as garantias (vitaliciedade, inamovibilidade e irredutibilidade dos vencimentos). Do contrário, você favorece a corrupção, a compra de sentenças, a chantagem.

  16. marcelo elias barbosa

    (cont) 24hs/dia de todas as mídias e forças ainda não contaminadas pela P.J., caso dos Partidos e dos legislativos, CRUZADA NACIONAL AMIGA REAL DO JUDICIÁRIO , sem esquecer jamais da derrubada de todos os salamaleques afrontosos: ´Excelências, Togas, Magistrados, POMPOSIDADES dos Tribunais. Com essa economia de 1,6% do PIB (que abuso!) aplicá-la em projetos sociais que beneficiem os brasileiros/as necessitados, introduzindo na C.F.cláusula pétrea da isonomia salarial no SPO. Controle externo JÁ!

    Responda
  17. Marcelo Magalhães

    As reformas começam ameaçando o judiciário e acabam acertando em quem recebe 1, ou 2 salários mínimos. Assim aconteceu nas reformas trabalhista e da previdência. Ninguém mexe no judiciário, óbvio e a marreta vai acertar novamente os pobres.

    Responda
  18. max ribas

    Amigo, acorda. O que derrubou a Dilma foi o veto ao aumento de quarenta por cento nos salários do judiciário federal. Sabe qual foi o primeiro ato de governo do Temer? Ora, pois: dar o aumento! Quem manda no Brasil é o judiciário.

    Responda
  19. Maria Izabel Costa

    O que não pode é só ficar na intenção. Super salários devem desaparecer do Brasil.

    Responda
  20. roberto foz filho

    Já passou da hora. Falta ao senado coragem para pautar o assunto.

    Responda
  21. JOSE CAMPOS

    Nada vai mudar. E se mudar será para aumentar os vencimentos deles.

    Responda
  22. MATILVANI MOREIRA

    Conversa para boi dormir!

    Responda