Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Fatores físicos também podem afetar o desejo sexual, como desequilíbrio hormonal, medicamentos, gravidez, doença, lesão, dor? O sexo é apenas físico ou também depende da mente? A experiência subjetiva de prazer e satisfação orgástica não depende apenas de fatores físicos, mas também é influenciada por fatores psicológicos? O cérebro é um dos órgãos sexuais mais importantes?

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      As respostas s√£o apenas sugest√Ķes que estimulam a reflex√£o...

    2. Mirian Goldenberg

      Suas perguntas j√° incluem as respostas

    3. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      O desejo sexual pode ser afetado por fatores psicol√≥gicos como relacionamentos, estresse, trauma, ansiedade, depress√£o, imagem corporal, sexualidade ou identidade? Manter rela√ß√Ķes sexuais saud√°veis para pessoas entre 50 e 89 anos pode estar associado a uma melhor fun√ß√£o cognitiva, protegendo as pessoas da perda de mem√≥ria e outras defici√™ncias cognitivas?

  2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Existiria um desejo sexual ¬ďnormal¬Ē ou isso √© um mito? Logo, n√£o existiria um apetite sexual definido que se possa rotular como objetivamente grande ou pequeno? Nem seria simplesmente que a mulher queira menos sexo do que seu parceiro ou parceiros? Baixo desejo sexual ocorre quando o desejo de uma mulher por sexo √© menor do que ela gostaria ou menor do que era no passado e esse decl√≠nio no desejo √© inc√īmodo para ela? Teria que ser inc√īmodo para ela para que seja um problema?

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Boas perguntas

    2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      √Č natural que algu√©m experimente mudan√ßas no desejo sexual ao longo do tempo, mesmo no dia a dia? O desejo sexual pode atingir picos sexuais ou diminuir com a idade devido a fatores como n√≠veis hormonais e mudan√ßas na vida? Em geral, uma diferen√ßa dram√°tica na libido n√£o √© notada ao entrar em diferentes d√©cadas de vida? Fatores que afetam a libido tendem a acontecer √† medida que a pessoa passa dos 20 para os 40 anos e al√©m?

  3. CARLOS ALEXANDRE PERGER

    ..."amor é prosa, sexo é poesia"... E aqui a gente também vê o teorema da escritora Mirian. Verdade Mirian. Os corpos voltaram a pavonear desde tempos atrás onde a colocação do sexo no discurso se encerrara na moralidade "& coisa e tal e tal e coisa" Litinha Ree é eterna!

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Adorei

  4. adenor Dias

    Talvez eu esteja enganado, mas no passado, fazer sexo era quase uma obrigação! Em virtude disso, homens mentem suas performance para os amigos até hoje. Mulheres no passado, era quase obrigatório dar netos aos seus pais. Me parece que o fim da escravidão, obrigava as pessoas a se casarem e procriarem, coisa que tradicionalmente, se faz com sexo! A velhice nos liberta desta obrigação. Faz sexo quem quer e, com pessoas interessante.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Exatamente

  5. Carlos Telles

    Acredito que os homens também estão insatisfeitos, apesar do viagra, sexo não é só ereção. A discussão tem que evoluir como um tema que abrange ambos os sexos. A responsabilidade é de todos, a vida e o prazer são para ser curtidos por todos.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Verdade Carlos

  6. Clovis Castello Miguel

    Para e Miriam por manter a chama acesa. Sexo é vitalidade e amor . Quantas mulheres ainda precisam saber disso . Continue a sua cruzada - as mulheres não vieram ao mundo para sofrer

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Verdade

  7. filipe moura lima

    Obrigado, professora Mirian. Continue assim... libérrima. Para viver e para escrever!

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Sempre, Filipe

  8. Alberto A Neto

    "√Č o desamor que explica todos os males, da brotoeja √† √ļlcera, da urtic√°ria ao c√Ęncer". (Nelson Rodrigues)

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      E o amor cura

  9. Tersio Gorrasi

    Qual o valor que tem uma pesquisa baseada apenas em opini√Ķes pessoais dos entrevistados? N√£o custa nada estarem ou mentindo ou omitindo o que se deseja saber

    Responda
    1. FRANCISCO Eduardo de CARVALHO VIOLA

      Puts. N√£o d√° nem pra criticar.

    2. Carlos Telles

      Certamente você tem um modelo de pesquisa genial para ensinar os pesquisadores acadêmicos e que vai revolucionar a estatística.

    3. maria helena pinto oliveira santos

      Tou aqui morrendo de rir e pensando que você deve ser divertido demais numa festa numa roda de papo descontraido

    4. Hernandez Piras

      O preconceito acha cada desculpa!

    5. Hernandez Piras

      Engra√ßad√≠ssimo este coment√°rio! Que import√Ęncia tem a opini√£o pessoal das pessoas, sobretudo em quest√Ķes "impessoais" como o sexo? Meu Deus!

