Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Expor uma trai√ß√£o nas redes sociais pode virar caso de Justi√ßa. No Brasil, expor informa√ß√Ķes pessoais na Internet, como forma de vingan√ßa ou para causar constrangimento, pode configurar crime. Denunciar a ¬Ďpulada de cerca¬í de algu√©m na internet √© sem d√ļvida uma forma de vingan√ßa. O ¬ďexposed¬Ē de trai√ß√£o nas redes sociais n√£o √© uma novidade e tem se repetido com muita frequ√™ncia e repercutido nas redes sociais.

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      A exposi√ß√£o de trai√ß√£o nas redes sociais possa trazer uma falsa sensa√ß√£o de acolhimento, mas, no geral, a vingan√ßa n√£o √© algo bem-visto na sociedade. Existe a ilus√£o de que, na Internet, estamos "protegidos", ent√£o temos o direito de julgar o quanto quisermos ¬Ė o famoso "tribunal da internet". Mas tal exposi√ß√£o tende a contribuir para o afastamento de pessoas, assim como o aumento de relacionamentos conflituosos, ressentimento, rumina√ß√£o e, consequentemente, sensa√ß√£o de abandono e desamparo.

  2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    A trai√ß√£o online j√° √© uma das maiores causas de div√≥rcios no Brasil. Talvez porque o Brasil √© o 3¬ļ pa√≠s mais ativo nas redes sociais no mundo, com mais de 131 milh√Ķes de usu√°rios conectados. Dessa forma, a internet, com f√°cil acesso e busca por intera√ß√£o constante, pode ser o ambiente perfeito para conhecer novas pessoas e se envolver em situa√ß√Ķes com elogios, conversas √≠ntimas, sexting e por a√≠ vai. Contudo, na lei n√£o √© poss√≠vel encontrar um descritivo do que √© considerado trai√ß√£o online.

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      A traição virtual é muito mais antiga do que se imagina. Quando ainda nem se pensava em navegar pela Internet, já existiam os serviços de sexo por telefone. Majoritariamente utilizado por homens, este foi o primeiro serviço a oferecer sexo virtual.

    2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Dependendo da gravidade da situação e dos efeitos que a traição pela internet causou, será possível pedir uma indenização por danos morais. Mas para pedi-la, será necessária a comprovação de que a pessoa sofreu os abalos morais alegados. Aliás, após o conhecimento da traição, quem foi traído terá até 3 anos para juntar as provas e ajuizar o processo requerendo seus direitos.

    3. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      √Č importante destacar que em nosso pa√≠s, o adult√©rio n√£o √© considerado crime, mas a infidelidade √© tida como um ato imoral, mesmo que virtual. Assim, em casos de trai√ß√£o virtual, h√° a quebra de um dever conjugal e da alian√ßa criada pelo casal no in√≠cio da rela√ß√£o. Em raz√£o disso, a trai√ß√£o pela internet tem consequ√™ncias para quem traiu. Em geral, a infidelidade virtual ter√° como principal consequ√™ncia a perda do direito de receber pens√£o aliment√≠cia.

  3. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Assim como existem sites de trai√ß√£o, tamb√©m h√° os Apps voltados para a infidelidade. O Gleeden tem 400 mil usu√°rios, sendo um sucesso no Brasil. Mas, diferentemente de outros Apps do tipo, o Gleeden foi criado em 2009, na Fran√ßa, por mulheres e para mulheres. Por este motivo, as inscri√ß√Ķes para elas s√£o gratuitas e o acesso a conversas e mensagens privadas, ilimitado. J√° o uso de homens √© permitido, mas cobrado. (1/2)

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Apesar da cobrança diferenciada: no Brasil, 60% dos usuários são homens e 40%, mulheres. No país desde março-2021, o App registra a maioria dos usuários em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Brasília. Pesquisa mostrou que 34% das suas usuárias traem por se sentirem mais "felizes e vivas". Segundo a psicóloga e sexóloga Luísa Miranda, a explicação para tal resultado não está ligado à traição em si, mas a uma elevação da autoestima e valorização pessoal. (2/2)

  4. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    O esc√Ęndalo envolvendo o site Ashley Madison ocorrido em 2015, que prometia anonimato a pessoas interessadas em casos extraconjugais, gerou amea√ßas, div√≥rcios e suic√≠dios j√° que teve todas as suas informa√ß√Ķes divulgadas por hackers que causaram o vazamento de dados de 37 milh√Ķes de casados infi√©is. Isso mostra como as pessoas s√£o ing√™nuas quando se trata de seguran√ßa na internet. (1/2)

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Em 2017 foi divulgado um relat√≥rio pelo pr√≥prio site Ashley Madison, onde indicava que o Brasil √© o segundo maior pa√≠s com n√ļmero de usu√°rios inscritos. Tendo S√£o Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal como os estados que mais re√ļnem usu√°rios.

    2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      O site que se dizia ¬ď100% seguro e discreto¬Ē inventou selos que supostamente atestariam o zelo com que guardavam os dados dos clientes. Tudo mentira, assim como eram fakes os v√°rios perfis de mulheres, usados para fisgar homens dispostos a gastar d√≥lares para se comunicar com elas - rob√īs que se passavam por elas. Mesmo diante desse imensa confus√£o, ainda h√° quem se arrisque para viver uma vida de infidelidade. (1/2a)

    3. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Depois do esc√Ęndalo, a chefia do site mudou, mas ele continuou ativo. Hoje diz ter mais de 65 milh√Ķes de usu√°rios e continua com a mesma proposta de oferecer ¬ďcasos extraconjugais com total sigilo¬Ē. (1/2b)

  5. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Os idosos fazem sexting? Sim, a troca de mensagens de conte√ļdo sensual/er√≥tico √© uma forma dos idosos se conectarem sexualmente com seus parceiros, mas tamb√©m √© uma nova maneira de tra√≠-los. Algu√©m pode ficar chocado ao descobrir que o marido/esposa estava fazendo sexo h√° seis meses com outra pessoa ou que tem conhecido secretamente homens/mulheres em sites de namoro e na plataformas digitais.

