Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Marcus Acquaviva

    Crime é crime. Maioridade penal não deveria existir. Duas adolescentes de 14-16 anos que estudam em um colégio de elite sabem muito bem o que é racismo. Deveriam pagar como adultas.

    Responda
  2. Wilson Luiz Antonio

    Pense numa comparação sem pé nem cabeça. Um menor infrator é mandado para a Fundação Casa, enquanto uma menina rica e racistoide é apenas obrigada a se matricular em outra escola cara. Mas o articulista entende que a punição à racistinha, que não foi privada um dia sequer de sua liberdade, foi rigorosa demais.

    Responda
  3. Paula CMiranda

    A matéria busca colocar a esquerda como responsável pela punição imposta pela escola.

    Responda
  4. Kelly Silva

    A culpa é do PT, mas e o Lula...

    Responda
  5. Daniel Guedes

    Inclusive √© muito mais grave uma atitude racista das jovens ricas e brancas, do que roubar uma caixa de bombom. No entanto, essa √ļltima costuna empurrar jovens para instui√ß√Ķes de menores infratores. Por qu√™ ser√°?

    Responda
  6. Daniel Guedes

    Defender expulsão da escola é, obviamente, diferente de defender a prisão. Do contrário a não ser que o estudante seja maior de idade, não poderia ser expulso de nenhuma escola.

    Responda
  7. Bianca Moreira

    Falou besteira, Hélio.

    Responda
  8. filipe moura lima

    Adolescentes sabem o que fazem, ent√£o que respondam pelos malfeitos.

    Responda
  9. Ricardo Knudsen

    Como √© √≥bvio, as crian√ßas foram tratadas de forma branda, fossem adultos j√° seriam r√©us por crime de racismo. A conclus√£o da coluna √ę abjeta: a v√≠tima vai ter q se acostumar com o racismo, continuando a conviver com as ofensoras. Talvez sempre ansiosa perante a possibilidade de nova viol√™ncia, visto q a atitude futura das ofensoras n√£o se pode prever. O colunista prioriza as ofensoras, n√£o a v√≠tima. Ali√°s, ele √© a favor de clubes racistas, possivelmente n√£o ache o ocorrido t√£o ruim assim.

    Responda
  10. JOSE PADILHA SIQUEIRA NETO

    Pera√≠, as meninas ricas e brancas cometeram um crime! Quando isso acontece com pobres e pretos eles est√£o sujeitos a medidas educativas, geralmente com interna√ß√£o na Funda√ß√£o Casa. Para as meninas ricas e brancas o colunista acha pesado demais a expuls√£o da escola? E no √Ęmbito criminal, nada tamb√©m? Quem sabe um pito do ju√≠z ou um fim de semana sem sair de casa?

    Responda
  11. adel eddine

    A questão da pena a crianças e adolescentes - também idosos- deveria ser pelo crime, não pelo infrator. Se for , por exemplo , de 20 anos, até sua maioridade ficará em fundação casa com todos os investimentos possíveis e imagináveis para sua ressocialização. Mas do inicio da maioridade até o cumprimento do tempo restante da sentença, em penitenciaria. O ECA permite essa interpretação , basta lê-lo..Se persitem duvidas, deve ser mudado.

    Responda
    1. JOSE PADILHA SIQUEIRA NETO

      Quer ressocializar para o crime? O PCC vai adorar novos membros bem formados.

  12. Nerisvaldo José Santos

    Seu texto foi removido porque infringe as regras de uso do site.

    1. Ricardo Knudsen

      Quem ofende crianças como vc faz é aquilo q vc diz q elas são. Tenha vergonha.

  13. José Cardoso

    √Č for√ßar um pouca a barra comparar uma pena de pris√£o com a expuls√£o de uma escola.

    Responda
  14. Orasil coelho pina

    Acho que os adolescentes preconceituosos t√™m obriga√ß√£o de pedir desculpas p√ļblicas em grava√ß√£o de v√≠deos mas sem a rigorosa expuls√£o da escola! OrasilBaiano!

    Responda
    1. Marcus Acquaviva

      Deveriam ter sido expulsas da escola e indiciadas como adultas.

