Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Jose Trigo

    Na maioria das vezes em que leio Helio a sensa√ß√£o que tenho √©, adoraria ter escrito isto, √© o que penso mas n√£o consigo expresa com tal clareza, e s√£o vis√Ķes despretensiosas, n√£o proselitistas, plurais, e rarissimas de conviverem em uma mesma pessoa. Parabens e obrigado

    Responda
  2. Carlos Oliveira

    Se o per√≠odo de avalia√ß√£o vem do tempo dos vikings at√© hoje, concordo com o otimismo do autor. Nunca esquecendo, por√©m, que a capacidade destrutiva da humanidade √© hoje muito superior. Agora, se estivermos avaliando as √ļltimas d√©cadas (que, acho, era o objetivo do Mujica), tenho s√©rias d√ļvidas.

    Responda
  3. Gregorio Amarante

    Se o problema da esquerda fosse só este seria maravilhoso.

    Responda
  4. Itamar Perenha

    Tenho minhas d√ļvidas quanto a esta melhora. De fato, podemos estar, no conjunto, mais ricos, por√©m, no subconjunto dos mais pobres, mais pobres ainda. Isso quanto √† riqueza material, por√©m, quanto √† riqueza moral, percebe-se, aos poucos uma mudan√ßa em rumo a mais solidariedade. A minha esperan√ßa √© que esse rumo persista.

    Responda
  5. ADONAY ANTHONY EVANS

    Os artigos pioram a cada dia. Em lugar de se preocupar com a Esquerda, que de há muito abandonou a luta armada, e levou pelo menos duas enormes trombadas, o discurso de Krutschev, admitindo crimes de Stálin no XX Congresso, e a queda do infame Muro de Berlim. Só quem não sabe nada de Esquerda, Gleisi inclusive, imagina Maduro e Ortega, versão latino-americana de Idi Amin Dada, como Esquerda. Colunista deveria se procupár sim, com a Direita Brasileira e suas alianças com o filo-nazismo europeu.

    Responda
    1. Gregorio Amarante

      Acha que o mea culpa no discurso de Krutschev l√° atr√°s em 1956 foi o suficiente? E a esquerda brasileira vai fazer uma autocritica quando? Com certeza, nunca. Aqui s√£o os guardi√Ķes da moral da humanidade, quase semi deuses, n√£o erram nunca.

  6. Nelson Vidal Gomes

    Brilhante! Como peculiar a esse enciclopédico colunista. Que Deus nos ilumine a todos e abraços fraternos em agnósticos e ateus! Namastê!

    Responda
  7. Rodrigo Ribeiro

    Concordo, mas acho que o Mujica chama a atenção para um outro ponto, próprio do capitalismo atual, que é o individualismo exacerbado. Será que cuidamos tanto assim dos nossos, da família? Por que tanta depressão e suicídio? Nunca foi assim tão intenso. Existe sim uma relação entre prosperidade e falta de direção. Estamos melhores, porém, em que "estado" é o que devemos discutir mais.

    Responda
  8. Severo Pacelli

    O mundo est√° t√£o sofrido, t√£o mesquinho e recheado de desinforma√ß√Ķes e mentiras. A manipula√ß√£o em fun√ß√£o de lucros √© tremenda nos dias atuais. Prolifera epidemia de canceres e as pessoas brincam de construir hospitais e se dar bem em cima disso. O sistema n√£o aceita cura e sim a remedia√ß√£o. Lucro √© tudo. Lucro √© agro, lucro √© pop.

    Responda
  9. Aderval Rossetto

    Pensa assim por ser "mais rico e já não precisávamos nos preocupar diuturnamente com a próxima refeição".

    Responda
  10. Leonilda Pereira Simoes

    O ser humano em geral não é uma tábula rasa. Mas muitos homens são.

    Responda
  11. Jove Bernardes

    "Nos primórdios, o homem ligava apenas para si mesmo, sua família e seu bando. Com o tempo, passou a preocupar-se também com compatriotas, correligionários e, por fim, com todo o gênero humano. Agora, já olhamos até para os outros bichos." Divirjo. Não vejo isso que você chama de evolução na extrema-direita, aferrada desde sempre nos primórdios de ligar só pra si mesmo, sua família e seu bando.

    Responda
    1. Eduardo Rocha

      Acho que Hélio pode estar certo. A extrema-direita é o que restou desses primatas selvagens. Apesar de estarem em um momento de destaque, a destruição global causada pela extrema-direita no século 20 ainda está na memória e acredito (quero acreditar), que hoje resistimos melhor que nossos avós. Talvez nossos netos e bisnetos só conheçam a extrema-direita em visitas ao zoológico.

