Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Alex Sgobin

    O que esse fen√īmeno, c√≠clico, nos diz sobre o povo comum na maioria dos pa√≠ses? Nota: n√£o seria uma elegia otimista.

    Responda
  2. Orasil coelho pina

    Para ser elegante e democr√°tico eu diria que tanta esquerda como direita s√£o discursos falsos, para iludir a plateia e tomar o poder para se locupletar! √Č filme velho, l√° do in√≠cio do s√©culo passado!

    Responda
  3. Pedro Gonio

    A Ultradireita n√£o √© uma ideologia de governo mas sim uma f√≥rmula para conquistar e manter o poder. O que dizem de manh√£ pode ser o oposto do que dizem √† noite e receberem aplausos nas duas ocasi√Ķes.

    Responda
    1. Orasil coelho pina

      Se o Pedro me permitir eu acrescentaria que a Ultraesquerda é idêntica!

  4. José Cardoso

    Os eleitores recebem o que escolhem, não vejo qual o problema. Se mudarem de ideia mais tarde é vida que segue. De todo modo a direita é mais biodegradável que a esquerda. O Chile se livrou da ditadura, mas Cuba ainda não.

    Responda
  5. Fernando Dolci

    Extremismo sempre é tóxico, pior o de direita que toma o poder como cupins. Pergunto ao articulista: qual seria a direita menos tóxica no século passado? A italiana com Mussolini, a alemã com Hitler ou os militaristas janponeses?

    Responda
  6. Maria de Felipe Martinez

    A extrema direita √© agressiva, o Poliselli confirma. Est√°vamos a falar da extrema direita, quando se trate da extrema esquerda, min√ļscula na Europa, ainda que muito barulhenta, ser√° outro assunto. De mais a mais, defini√ß√Ķes esquerda- direita s√£o difusas. Os extremos de ambas acabam se aproximando pelo radicalismo de signos diferentes.

    Responda
  7. DANNIELLE MIRANDA MACIEL

    Sempre um excelente artigo. Conhecendo a Europa como turista, acho que tem a ver com a cultura geral. Os europeus são muito mais cultos. Trump e Bolsonaro falam a língua dos ignorantes, de quem assiste novela bíblica na Record.

    Responda
  8. Bruno Sebasti√£o Neto

    A diferen√ßa estar na sa√ļde mental ,esses dirigentes europeus que foram citados(Holanda, It√°lia..) S√£o lideres radicais domesticados ,enquanto Bolsonaro/Trump s√£o psicopatas sem cura !

    Responda
  9. Dilmar Oliveira

    Acho que o colunista tem certas raz√£o, aparentemente o diabo n√£o √© t√£o feio quanto se pinta na Europa ocidental. Talvez seja efeito de uma consolida√ß√£o da democracia e menor n√≠vel de desigualdade social. Lembro de anos atr√°s, quando a √Āustria, terra natal do bigodinho, deu mais votos a um partido de extrema direita, as manchetes pronunciaram o apocalipse. Depois esse governo de foi sem deixar lembran√ßas ou feitos significativos, e a vida seguiu seu curso...

    Responda
  10. LUIZ GUILHERME DE OLIVEIRA

    Fala sério…menos tóxico? Jornalista, ou seja lá o que for, sem noção

    Responda
    1. Rodrigo B

      Sim, menos tóxico, e ainda explicou porquê: não violam regras da democracia como acontece nos EUA, Brasil, ou Hungria. Essa é uma diferença óbvia e importante. Que parte você não entendeu?

  11. Amauri Costa

    O colunista usa de retórica para tentar dar uma normalizada nas excrescências. Meloni não ultrapassa nenhuma linha porque se assim o fizer, cai. Le Pen nem tem chance disso porque nunca chegou ao poder, pelo bem dos franceses. Para extrema-direita, cordão sanitário, como nos ensinaram os alemães há algum tempo.

    Responda
  12. MARCO ANTONIO POLISELI

    Manchete: a esquerda é tóxica em qquer lugar do mundo!!

    Responda
  13. Aderval Rossetto

    Est√° pegando a atualidade, nas Terras do Fascismo e Nazismo. Bastam?