    2. JOSE PADILHA SIQUEIRA NETO

      Se pobres e pretos cometem um crime são submetidos a medidas sócio educativas na Fundação Casa. Por que a pena para adolescentes ricas e brancas deve ser ainda mais branda do que a mera expulsão da escola?

    3. Jove Bernardes

      Concordo. Desculpas p√ļblicas talvez n√£o seja a melhor sa√≠da dada a indevida exposi√ß√£o dos envolvidos, mas algo marcante e redentor como coroamento de um processo interno disciplinar para que todos aprendam uma importante li√ß√£o de vida. E vida que segue.

  15. Marcos Benassi

    Bem, H√©lio, expuls√£o da escola √© a puni√ß√£o m√°xima num contexto em que as puni√ß√Ķes s√£o particularmente leves. Compreendo o argumento, e ofere√ßo outro: √© muito educativo, tanto pras colegas preconceituosas quanto pr√≥s demais alunos, que percebam a gravidade daquilo que foi feito. E acho pouco razo√°vel - com a ressalva de que n√£o acompanhei a din√Ęmica da hist√≥ria - botar no colo das "guerras culturais" e "da esquerda". Guerra cultural √© o que foi feito com o Breno Altman, que levou mais um process

    Responda
    1. Jove Bernardes

      Concordo. Para que percebam, todos, a gravidade do que foi feito, só a permanência na escola e a exposição de ambos os lados um ao outro, debatendo, discutindo, analisando os pormenores do imbróglio. Expulsar é uma saída passional, intempestiva e que não vai purgar nada nem ensinar nada. Agradeço a menção ao caso Breno Altman, ao qual, por algum buraco nas leituras, não tinha sido exposto ainda. Já estou me inteirando, obrigado.

  16. Raymundo de Lima Lima

    A critica deve ser focada a Escola, cuja tarefa √© ensinar conte√ļdos e at√© educar. Alunos e professores q transgridem regras, praticam bullying, ass√©dios ou racismo, devem ser educados, n√£o punidos com expuls√£o ou demiss√£o. Mas,quem educa o educador?A ideologia d extrema-direita sem-vergonha, sem culpa, temde a expulsar e/ou demitir profs. Extrema-esquerda tende a plagiar o estilo d extrema-direita, at√© pq convive em proximidade na fita d Moebius.

    Responda
  17. Ney Fernando

    Pessoal, o que houve com o Benassi? Ele está bem? Espero que ele esteja apenas em férias comentariais.

    Responda
    1. Marcos Benassi

      Grato, Juliano, é bom saber! Orasil, meu caro, caipirice é que nem pretidão, sem a marca da cor e da história de escravidão: tem uma cultura por detrás, uma vida, uma comida, uma leitura e uma escrita. Que têm um valor enorme, e há de se ter um orgulho do caipira que se é. Mesmo que a gente esteja deslocado no mainstream: é isso que somos, e tem um valor imenso!

    2. Orasil coelho pina

      Gosto do Benassi até porque ele assume sua caipirice como eu!KK OrasilCaipira!

    3. Marcos Benassi

      √Ē√ī√ī, Raymundo, n√£o se preocupe com a sen√ßura: sempre a chamarei pela Herda que √©, e n√£o ser√° ela a me parar. √Č meu f√≠garo, que anda estuporado pela barb√°rie. √Č soda, meu caro, muito pior do que a sen√ßura folhom√°tica.

    4. Marcos Benassi

      Ney, meu caro, agrade√ßo a preocupa√ß√£o, de verdade. T√ī de saco cheio, sabe? Sempre a mesma coisarada, essa Bozofrenia insuport√°vel rondando nosso cotidiano - incluindo as p√°ginas desse √ļltimo jornal√£o sobrevivente - uma cr√≠tica implac√°vel ao Luloverno, que comete erros, mas √© razoavelmente civilizado. Fico bastante desalentado. Mas √© animador ouvir que minha chatice faz falta, muito grato.

    5. Juliano Danilo

      KKKKKK boa, senti falta também

    6. Raymundo de Lima Lima

      √Č mesmo. Cad√™ o Benassi? A Folha sabe onde ele est√°, como est√°. Ser√° q ele foi censurado pela Folha?

  18. M√°rcia Meireles

    Correta a colocação de educar e não punir e sem noção a generalização sobre o posicionamento de expulsão pela esquerda no caso de racismo na escola.