    6. EVA STAL

      E qual metodologia de pesquisa você sugere???

  10. Araguaci Faustino da Silva

    Com o quê as mulheres estão satisfeitas? Cita um item, por favor.

    Responda
    1. filipe moura lima

      As mulheres est√£o satisfeitas com a sua eleg√Ęncia. Ficou saciado?

  11. Alexandre Marcos Pereira

    Infelizmente, o sexo na terceira idade ainda √© frequentemente considerado um tabu, o que pode ser atribu√≠do a v√°rias raz√Ķes, incluindo vis√Ķes culturalmente arraigadas sobre a sexualidade e a idade, assim como estere√≥tipos sobre o envelhecimento. As pessoas tendem a associar sexualidade e desejos sexual aos jovens, ignorando ou minimizando a import√Ęncia da sexualidade para pessoas mais velhas. Isso pode levar a uma falta de discuss√£o aberta sobre o tema. Parab√©ns, Mirian, por pautar a mat√©ria.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Cintia, fico muito feliz de saber que você, como eu, acha o tema muito relevante, especialmente para as mulheres

    2. Mirian Goldenberg

      Adorei o comentário Alexandre, você tem toda razão

    3. Cintia Klein

      Concordo Alexandre! A nossa cara Mirian tocou num assunto que carrega estigmas e preconceitos. Maravilhosa, corajosa e se permitindo voltar para as próprias ansias e desejos. Parabéns Miriam pelo seu trabalho sério, humano e profundo.

  12. Sergio Albuquerque

    Mirian, voc√™ √© uma ¬ďmust read¬Ē. Pergunto: depois de Leila e Rita, h√° (ou haver√°) outras mulheres capazes de evoluir no tema da liberdade feminina ou estacionamos nas duas?

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Sergio, sempre me coloco a mesma pergunta e n√£o sei como responder

  13. Fatima Marinho

    Parabéns Mirian, texto muito sensível e sensacional.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Amei querida

  14. Mário Sérgio Mesquita Monsores

    Falos muito sobre e fazemos de menos tb.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Verdade

  15. ANTONIO MEDEIROS AMORIM

    Sexo, √© um assunto extremamente particular. Por isso, n√£o entendo a insist√™ncia de pessoas que se auto julgam entendidas no assunto querer receitar formas de se pratic√°-lo. Na realidade, esses gurus com certeza, se quer experimentam os momentos de √™xtases que receitam em suas orienta√ß√Ķes. Essas pessoas, normalmente s√£o desacompanhadas.

    Responda
  16. André Jalles Monteiro

    O bom sexo √© aquele que satisfaz. Dependendo da idade as satisfa√ß√Ķes mudam. Dificilmente estaremos satisfeitos com a mesma forma de fazer sexo. Estamos em uma eterna evolu√ß√£o sexual. Precisamos apenas excluir o preconceito.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Sem tabus e preconceitos

  17. raul pereira

    Que pena Toda essa inteligencia a serviço de si mesma. Por que as mulheres continuam votando em Bolsonaro e caterva ? Educação sexual par quê ? Educação politica e social nada. Quants Marieles precisam ser mortas para voces mulheres se darem conta da responsabilidade social. Eduquem-se, estudem, e a atividade sexual seguirá o seu curso natural.

    Responda
    1. filipe moura lima

      Pensei que aquilo que você bebeu era era água.

    2. Antonio Costa

      Curuzes !!

  18. Nelson Oliveira

    A "satisfa√ß√£o" com o sexo √© sempre provis√≥ria na faixa et√°ria em que h√° sobra de desejo. Queremos mais e mais e quase nunca queremos ficar sem. Com exce√ß√Ķes, isso arrefece ao envelhecermos. Os mecanismos naturais que impulsionam o corpo para a procria√ß√£o v√£o cessando. Mas o sexo pode continuar como uma fantasia. Manter-se ativo exige uma adequa√ß√£o √† realidade de recursos mais escassos. √Č preciso mudar o pensamento, os h√°bitos, ter uma vida saud√°vel, encontrar parceir(a)os compat√≠veis.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      O que é bem complicado nessa fase da vida

  19. Cida Sepulveda

    Desmitificar o sexo é sempre construtivo.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      E mostrar a diversidade dos nossos desejos

  20. Galdino Formiga

    Dizem que o melhor amor √© sempre o √ļltimo. Para mim √© o primeiro.

    Responda
    1. marcos fernando dauner

      Concordo; diferentemente de um certo pseudo crist√£o imbrox√°vel n√£o coveiro , que teve filhos com diversas mulheres diferentes , M + M estamos juntos h√° quase quarenta anos e temos dois filhos em comum , que, j√° casados, amamos muito .

  21. Wil Leon

    Por isso cresce o numero de rela√ß√Ķes 'omoafetivas'

    Responda