    Responda
    1. MARCO ANTONIO POLISELI

      Mimimi

  14. Aderval Rossetto

    Est√° pegando a atualidade, nas Terras do Fascismo e Nazismo. Bastam

    Responda
  15. Nelson Vidal Gomes

    Ouso divergir neste artigo desse brilhante colunista, um dos mais enciclop√©dicos e admir√°veis de nossa imprensa. O nosso pa√≠s desautoriza a conclus√£o aqui expressa. Somos uma das democracias mais consolidadas e completas institucionalmente, mas cujas institui√ß√Ķes n√£o funcionam a contento pela imaturidade moral, psicol√≥gica e espiritual de nossos compatriotas. Prova disso √© aceitarmos como dois "grandes l√≠deres" Lula e Bolsonaro. Deus nos ilumine e abra√ßos fraternos em agn√≥sticos e ateus!Namast√™!

    Responda
  16. Mário Sérgio Mesquita Monsores

    Acho q entendi o q o Sr prop√īs. Mas tb houve um sujeito que disse q mais dia, menos dia , a periferia vai tomar conta de tudo. N√£o adianta chorar.

    Responda
  17. Maria de Felipe Martinez

    Menos t√≥xica? Pelamor de Deus, a extrema direita europeia e odiosa, terr√≠vel, preconceituosa, anti semita, anti √°rabe, anti africanos, anti sul-americanos como nos, anti diversidade, islamofobica, conspiranoica, ignara e agressiva. N√£o deixa nada a dever a nossa extrema direita, posso lhe garantir. N√£o se engane. A √ļnica sorte eh que, ainda, eh minoria.

    Responda
    1. MARCO ANTONIO POLISELI

      E a extrema esquerda? √Č o qu√™? V√° se lascar!!

  18. Glauco Bruce Rodrigues

    Meu fascista preferido

    Responda
  19. Massashi Hosono

    S√≥ est√£o esperando o ¬ďgrande exemplo¬Ē das Am√©ricas

    Responda
  20. CELSO ACACIOO GALAXE DE ALMEIDA

    A escolha entre arsênico ou soda cáustica fará grande diferença para um suicida !

    Responda
  21. Washington Santos

    Sim. Na Alemanha é de boas. Nos olhos dos outros é refresco. Ou sei lá, a Europa é tão evoluída que até a extrema direita de lá é chique?

    Responda
    1. Carlos Oliveira

      Sommelier de fascistas. Esse é menos intragável do que aquele.

  22. Raymundo de Lima Lima

    Ouso dizer q 2 fatores fazem a direita pender para o extremismo-direita: a)Uni√£o d paises dEuropa, causa medoraiva dnacionalistas temerosos dperderam sua identidadecultural;b) A pauta dos costumes e diversidade cultural q as direitas sempre odiaram p conquistas d mulheres, gays, negros e n√£o-brancos, imigrantes e n√£o-crist√£os. Mas, o Chega aceita um imigrante-brasileiro-pardo como politico, para ser manipudado como foi o NegodoBozo?

    Responda
  23. MARCIO OLIVEIRA

    Hélio, penso que neste caso, é apenas sorte mesmo.

    Responda
  24. Clemens A F Schrage

    O grande fracasso do BREXIT assustou e moderou o discurso da extrema direita nacionalista portuguesa. Por isso, a Meloni na It√°lia ainda n√£o cruzou linhas vermelhas. A √ļnica exce√ß√£o na Uni√£o Europeia √© o Orb√°n da Hungria, que se apoia no conservadorismo cat√≥lico. √Č prov√°vel que a direita e extrema direita tenham ganhos expressivos nas elei√ß√Ķes da UE em junho, mas isso est√° longe de ser uma cat√°strofe, como a prov√°vel vit√≥ria de Trump nos EUA.

    Responda
    1. Carlos Oliveira

      A Pol√īnia tamb√©m foi exce√ß√£o e cruzou v√°rias linhas vermelhas, incluindo a independ√™ncia do judici√°rio e da m√≠dia. Felizmente, e √£ semelhan√ßa do Brasil, ainda foi poss√≠vel resgat√°-la das trevas (por enquanto...) atrav√©s de uma elei√ß√£o que no caso deles uniu de esquerdistas a ultraliberais.

  25. Sérgio Silva

    Cuidado com Sabrina Yaloert.

    Responda
  26. Luiz Carlos Silva da Cunha

    Tóxico é o que o senhor escreve Hélio Chuveiro Chuá.

    Responda
    1. Marcelo Pires Santana

      Por que?