    Responda
  19. paulo werner

    A direita pode ser diversa: liberal no sapato e conservadora no penteado, democrata, golpista, nazista, bolsonarista, lavajatista, cristã no domingo e armamentista de domingo a domingo e até humanizada. A esquerda, não! A esquerda é o post raivoso! Stalin! Maduro! Até o bigodudo já escalaram na zaga vermelha. Temos um caso de racismo? Temos artigo batendo na esquerda!

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      A direita al√©m devraivosa (chamava-se de gabinete do √≥dio pq mesmo?) √č sem no√ß√£o, como o seu coment√£rio.

  20. Luita Helena

    Interessante que o autor fala da seletividade da esquerda, mas não discute a seletividade da direita. Direita essa que não hesita em responsabilizar como adultos crianças periféricas que cometem crimes.

    Responda
  21. Joao Quadros

    Na verdade, esse eh o país da passada de pano geral, com base em narrativas descoladas da realidade do povo em geral

    Responda
  22. Marcelo Pacheco

    A premissa é falsa. Uma parte pequena faz barulho e pede cabeças, mas a esquerda em sua maioria não coaduna com isso. Angela Davis, por exemplo, tem argumentado que na maioria dos casos a prisão não é solução para nada, é apenas vingança: inclusive nos casos de racismo, transfobia e misoginia.

    Responda
  23. Carlos Amorim

    Esse caso trás um dado essencial para quem quer combater o racismo, que é entender que mesmo com o trabalho da escola (que existe faz tempo) e mesmo com pais progressistas (não tem conservador no Vera), não há garantia que adolescentes não cometerão racismo explícito.

    Responda
  24. Carlos Amorim

    Parte da esquerda age como vc sugere. Parte da direita faz parecido (quer o fim da maioridade, mas não pensa sobre os delitos que possam ser cometidos pelos próprios filhos, como as ofensas racistas).

    Responda
  25. Oliveira Marinho Ventura

    Não vi ninguém pedindo resposta penal para os atos racistas perpetrados pelas meninas. Falou-se em punição administrativa, essa possível. Qua construção de raciocínio mais intelectualmente desonesta

    Responda
  26. Florentino Fernandes Junior

    Eu me divirto com a turma do redbanho se revirando e mugindo. Brilhante helio

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      J√° cantou pro seu pneuzinho hoje?

  27. FRANCISCO Eduardo de CARVALHO VIOLA

    A esquerda isso , a esquerda aquilo..ao invés dessa postura acusatória, desenvolva so a ideia de como educar mais e punir menos qdo se tratar de adolescente. Não use os fatos para descarregar seus recalques políticos.

    Responda
  28. Sergio Moraes

    Baseou-se em que para chegar a tais conclus√Ķes? Sou professor, condeno o ato racista mas n√£o defendo expuls√£o sum√°ria de alunos. Voc√™ √© um bom funcion√°rio da Folha. Dada a ordem para atacar a esquerda, o faz. Deve ser um dos moderados do jornal, by Joel, o s√°bio.

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      São os bozistas envergonhados tentando justificar pq vão apoiar o Tarcísio Tonenaí ou o Zema. Ou o Caiado, ou o Leite.

  29. PAULO CESAR DE CAMARGO MIRANDA

    Sou de esquerda, e n√£o me vejo representada por tal atitude ou discurso, de expuls√£o daqueles que apresetam comportamentos inadequados, dentro de limites da conviv√™ncia escolar. "A Esquerda" √© muita gente. √Äs vezes quem crtica a polariza√ß√£o tamb√©m adora jogar uma lenha na fogueira. √Č o que d√° audi√™ncia, n√£o √© mesmo?

    Responda
  30. gilberto schoncer

    concordo c o autor do texto, pu nir um jov em nao lhe ed uca, apen as impu ta-lhe uma cul pa ete rna... a es cola esta certi ssima em fazer val er a E DU CA √á√āO !

    Responda
  31. Mauricio Coelho goiato Goiato

    Esquerda é seletiva com tudo .. principalmente com foras d l ei .

