Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. José Cardoso

    Em sua época, o Euler colocar seu nome junto ao de Euclides deve ter sido uma honra para ele. Não sei se a própria noção de prova matemática se deve ao grego, mas pelo menos ele foi seu grande divulgador com seus 'Elementos'.

    Responda
  2. Paloma Fonseca

    Querido colunista, pesquisando sobre matem√°tica pura, e dentro dela a teoria dos n√ļmeros, cheguei a um artigo que trata da divulga√ß√£o em matem√°tica, e encontrei um nome: Eugenia Cheng. Soa-lhe familiar? Num primeiro momento achei interessante a abordagem dela: transp√Ķe para temas atuais e cotidianos as teorias matem√°ticas. Como tudo na vida, deve ter l√° suas limita√ß√Ķes, mas se for poss√≠vel tratar dessa autora em outra coluna, agrade√ßo.

    Responda
  3. Paulo Abreu

    A matemática tem muitas histórias bacanas como essas. São tantas as histórias, que um jornal poderia publicar uma coluna diária sobre elas. Isso seria muito importante. Despertar a curiosidade matemática das pessoas é muito importante. Esse Euler, por exemplo, era danadinho. Dizem que deixou Diderot em uma situação muito difícil quando discutiam a existência de Deus.

    Responda
  4. Vito Algirdas Sukys

    Euler extendeu, resumiu e completou o trabalho de seus predecessores. Era filho de um pastor luterano e foi educado por John Bernoulli, cujos filhos, Daniel e Nicholas, mantiveram com Euler uma amizade duradoura. Euler criou uma grande porção da análise e revisou quase todos os ramos da matemática pura, preenchendo detalhes, adicionando provas, e arranjando o todo numa forma consistente. Esse trabalho foi importante e bom para a matemática ter caído nas mãos competentes de Euler.

    Responda
  5. Vito Algirdas Sukys

    O objetivo de Nic√īmaco era o estudo das propriedades, n√£o pela demonstra√ß√£o geom√©trica, mas pela indu√ß√£o de inst√Ęncias num√©ricas. Nic√īmaco come√ßa pela distin√ß√£o de pares, √≠mpares, primos e perfeitos; depois fra√ß√Ķes de forma algo desajeitada. Bo√©cio publicou uma geometria com proposi√ß√Ķes de Euclides e Nic√īmaco. Nos s√©culos seis, sete e oito nos mosteiros beneditinos os monges renunciavam ao mundo e √† ci√™ncia e ficavam em discuss√Ķes sobre dogmas teol√≥gicos;Bo√©cio, Cassiodoro e Isidoro as exce√ß√Ķes

    Responda