    2. Maurizio Ferrante

      Segunda guerra, seis milh√Ķes de judeus mortos, os incont√°veis mortos nas guerras africanas (as quais pouco nos importam). Realmente, a ra√ßa humana est√° bem, muito bem!

  12. Orasil coelho pina

    Tenho respeito pelo ex presidente uruguaio, mas os comunistas se esquecem que eles só existem porque surgiram no ocidente, mais civilizado, portanto tolerantes com ideias diferentes. Ou Marx não era da Europa Ocidental? OrasilDemocrata!

    Responda
    1. Eduardo Rocha

      Todo respeito ao ilustre comentador, mas parece que quem n√£o se esquece dos comunistas √© voc√™. Toda vez que algu√©m aponta um comunista, fico entre o espanto e o riso. Como algu√©m que dissesse ter visto um p√°ssaro Dod√ī no quintal. Nem o Mujica de hoje pode ser apontado como comunista.

  13. José Cardoso

    O Uruguai teve uma trajet√≥ria de empobrecimento relativo nos √ļltimos 100 anos semelhante √† Argentina. S√≥ que com um sistema pol√≠tico bem mais est√°vel (sem a histeria de Peron e Evita por exemplo). O Mojica √© um s√≠mbolo dessa aceita√ß√£o resignada, algo estoica. S√≥ que o estoicismo n√£o √© s√≥ pessimista quanto ao presente, mas tamb√©m quanto ao futuro.

    Responda
    1. Severo Pacelli

      Pode ser que a próxima revolução seja da cooperação. Por enquanto é só egoísmo e acumulação. A IA vem aí para sedimentar mais poderes a alguns homens e fazer uso dos demais. No que isso vai dar, até Deus desconhece. O que está claro é um cansaço humano dos que ainda pensam e ousam pensar. A manada por enquanto está sob controle nas igrejas e quartéis, sob o cuidado de falsos líderes. Novos Hutus para tempos "modernos".

  14. Raymundo de Lima Lima

    Admiro Mujica. Mas, com ou sem opinião ou argumento d grande uruguaio, depois d pandemia e d desgoverno bolsofrênico q pregava imunidade d rebanho sem vacinas, contra máscara sanitária e outros atos necropolíticos, passei a ter esperança q pessimismo a pouco para a sobrevivencia da humanidade. Tenho esperança q as formigas e outros insetos podem cuidar melhor do planeta Terra.

    Responda
  15. Nilton Silva

    Dependendo pra que lado se olhe, existem raz√Ķes para otimismo ou pessimismo com rela√ß√£o √† ra√ßa. O fregu√™s escolhe. A pr√≥pria trag√©dia sulista serve de exemplo.

    Responda
    1. Raymundo de Lima Lima

      Também a próxima epidemia ou pandemia e uma necropolíica servirá de exemplo para sermos otimistas ou pessimistas. Ou céticos, niilistas, ateus, agnósticos.

  16. Claudio Gomes

    O problema da esquerda eh que para a esquerda, nunca há nenhum problema com ela rs. São sempre os outros. Nem uma coluna com muitos elogios a uma pessoa verdadeiramente de esquerda, e fazendo um contraponto a um aspecto específico, passa batido - o pessoal de esquerda desce a lenha, ofende, vai pro pessoal. Difícil ser solidário.

    Responda
    1. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      E a direita também. O problema não é direita ou esquerdda, o problema é o fundamentalismo em qualquer matiz.

  17. victor lag

    Monica , o velhinho fofo , foi ter to dista perigoso e agora se mostra um humanista tardio . Conta outra . √Č esquerda √© futuro s√£o mutualmente excludentes.

    Responda
    1. ADONAY ANTHONY EVANS

      Terrorista perigoso? De onde tirou isso? Queremos fontes. Terrorista perigoso foi o Capitão do Exército, e seu sargento, que explodindo bombas no Show do Rio Centro, esperavam centenas, talvez mlhares de mortes por pisoteamento. Terrorista perigoso? Terrorista perigoso teria sido o Brigadeiro João Paulo Penido Burnier, blindado pelo Estado, que tentou aliciar oficiais do Parasar, que o denunciaram, para atentados terroristas. Procure o papel de Aladino Felix e do General Trajano no Terror.

    2. Severo Pacelli

      pelo jeito, beijou muitas botas de sanguin√°rios.

