Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Soraya Franzoni Conde

    O Proifes assinou acordo que não foi aprovado pelas bases das Ifes. Até as poucas instituições filiadas ao Proifes como a UFSC reprovaram a proposta em Assembleia. Entretanto, a diretoria autoritária e anti democrática da Apufsc ilegalmente assinou o acordo e impôs um plebiscito ilegal que contrariou a Assembleia e o estatuto da instituição. Por isso, o Proifes não representa as IFES e nem os docentes de Santa Catarina. Nossa assembleia não aceitou reajuste e recomposição orçamentária 0 em 2024

    Responda
  2. Luiz Belloni

    A manchete da notícia é muito equivocada, pois a sentença judicial proferida não suspendeu nada; ela apenas declarou a Proifes impedida de assinar acordo com o Gov, mas o acordo a que se refere o texto da matéria já havia sido assinado no dia 27. Esse é mais um exemplo de ineficácia do serviço de prestação de tutela jurisdicional.

    Responda
  3. Joao Quadros

    Ao contrário do que o contraifes diz, essa greve não é apenas por salários. Dia 27/05/2024, o teto de um corredor do CEFET/RJ caiu, por falta de manutenção, porque não tem dinheiro. Se não estivéssemos em greve, poderia ter ocorrido uma tragédia. Por favor, estamos luitando para que o ensino público, de qualidade e universal não pereça jamais nesse país, Ajude-nos a pressionar o governo a voltar a investir nas escolas, que todos nos pagamos para funcionar direito!

    Responda
    1. Joao Quadros

      Isso mesmo Celso. TAEs, professores, terceirizados, todos são importantes e merecem respeito e melhores salários, e as escolas precisam, devem e merecem ser tratadas melhor que qualquer congresso ou salão oval.

    2. CELSO ACACIOO GALAXE DE ALMEIDA

      É isso João, a luta dos trabalhadores da educação não é apenas por salário, no entanto, a valorização da atividade docente é fundamental para uma educação de qualidade!

  4. CELSO ACACIOO GALAXE DE ALMEIDA

    A Proifes é uma entidade pelega, foi criada para amortecer o choque dos trabalhadores da educação com o PT, o objetivo é dividir a categoria para enfrquece-la impondo as políticas de arrocho salarial. Infelizmente, no governo a "esquerda" se comporta como a direita, talvez aí esteja a razão do seu enfraquecimento!

    Responda
    1. CELSO ACACIOO GALAXE DE ALMEIDA

      O PT se tornou um administrador confiável para o capital, portanto não difere da entidade que ajudou fundar, não significa que a direita tradicional seja opção, ou a "esquerda" identitária míope, outra face da direita que apenas busca inserção privilegiada no capitalismo!

    2. JOSE PADILHA SIQUEIRA NETO

      Que tal apelar para o Lira e pro Pacheco para ver se destinam o m percentual do Perse e da desoneração da folha de pagamentos para as universidades federais. Quem sabe a direita voltando ao poder tudo melhore, como foi nesses anos todos sem nenhum reajuste e sem nenhuma greve.

  5. Jose Alberto da Silva ALBERTO DA SILVA

    Leciono há 32 anos há décadas vi e vemos uma política pública cujo projeto é não investir e não valorizar no docente. Professores são heróis que tem compromissos com a educação, com seus alunos. Os governantes passam... são transitórios, mas o professor continua semeando. E mesmo com lágrimas tem a alegria de afirmar: "O que fiz? Lecionei, eduquei... deixei um legado. Fiz o meu melhor. Remei contra a maré de pseudopoliticos que deitam e dormem maquinando que mal farão para a sociedade".

    Responda
    1. JOSE PADILHA SIQUEIRA NETO

      Estranho né? Isso não aconteceu nos quatro anos de desgoverno Bozo e nem nos dois após o golpe. Prefere a direita no poder? Aqui em SP o plano do Tarcísio é cortar verbas da Usp/Unicamp/Unesp/Fapesp. Dizer que o governo do PT, que criou dezenas de universidades federais e garantiu o acesso de pretos e pobres tem projeto de sufocar a universidade publica é falta de caráter e sendo político. Jogam com o desgaste do governo. A direita não faria melhor!

  6. Jose Alberto da Silva ALBERTO DA SILVA

    Educação no Brasil está longe de alcançar os melhores patamares. Tivemos como presidente um doutor em Sociologia e foi responsável pelo desmantelamento das Universidades Federais e esse projeto se estendeu as estaduais. É muito triste. O que ratifica os resultados pifios em pesquisas e formação rasa de muitos professores são as escolhas que a sociedade faz de seus parlamentares.

    Responda
  7. Graciela Carvalho

    É importante ressaltar que o único sindicato que representa os docentes das universidades federais é o Andes. A Proifes não é sindicato (corrijam o título da matéria), é uma federação que representa em torno de 5% dos docentes, e eles mesmos estão em greve contrariando a direção dessa federação. O governo alega não ter dinheiro para os docentes, mas categorias de policiais receberam aumentos significativos. Os salários deles são aproximadamente 40% superiores aos dos professores!!