    Responda
    1. Anete Araujo Guedes

      N√≥s que compram mans√Ķes com dinheiro vivo. Surrupiam joias valiosas

  32. Jonas Almeida

    Polarização. A gente vê por aqui. Aliás, onde não vemos mais?

    Responda
  33. Enrica Souza

    O cronista promove o que se chama em análise de dados de "colheita de cerejas". Pega um ou dois exemplos que lhe interesam, junto com a posição radical da mãe da criança, e estende para toda a esquerda sem nenhum rigor estatístico. Eu, por exemplo, sou contra a maioridade penal e contra a expulsão das agressores da escola. E assim como eu, vários amigos têm a mesma posição.

    Responda
    1. FRANCISCO Eduardo de CARVALHO VIOLA

      Pois eh , concordo. A cada artigo que a folha levanta a bola contra a esquerda , aparece a mesma meia d√ļzia de nomes de piolhos arruaceiros a concordar . Tenho minhas d√ļvidas da efic√°cia dessa estrat√©gia da folha pra defender o liberalismo. Ela vai se abaixando demais.

  34. Marisa Coan

    O que acontece √© que a esquerda sempre pura e bela, inocente como a flor, pensa em puni√ß√£o o tempo todo para quem reza ou parece rezar por cartilha diferente da dela. Explico: acusam a direita de querer vingan√ßa, quando pede puni√ß√£o, mas a vingan√ßa est√° e sempre esteve dentro deles. Quanto aos menores, h√° casos em que eles devem ser segregados, n√£o por quest√Ķes de vingan√ßa como gostam de gritar por a√≠, mas pela seguran√ßa dos demais, H√©lio.

    Responda
  35. Henry Galbiatti

    A incoer√™ncia vem desde a revolu√ß√£o russa. O √ļnico idealizador da revolu√ß√£o que estava correto foi assassinado no M√©xico pelo Stalin e se chamava Trotsky. De resto, a esquerda defende incoer√™ncias o tempo todo. Defesa de ditaduras com regimes de repress√£o e fome. Justifica-se o que existe de pior. E todo o resto √© fascismo. Tudo. Um mote filosoficamente pobre de espirito para que defende mudan√ßas.

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      Oops, me confundi, pensei q era a coluna do Magnoli. Rindo mais ainda.

    2. Ricardo Knudsen

      Só rindo. Lembrei q o colunista é um ex-trotskista da Libelu. Desconfio q não concordará com vc, aliás já deu a entender no artigo q nada está certo no socialismo. Então, nem Stálin, nem Trotsky.

  36. Ivo Ferreira

    Resumindo, os coment√°rios mostram que o cronista t√° certo.

    Responda
  37. márcia corrêa

    Impressiona que colunistas no af√£ de se mostrarem imparciais nas suas an√°lises, acabem por escorregar para "advogados do diabo". Outro dia foi o Joel Fonseca, e hoje o H√©lio d√° essa derrapada rid√≠cula comparando pris√£o de adolescentes pobres ( pois ricos n√£o seriam presos) com expuls√£o de adolescentes de escola particular (facilmente teriam vaga em outra). Por favor, H√©lio, honre seu espa√ßo e reflita antes de tra√ßar paralelos desleais para igualar a esquerda com a direita nas suas contradi√ß√Ķes.

    Responda
  38. HENRIQUE FERREIRA PACINI

    O mal que esse tipo de análise chumbrega e tendenciosa faz é manter uma sociedade politicamente polarizada. Tanto cidadãos de esquerda, quanto de direita pediram as cabecas das meninas que cometeram o ato racista. E nem todos, tanto na esquerda quanto na direita, quiseram essa punição. Mas, na pressa em apontar uma pretensa incoerência nas esquerdas, o autor generaliza posturas e contribui para manter o nuvel do debate politico em nosso país abaixo da linha de pobreza.

    Responda
  39. José Fernando Marques

    O colunista n√£o igualou a expuls√£o √† pris√£o, mas ressaltou que a f√ļria de punir nem sempre √© imparcial (ali√°s, quase nunca √©). N√£o sou a favor da expuls√£o, mas da perman√™ncia, para que a experi√™ncia negativa gere aprendizado e n√£o se repita. Enfim, concordo com o texto. S√≥ n√£o entendo por que marcar esquerda e direita nesse debate. Se dependesse da direita (da extrema), o crime possivelmente ficaria sem puni√ß√£o alguma. Solidariedade com a menina agredida √© o que mais importa.