    3. josé SOARES

      Seu Lag, contra uma ditadura sanguin√°ria , intermin√°vel ,massacrante do uruguaio,querias que lutasse com flores?

    4. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      E os militares uruguaios que reprimiram foram terroristas ainda mais perigosos. O terrorista mais perigoso que pode existir é o terrorista estatal. Contra este não há defesa.

    5. Galdino Formiga

      O passado foi esquecido por ele e outros fan√°ticos.

    6. Marcos Benassi

      Victor, "tardio" não foi o caso, o sujeito sempre foi um humanista. E não tenho a mínima ideia do que ele fez efetivamente quando defendia a noção de"ditadura do proletariado" - sei, contudo, que as idéias progressistas sempre são "perigosas" pacacete.

  18. ALEXANDRE MENDES DE ALMEIDA

    O coment√°rio, que imputa √† esquerda uma vis√£o pessimista quanto ao presente e uma vis√£o otimista quanto ao futuro, tem uma vis√£o otimista - ou ing√™nua ou imagin√°ria (infantil) - da sociedade, citando exemplos que n√£o demonstram, minimamente, que o mundo que vivemos √© melhor do que aquele t√≠nhamos a cem ou duzentos anos atr√°s. A √Ļnica possibilidade que temos para melhorar √© subtrair-mo-nos de uma vis√£o imagin√°ria e idealizada do mundo.

    Responda
  19. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

    Em relação a nós, deficientes, tenho que concordar. Antigamente (não faz tanto tempo) a eugenia era vista como algo extremamente positivo e mesmo quem não a defendia, pensava que um deficiente teeria que depender da família. Hoje, embora os eugenistas ganhem força e ainda haja muitos que pensem assim, eu pude ser diretor da Facudade de história da Unirio. Cinquenta anos atrás seria impensável.

    Responda
    1. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      No teu caso, normal. Acidente. no dele n√£o.

    2. Marcos Benassi

      Hahahahah, que negócio horroroso, Vanderlei! E isso, na academia, hein? Credo. Contudo, isso me lembrou que um dia eu dei um fora (foi só um fora e não uma crítica): eu tava na pfizer, numa reunião com um diretor médico sobre um curso. O homem era finíssimo, um lorde, e poderoso; era manco, algo grave, e andava de bengala. Pois eu não falei que uma certa coisa do curso, se feita como um seu assessor queria ficaria "capenga"? Cara, mindeu uma vergonha de matar... Muito mais leve, mas envergonha.

    3. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      Sim, tudo se conquista com muita luta e as conquistas não são irreversíveis. um coleguinha de departamento para criticar erros de minha gestão, (não sou perfeito), não esqueceu de lembrar que eu fazia uma direção cega.

    4. Marcos Benassi

      Não deixa de ser verdade, caríssimo. No entanto, acho que foi o colega Werner que nos lembrou de que esse tipo de conquista sempre foi na base da briga e paulada, e não como uma "evolução natural" e linear. Não se mata criança cega no hospital, mas fuzilamento de preto continua na moda - Tarcizão do Massacre não me deixa esquecer.

  20. Marcos Benassi

    Uai, Hélio, tem duas guerras oficiais aí que contradizem seu ponto, meu caro (bem marvadas, aliás, ambas de eliminação humana e ampliação territorial). Tem as guerras extra-oficiais, cotidianas: sobrevivência, pra uma quantidade inacreditável de gente, que vive no pleistoceno do cuidado social; outras, movidas por criminalidade variadas, nem sempre envolvendo armas, mas contando com avançadíssimo estado de desprezo pelo outro. Nessa altura do avanço Humano, barbarizarmos assim nos faz piores.

    Responda
    1. Jove Bernardes

      Comente ali em cima sobre a extrema-direita e seus h√°bitos de orbitar socialmente o pr√≥prio umbigo, desprezando quem pensa diferente. √Č por a√≠. A prop√≥sito, e aproveidade a oportunitando, n√£o sei do que gostei mais, se da hist√≥ria do capenga ou de sua humanidade de admiti-lo de viva voz, o que me faz crer em sua psican√°lise, corrente ou passada, procede? Evo√©.

    2. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      Bem, ela divia pensar em como a sua Clara viveria sem um homem, que lhe garantisse a renda e principalmente a protegesse. Nas favelas aqui do Rio é essencial que a mulher tenha um homem, mesmo que seja só prá enfeite. mesmo que o traste não tenha renda.