    Responda
    1. paulo Raulino

      Esse 5° governo do PT e 3° do atual presidente, já não tem mais o compromisso com os trabalhadores. Hoje, já adquiriram o comportamento característico do político tradicional, todos devidamente "estabelecidos".

  8. Vitor Heisenberg

    Educação deve ser remunerada adequadamente, é proibido por lei servidores trabalharem de graça ou a troco de salários não corrigidos, bem como o governo cortar verbas da academia pela metade e não reajustá-las conforme a perda do valor monetário da moeda frente à inflação.

    Responda
  9. Zelis Pereira S Junqueira P F

    Em 16 anos o pior governo para Educação. Sem precedentes.

    Responda
    1. ANDRE BARRETO

      Já vi que vc não entende nada de educação.

    2. Julio Louzada

      Não pegue carona para passar pano para o inominável!! Nada superará, nunca, o que foi o último governo.

  10. Bruno Sebastião Dantas Neto Sebastião

    Seu texto foi removido porque infringe as regras de uso do site.

    1. Edson José Neves Júnior

      Vê-se que o Bruninho passou longe das salas do ensino superior...

    2. Erondina Frederico

      Pelo visto não tem ideia sobre como funciona a universidade pública e todos os impactos que a greve traz ao professor. É exatamente o contrário, pois quando as aulas são retomadas é preciso trabalhar nas férias para repor as aulas perdidas. Infelizmente a greve é o único mecanismo disponível para se pressionar por reposição salarial.

    3. paulo Raulino

      Você deveria fazer uma reflexão sobre essa sua agressão barata, desnecessária.

    4. Fabiana Menezes

      Não, Bruno, as pesquisas com prazo e experimentos continuam mesmo sem apoio administrativo. As atividades de pesquisa ensino e pesquisa nos mestrados, doutorados seguem, porque respondem por mais de 90% da ciência e tecnologia do país. Projetos de extensao que beneficiem vidas!, fora das universidades correm o risco de serem descontinuados. Os hospitais universitários são mais de 60 destinados à saúde pública. Professoras e professores trabalharam dobrado agora e depois nas férias escolares.

    5. Valderi Silveira Pinto Júnior

      Doze anos sem aumento e chama docentes de vaga bun dos? Só se for você que teve preguiça de estudar e virou ignorante, que opina o que não sabe.

    6. Anésio Azevedo Costa Neto

      Greve não é férias. estar de greve é um direito dos trabalhadores. nós, professores, somos trabalhadores, portanto temos esse direito. além do mais, o salário dos servidores públicos federais, com exceção do judiciário federal, não sofre aumento de acordo com a inflação. para saber disso, basta fazer uma pesquisa breve no Google. Mas…Pode ser difícil para você entender tudo isso, já que deve se considerar rico por ser classe média, no entanto, se você se esforçar vai conseguir entender, certeza.

    7. Regina Tavares

      Só pode ser piada. Surreal este tipo de colocação, mas esperar o quê de boa parte da população de um país em que a educação fica sempre em último lugar?

  11. André Perticarrari

    O Proifes não representa a ampla maioria dos servidores das instituições de ensino federal. Além disso, a lista de instituições em greve está incompleta.

    Responda
  12. FELIPE DA SILVA POLYDORO

    A Folha mais uma vez deixa de informar a representatividade dos sindicatos. O Andes representa 60 universidades. O Proifes, apenas sete. E dessas sete, ao menos quatro rejeitaram o acordo em assembleia - ou seja, o Proifes traiu sua própria base.

    Responda
  13. LUIZ COSTA

    ate a Maria do Rosario votou contra o nine

    Responda
  14. João Leite Leite

    Sindicatos hoje não representa os trabalhadores. Estão todos ligado ao governo e os patrões.

    Responda
    1. LUIZ COSTA

      nunca representou

  15. Marcos Longaresi Carvalhães

    Guardadas ás devidas proporções, pois tem muita gente aplicada nas federais, mas, é por essa é outras que não temos sequer um prêmio nobel, é muita bagunça.

    Responda
    1. José Galhardo

      Engano seu, temos uma Medalha Fields (equivalente ao Nobel), com o Matemático Artur Ávila, do IMPA. Falta, ainda, muito investimento em pesquisa e valorização dos Pesquisadores brasileiros, que atuam nas instituições federais de ensino (responsáveis por mais de 80% da pesquisa desenvolvida no país). Abraços!

    2. nemesio salvador

      O Brasil não tem prêmio Nobel porque investe proporcionalmente muito menos em educação e pesquisa do que os países que têm. Informe-se.

    3. LUIZ COSTA

      culpa do péssimo salario pago pelo governo do nine

  16. CL UDIO CASTELO DOS SANTOS

    Faz o L.

    Responda
  17. jayme terra

    Nao aumenta P/Nenhuma.

    Responda
    1. nemesio salvador

      Aff !

  18. jayme terra

    Safa//deza. Querem arrebentar. Sai da mesa presidente. Paga pra ver. Mata na canseira O jah oferecido tah.

    Responda