    Responda
  40. Ricardo Knudsen

    O colunista demonizando a esquerda de novo. Quem pediu a expulsão foi a mãe da vítima, não como punição, mas avaliando q não haveria clima para convivência e q sua filha corria o risco de sofrer novos abusos ou represálias. De resto, comparar a "expulsão", q de fato será a transferência para outra escola, com meter adolescentes em penitenciárias é desonestidade intelectual. Vale lembrar q racismo não causa indignação ao colunista, q defende a existência de clubes racistas.

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      Henry, pelo menos eu tento justificar alguma coisa. √Č o q se chama argumento, conceito q vc parece desconhecer, pois n√£o apresenta nenhum. Rindo estou eu do seu fervor em tentar me criticar, sem argumentar nada. Faria melhor figura se risse no anonimato.

    2. Henry Galbiatti

      Pelo fervor que você está a responder e criticar os comentários deve ser um dos que tenta justificar o injustificável. Só rindo.

    3. Ricardo Knudsen

      Interessante o colunista querer impor a convivência da vítima com suas ofensoras, supondo q para ela seria uma oportunidade de aprendizado e crescimento. Pq seria assim, se a vítima não é racista e parece ter sido bem orientada pela família no tema? Não seria talvez sofrido e constrangedor? Na verdade o colunista quer q essa menina de catorze anos sirva de cobaia para educar as duas meninas problemáticas.

    4. Bento Brito Teixeira

      Êsse Hélio Schwatzmann é um defensor do "sionismo": uma ideologia racista. O racismo é crime no Brasil: um país mestiço. Uma mãe, "famosa", se revolta contra "boolings" com sua filha e é exagero da "esquerda"?

  41. JOSE CAMPOS

    Quem divide as pessoas as classificando como esquerda ou direita sem observar a complexidade de cada situação não merece crédito de ninguém.

    Responda
    1. Néia Fernandes

      Melhor coment√°rio!

  42. Gilberto Rosa

    Ninguém está pedindo para que a menina seja presa, expulsão é normal em colégios quando ocorre mal comportamento, agora se este comportamento não é considerado como inadequado pelo Hélio, por ser da elite paulistana, como ele mesmo diz, ai sim temos um grave problema, e de adulto. Helio deveria ser expulso da Folha, por todo passado : )

    Responda
  43. Gilberto Rosa

    Em que mundo vive Hélio, no mundo da tal elite paulistana da menina, e por uma questão grupal se sentiu atacado? Vai encontrar defensores na Folha.

    Responda
  44. DANNIELLE MIRANDA MACIEL

    Mais certo, impossível.

    Responda
  45. Lu Mo

    Mat√©ria muito mal escrita, que revela desconhecimento b√°sico acerca de esp√©cies de puni√ß√Ķes.

    Responda
  46. EMANOEL TAVARES COSTA

    Erra o colunista. Defender a expuls√£o como recado √† comunidade escolar para que o fato n√£o mais se repita √© leg√≠timo. Sem preju√≠zo da san√ß√£o escolar, que reclama severidade suficiente para reprimir a conduta, h√° a puni√ß√£o no √Ęmbito do ECA.

    Responda
    1. Guilherme Menezes

      Muito bem lembrado - expuls√£o √© a puni√ß√£o mais forte, apenas, no √Ęmbito escolar. Isso n√£o seria nada exagerado ou irrevers√≠vel. As adolescentes assim punidas poderiam se matricular em outra escola. Fora da escola, a lei d√° puni√ß√£o mais grave para racismo. No caso de adultos, pode chegar a cinco anos de reclus√£o. Evidentemente, ningu√©m em s√£ consci√™ncia deveria pedir pris√£o para essas meninas. Mas uma boa multa e presta√ß√£o de servi√ßos √† comunidade seriam bem adequadas. Educativo, sem exageros!

    2. Renato Almeida

      Não começo detalhes do caso, mas partindo da premissa que são crianças ou adolescentes não acho que devam ser expulsas sumariamente. Uma suspensão já seria suficiente para aprenderem. Se repetirem o ato aí sim poderia ser mais dura a pena.