  27. jose carlos toledo junior

    Assim como cá, a direita comportada logo cede e se alinha a extrema direita violenta para manter a esquerda de fora, só para depois ser devorada e perder todo espaço. Como disseram, a direita dita comportada só perde em aliança com a extrema direita, mas gosta de poder e não resiste. Pobre Portugal

    Responda
  28. Sam Duart

    Menos t√≥xicos, mas n√£o menos perigosos. Era assim com o homem do bigodinho na sua ascens√£o. Conduzia com um tom mais moderado. At√© de descambou para o radicalismo. N√£o importa o tom do discurso. O perigo est√° nas inten√ß√Ķes.

    Responda
  29. Felipe Vasconcelos

    A Uni√£o Europeia consegue congregar l√≠nguas, hist√≥rias e culturas consideravelmente diversas. √Č uma colcha de retalhos, quando comparada aos EUA.

    Responda
  30. Carlos Oliveira

    A enorme desigualdade social das Am√©ricas (EUA inclu√≠dos) em compara√ß√£o com a Europa talvez expliquem muita coisa. N√£o por acaso os 3 pa√≠ses pouco perme√°veis ao populismo de direita (Canad√°, Uruguai e Costa Rica) s√£o comparativamente menos desiguais. No Leste Europeu a desigualdade √© menor, mas as institui√ß√Ķes e tradi√ß√Ķes democr√°ticas s√£o ainda mais fr√°geis do que em grande parte da Am√©rica Latina.

    Responda
    1. Paulo Jr

      As tradi√ß√Ķes democr√°ticas s√£o mais fr√°geis, n√£o se discute. Afinal, at√© poucas d√©cadas viviam sobre a opress√£o da URSS.

  31. Dario Lima

    A Europa é a Civilização moderna, mesmo os extremistas da direita religioso, militarista são contidos nos seus ímpetos ditatoriais.

    Responda
  32. Pedro Luis S C Rodrigues

    Maturidade das institui√ß√Ķes!? Os EUA tem quase 250 anos de democracia enqunato Portugal mal completou 50 anos. O grosso das democracias do europ√©ias √© do per√≠odo p√≥s guerra. at√© pra torcer tem que fazer sentido. Engra√ßado tb o crit√©rio para chamar de extrema direita. Mesmo jogando com as regras democraticas, basta discordar dos fetiches do colunista para ser extrema. A esquerda, nem a relativiza√ß√£o dos direitos de propriedade nem a prega√ß√£o aberta de ruptura revolucion√°ria justifica o adjetivo

    Responda
    1. jarbas cabral

      Essa grande democracia que é os EUA só permitiram que o negro votasse nos anos 60.

    2. Dario Lima

      Irmão crente, o Mito vai voltar com Malafaia e Jesus, isso é extrema direita militar, religiosa sanguinária, como a ditadura de 64 que assassinou, torturou e estuprou.

    3. FLAVIO CALICHMAN

      O que caracteriza um movimento ou um partido como extremista nao √© se ele joga ou n√£o pelas regras da democracia, at√© porque o s√≠mbolo m√°ximo do extremismo, o partido nazista alem√£o, tomou o poder vencendo elei√ß√Ķes. O extremismo est√° nas propostas, nas solu√ß√Ķes aventadas para os problemas e os desafios da sociedade. No caso brasileiro, n√£o resta a menor d√ļvida de que o bolsonarismo √© um movimento de extrema-direita; a extrema-esquerda, existente no PSTU e no PCO, n√£o preocupa porque √© irris√≥ria.

    4. Carlos Oliveira

      Sim, a democracia dos EUA é mais antiga do que a maioria das que existem na Europa Ocidental. Só que antiguidade não é tudo. Aparentemente, pelo menos, entrou em um processo de degradação tão rápido que a coloca atrás de outras mais recentes. A palhaçada da invasão do Congresso foi esclarecedora.

  33. FLAVIO CALICHMAN

    Não sei se são menos tóxicos que seus congêneres nas Américas e no Leste Europeu, creio que a democracia na Europa Ocidental está mais estruturada e de prontidão para lidar com o extremismo de direita. O motivo me parece claro: ali é o berço da extrema-direita moderna, nao somente o nazismo e fascismo mas, também, os movimentos de Franco e de Salazar e a Action Française do pré-guerra, que deu suporte e viabilizou o regime de Vichy à margem da ocupação alemã.

    Responda