    3. Marcos Benassi

      Uia, sem o saber, ambos enfatizamos o não-linear da coisa. Já a minha sogra, criou a minha esposa Clara pra casar; ela, rebelde, não casava. Quando nóis juntêmo, já com uns 3O, a véia, que era brabíssima, tratava-me com inusitado amor - "salvei" a filha da solteirice! Não posso dizer exatamente que a véia evoluiu... Hahahahah!

    4. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      Concordo em parte Marcos: o problema é que a evolução não é linear. O fato de coisas terem melhorado não significa que não piorem. Estão aí os que defendem o aborto de futuros gays, por exemplo. Para a mulher por exemplo, não criei minha clara prá casar. Ela não mora mais comigo e tem renda própria. Não depende de homem prá comer e morar.

  21. adenor Dias

    A mat√©ria cita o otimismo e pessimismo da esquerda. E a direita, tem otimismo ou pessimismo? Gan√Ęncia, isso eu sei que √† direita tem...

    Responda
    1. Marcos Benassi

      Hahaha, dedo no'zóio.

  22. adenor Dias

    √Č not√≥rio que o mundo melhorou, e o Brasil, que eu conhe√ßo um tico em especial. Basta lembrar que at√© os anos 80, quem n√£o trabalhasse, ficava com fome, ou dependendo de esmola dada pelos pr√≥prios pobres. Hoje os programas sociais, compensa a falta de empregos! S√£o Paulo por exemplo h√° miser√°veis, por√©m com a barriga cheia...

    Responda
  23. Zelis Pereira S Junqueira P F

    Lula um anão político vamos entrar na era Dilma. Assaltos a vista

    Responda
    1. Marcos Benassi

      A evolução não é linear mêmo, coisa impreCionante.

    2. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      O Corinthians perdeu, a culpa é do Lula. Minha mulher me trocou por outra, a culpa é do Lula. Minha sogra veio morar aqui em casa, a culpa é do Lula. Realmente é um fetiche.

  24. Adalto Fonseca J√ļnior

    Aff. O cara chega cheio de conclus√Ķes a partir de um trecho de entrevista. Muita arrog√Ęncia e pouco bom senso. Qual o problema do colunista?

    Responda
    1. Adalto Fonseca J√ļnior

      Sempre v√£o aparecer os que se alinham e defendem automaticamente a narrativa hegem√īnica. S√≥ a reflex√£o e o discernimento sobre o discurso e as orienta√ß√Ķes subjacentes legitimam a cr√≠tica. Tem gente s√©ria elaborando conhecimento s√©rio. Tem gente que precisa ser mais humilde.

    2. Claudio Gomes

      Esse eh o problema da esquerda rs. Nenhuma aceitação a qualquer crítica, e via de regra já ofendendo o comentarista sem apresentar argumentos. Igualzinho aos bolsonaristas.

    3. Paulo César de Oliveira

      O Hélio deu sua opinião e a embasou em argumentos. Se você não concorda, por que não tenta argumentar, preferencialmente de forma educada, sem ofensas.

  25. Antonio Emanuel Melo dos Santos

    Tem gente que de ex sindicalista com patrim√īnio banal acumulou 7.4 milh√Ķes declarados. Mujica n√£o sabe fazer render presid√™ncias como outros por a√≠, talvez por isso sua amargura.

    Responda
    1. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      Uai: não ser corrupto é sinal de incompetência em tua avaliação?

    2. Marcos Benassi

      Seria interessante a leitura da entrevista, Antonio, usando o link no texto do H√©lio. A √ļltima coisa que o seu Pepe √©, √© amargurado. O velhote √© uma fonte at√īmica de claridade. [A sen√ßura, por outro lado, t√° 'margosa pacar√°i, Jesus da Goiabeira...]

  26. Amauri Costa

    Articulista se arvora a fazer uma análise de Mujica em poucas linhas. Dá-se um crédito. No início do segundo parágrafo desfia o simplório clichê típico dos preguiçosos liberalóides. Prezado, ler alguma das biografias dele, assim como literatura crível do Uruguai da década de sessenta lhe facilitaria a empreitada.

    Responda
    1. Claudio Gomes

      T√° doido? O colunista se deitou em elogios ao Mujica, justamente no 2o par√°grafo. Vc n√£o leu? H√° apenas uma critica a um ponto espec√≠fico, que ele usa para fazer um ponto maior, mais generalizado. Haja disson√Ęncia cognitiva.

