Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Orasil coelho pina

    Parab√©ns! Dever√≠amos criar um movimento brasileiro para acabar de uma vez com as nomea√ß√Ķes pol√≠ticas para todos os cargos de tribunais, inclusive e principalmente o STF.

    Responda
  2. José Cardoso

    Como na pr√°tica j√° vimos que, quando se trata de gra√ļdos, o STF e TSE ignoram solenemente o que foi decidido nas inst√Ęncias inferiores, os julgamentos deviam mesmo serem feitos diretamente neles. As inst√Ęncias inferiores deviam ser reservadas aos inferiores: n√≥s.

    Responda
  3. Marcelo jacques martins da cunha marinho

    Bom dia. Creio que esta mudança é casuística e visa atingir um alvo definido. Quem seria?

    Responda
  4. Nelson Vidal Gomes

    O STF confunde a Carta Política Nacional tal como é denominada a Constituição das melhores democracias do mundo, com Corte Política Constitucional. O que é política é a Carta e não a Corte! Nela é que estão previstos os mecanismos da estabilidade do Estado Democrático de Direito e não na cabeça da cada magistrado. O trabalho dos Juízes é de intérprete desta e não de legisladores ou filósofos do Direito. Talvez não enquanto Lula e Bolsonaro forem tidos como dois "grandes líderes." Namastê!

    Responda
  5. Wagner Tavares de Goes

    Excelente artigo. Entre os v√°rios √≥timos argumentos, destaco um, a incapacidade do STF para manter a estabilidade jur√≠dica. Uma vez que o tribunal n√£o √© legislador, mas garantidor da Constitui√ß√£o, a estabilidade das suas decis√Ķes deveria ser absoluta enquanto a Constitui√ß√£o for a mesma. O vaiv√©m da ¬ďinterpreta√ß√£o¬Ē √© um ato politico que n√£o pode existir em um tribunal.

    Responda
  6. neli faria

    O Brasil existe apenas para sustentar Políticos e poderosos. A Corte aplica esse princípio nos julgamentos.

    Responda
  7. Vicente Valcarcel

    bom texto. STF sendo STF.

    Responda
    1. Sergio Siqueira

      E o Brasil sendo o nada de nada.

  8. neli faria

    O STF nesse Julgamento aplica o princ√≠pio existente, implicitamente, na Constitui√ß√£o : o Brasil existe apenas para sustentar pol√≠ticos e poderosos. Na hora de se beneficiar n√£o existe pt,lula, pl, psdb, psd, psb, bolsonaro: todos se unem e d√£o as m√£os como se fossem irm√£os para jamais construir uma Na√ß√£o. Exs:a Justi√ßa era para os Tr√™s Ps,sim,bastou atingir os Ps citados para criar Juiz de Garantia, descaracterizar a lei da Improbidade. Fund√£o cinco bilh√Ķes.Voc√™s acabaram com o Brasil.

    Responda
  9. Rogerio Lima Afonso

    √ďtima cr√īnica, H√©lio. Um dia que n√£o vir√°, sairemos do Feudalismo dos privilegios para uma Res P√ļblica...

    Responda
  10. José Ricardo Braga

    Ent√£o quer dizer que H√©lio desenvolve a ila√ß√£o de que o √ļnico problema da Lava Jato √© que haviam inst√Ęncias superiores? Ah! Esses vi√ļvos... Foram enganados pelo Moro e o Dalangnol a vida toda e mesmo assim continuam amando os falecidos... kk

    Responda