  27. Rocia Oliveira

    Realmente, √© de uma petul√Ęncia, ou deboche, o colunista utilizar a entrevisra do Mujica para criar um titulo desse! Os povos avan√ßaram ao longo da hist√≥ria por causa de pessoas como o Mujica e o Lula. Doa a quem doer.

    Responda
    1. Marcos Benassi

      No caso específico, prezada Rocia, capaz de ser adequada a tradução Collorida: "duela a quem duela"! Hahahah!

    2. SILVIA KLEIN DE BARROS

      Isso.

  28. Robson J Oliveira

    √Č lamentavel que algum tenha a coragem e escrever isto. Ou √© ma soquis ta ou s a d ic o de si mesmo.

    Responda
  29. paulo werner

    Vamos fingir q sua orgulhosa lista de incorpora√ß√Ķes culturais n√£o s√£o produto da luta de progressistas com seu renitente pessimismo com a evolu√ß√£o hist√≥rica natural. O Sr. acha mesmo q haveria sufr√°gio universal sem luta contra a hierarquiza√ß√£o natural dos homens? E vc sabe q liberais cerraram fileiras pelo voto censit√°rio. Ser√° q a prosperidade dos liberais estimulara a bondade adormecida e os impeliu √† defesa do fim do trabalho infantil?

    Responda
  30. paulo werner

    A evolução da humanidade pode ser reduzida à historicidade da nossa cultura? Quem autoriza a suposição de q nos tornamos mais solidários a medida q ficamos mais ricos? Sociedades q não acumulam são menos solidárias? Americanos são mais solidários q os ticunas ou macuxi?

    Responda
  31. paulo werner

    Kkkk pra caracterizar a impropriedade d um eventual pessimismo da esquerda, o articulista lista uma série d conquistas históricas (q d fato resultaram no alcance estendido das afecçoes solidárias com efetividade política) q, vem só!, custaram preço d muito sangue do campo progressista. Fim do Trabalho infantil, da escravidão, sufrágio universal, despatologizscao da sexualidade, justiça tributária, preservação ambiental são pautas liberais? Liberais foram adversários em cada uma dessas conquistas

    Responda
    1. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      Teu argumento em relação ao liberalismo é incontrastável. De fato, não haveria fim da escravidão, sem movimento abolicionista. Tenho que concordar, mas fecho com o Hélio, quando critica o fato de não reconhecermos os avanços já obtidos e partirmos para novas conquistas.

    2. Marcos Benassi

      Excelente e paciente argumentação, caro Paulo.

    3. Hernandez Piras

      Liberais foram inimigos da abolição da escravidão ou do sufrágio universal! Não sei onde você aprendeu história, mas o socialismo mal havia nascido quando o Liberalismo aboliu o tráfico de escravos, a escravidão legal e o voto censitário.

    4. Antonio Ara√ļjo

      Você parece meio fora do normal.

  32. Clovis Castello Miguel

    Hélio inverte a sua posição em relação a Z do Pepe : excesso de otimismo quanto ao presente e é extremo pessimismo quanto ao futuro. Pepe se refere , ao mesmo denunciado por J Saramago : o embrutecimento humano pela sociedade de consumo , o neoimperialismo com a consequente perda de princípios e sentimentos humanos . Ao mesmo tempo , a esquerda se perde em não se reinventar em busca desses valores e se engalfinha em tribalismo ideológico rançoso

    Responda
    1. Marcos Benassi

      Apenas lembrando que "a esquerda" não é um bloco monolítico, né, Clóvis?

  33. carlos campos

    O problema da esquerda é q com o país tendo sido governado por um inconsequente de extrema direita como o coiso, q favorecia elites, agro, fiesp, faria lima, estes sanguessugas não largam o osso por nada, inclusive este ex jornal, q virou um braço do banco pag seguro , q atrai ga do sem discernimento q ama ser mal tratado e prefere ficar na fila do osso. Lamentável.

    Responda
  34. Ricardo Knudsen

    O gde problema da esquerda para o colunista é q ela não é de direita.

    Responda
    1. Vanderlei Vazelesk Ribeiro

      Isso é fato.

    2. Marcos Benassi

      Hahahahah, ótema, essa blague!

    3. Paulo César de Oliveira

      Exatamente, Paulo. Como disse o Hélio, o mundo ocidental tornou-se mais altruísta graças a riqueza, fruto do capitalismo.

    4. paulo werner

      Muito bom! Ele deve achar q as conquistas civilizatorias q ampliaram o alcance das afei√ß√Ķes solid√°rias s√£o obra da direita, do dinheiro, do bom senso, da matura√ß√£o da racionalidade. Quase uma decorr√™ncia natural do progresso. O Velho Testamento √© mais sofisticado q isso

  35. FREDERICO FLOSCULO PINHEIRO BARRETO

    Seu texto foi removido porque infringe as regras de uso do site.

    1. Marcos Benassi

      Bem, Frederico, o próprio Mujica discordaria dessa apreciação do Lula.

  36. Tadeu Humberto Scarparo Cunha

    Caro Hélio, comparar Pepe Mujica um ponto fora da curva neste lodaçal que é a política nesta AL,incluindo o México,soa sem noção, pois o desapego ao poder já um diferencial extraordinário.

    Responda
  37. jose carlos toledo junior

    Fraco como sempre, superficial como nunca. Dez reias por mes est√° ficando caro. Quero mais desconto para continuar assinante.

    Responda
    1. Claudio Gomes

      Argumentos nunca, argumentos jamais, autocrítica nunca, autocrítica jamais. Deve ser lulopetista ou bolsonarista. Mas concordo, se vc não está satisfeito, cancele sua assinatura e bola pra frente.

    2. Ricardo Knudsen

      Legal essa sua homenagem poética ao colunista. Inspirado em Vinícius, vou tentar complementar: "Tua coluna como um templo...em ruínas, voltada para a direita (quase extrema), fraca como sempre, superficial como nunca". Será q o Toquinho não faria uma musiquinha?

    3. Antonio Ara√ļjo

      E você lendo, como sempre...interessante.

  38. CARLOS ALEXANDRE PERGER

    Sugestão de leitura (e estudos) para o seu helio "Cultura: um conceito antropológico" Roque Laraia. "Ressentimento" Maria Rita Kehl.

    Responda
  39. Mário Sérgio Mesquita Monsores

    Esperando o artigo Qual é o problema da extrema direita.

    Responda
  40. Felipe Vasconcelos

    A escravidão de seres humanos só acabou com a revolução industrial, quando passou a estar disponível máquinas que produzem em escala nunca vista antes, sem necessidade de alimento ou sono. Os valores morais e filosóficas surgem depois...

    Responda
    1. Felipe Vasconcelos

      Em quarto lugar, expresso meu imenso alívio em saber que algumas pessoas não gostariam de conviver comigo, pessoas que argumentam de menos, mas que não poupam esforços em atribuir inverdades, distorcendo assim a fala dos outros. Não me dou ao trabalho de agradar, pois dispenso concursos de Miss Popularidade. E também não me dou ao trabalhar de desmentir inverdades.

    2. Felipe Vasconcelos

      Em primeiro lugar, manifestar uma observa√ß√£o hist√≥rica √© diferente de manifestar uma opini√£o ou convic√ß√£o. Em segundo lugar, Plat√£o e Arist√≥teles defendiam a escravid√£o, pois eram frutos de seu tempo. Em terceiro, mesmo que j√° houvesse ideias que repudiassem a escravid√£o h√° s√©culos ou mil√™nios, tais ideias n√£o tinham um ambiente com estrutura hist√≥rica, econ√īmica e social que permitessem a tais ideias vingarem.

    3. Felipe Ara√ļjo Braga

      Você é uma pessoa com quem eu não gostaria de conviver. Outro dia quando a Lygia Maria disse que o lugar de negros é no curso técnico, você defendeu que nem no curso técnico há lugar para todos. Hoje você fala isso. Cara, cada comentário horrível!

    4. Ricardo Knudsen

      Hein? Os valores morais e filosóficos surgem depois? Aristóteles, Platão, os Dez Mandamentos, os evangelhos, o Corão, Lutero e Calvino, os enciclopedistas, o iluminismo, são frutos da revolução industrial?

  41. Galdino Formiga

    O passado foi esquecido.

    Responda
  42. Washington Santos

    Ou então ele simplesmente percebeu, como está no livro Sapiens, que, por conveniência, não acabamos com os males que levam a perda de vidas simplesmente pela falta de vontade. Deixar locais relegados a mortalidade por fome e/ou desnutrição tendo tecnologia suficiente para acabar com isso torna o pai de pet/planta pior que seu anterior mesmo.

    Responda
    1. Mário Sérgio Mesquita Monsores

      Adoraria que os males fossem extirpados antes dos preju√≠zos. Temos in√ļmeros exemplos. Desde a mais tenra idade da civiliza√ß√£o.