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Sim, idosos também podem pular a cerca! Pesquisa recente da empresa McAfee mostrou que 1 em cada 4 pessoas entre 50 e 75 anos envia mensagens e fotos/vídeos íntimas - muitas sensuais e/ou eróticas. Logo, você vai querer pensar 2 vezes antes de decidir usar os celulares dos seus pais/avós para fazer uma ligação, evitando constrangimentos e crises familiares porque 1/3 deles não protege seus dispositivos com senha.

    2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      As pessoas que praticam sexting desde cedo podem estar mais interessadas em relacionamentos casuais de curto prazo do que em compromissos de longo prazo? Relacionamentos apenas baseados em sexting tendem ao fracasso? Os cafajestes se esconderiam com mais facilidade ou dificilmente seriam pegos usando sexting?

  6. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Causa preocupa√ß√£o o uso cada vez mais frequente do sexting entre adolescentes e jovens adultos. O termo sexting resulta da jun√ß√£o das palavras 'sex' (sexo) e 'texting' (envio de SMS) e significa a troca de mensagens er√≥ticas com ou sem fotos/v√≠deos via celular, chats ou redes sociais. Dito isto, √© bastante prov√°vel que o sexting possa levar a casos f√≠sicos, pois √© uma pr√°tica que estimula sensa√ß√Ķes de fantasia e excita√ß√£o.

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Sabe um dos motivos por que muitas empresas acabam criando intranets? Como profissional de Informática presenciei/soube de colegas que tiveram seu acesso a Internet restringido ou bloqueado temporariamente por praticarem sexting durante o expediente ou consumirem pornografia. Boa parte dos registros era de homens casados, mas também havia jovens e adultos solteiros em menor proporção. Quase nenhum deles era de mulheres.

    2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Para piorar, atualmente muitos jovens entendem o sexting como um forma comum de expressão da sua sexualidade através da Internet. As imagens enviadas por eles/elas durante a prática de sexting podem ter diversos destinos — ser compartilhadas em grupos de aplicativos de mensagens, ser enviadas para amigos do receptor ou aparecer em sites pornográficos.

    3. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      A pr√°tica de sexting exp√Ķe seus adeptos a riscos de vazamento e de chantagem, ou seja, eles/elas podem ser alvo de crimes por divulgarem conte√ļdos sensuais e er√≥ticos atrav√©s de celulares, chats ou redes sociais.

  7. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    No passado, a infidelidade era uma quest√£o de encontros clandestinos, mentiras sobre ¬ďviagens de neg√≥cios¬Ē, desculpas sobre o cheiro de perfume numa camisa. Agora √© poss√≠vel se envolver com algu√©m que n√£o seja seu c√īnjuge ou parceiro, conectando-se online com o aux√≠lio de sites. A infidelidade online √© um tipo de caso emocional em que as pessoas envolvidas desenvolvem um relacionamento sexualmente √≠ntimo sem realmente se encontrarem ¬Ė o que √© conhecido como cibersexo.

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Mesmo que os corpos nunca se toquem, algu√©m pode prejudicar seriamente o seu relacionamento com um parceiro ou c√īnjuge, porque, tal como os casos tradicionais, aqueles que acontecem atrav√©s da Internet envolvem inevitavelmente segredos e mentiras que t√™m o potencial de destruir a confian√ßa necess√°ria para manter um relacionamento s√©rio.

    2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      As pessoas que praticam infidelidades online podem nunca ver o rosto umas das outras ou ouvir as vozes umas das outras. Sem contato físico real, a intimidade via internet pode não parecer algo real. No entanto, um caso online é muito parecido com uma aventura física, que pode causar danos duradouros a um relacionamento ou até mesmo a uma família inteira.

  8. CAMILA MARTINS

    adorei o babado!!!!

    Responda
  9. Eliciel salles

    Ol√°, Mirian, gostaria de problematizar a quest√£o do amor rom√Ęntico e da monogamia compuls√≥ria. Muitas mulheres acreditam nas promessas dos cafa.. porque est√£o imersas na ideia de que a monogamia √© o √ļnico caminho para a felicidade. Essa estrutura beneficia principalmente os homens, enquanto as mulheres enfrentam puni√ß√Ķes severas por terem outras rela√ß√Ķes sexuais. convido as pessoas a desconstruir/destruir os conceitos de "cafa.." e "cor-NO" para promover uma "artesania dos afetos".

    Responda
  10. Teresa Cardoso

    Papo de cafajeste é sempre muito envolvente.

    Responda
  11. Fabrício Schweitzer

    A diferença entre o sexo animal e o humano é a capacidade de fabulação.

    Responda
  12. CARLOS ALEXANDRE PERGER

    Senti foi saudades da Mirian na reciprocidade dos coment√°rios. Mirian, se voc√™ puder escutar a m√ļsica "os segundos" por cidad√£o quem. Quem envia um abra√ßo pra vc somos n√≥s. Um abra√ßo Mirian. Muitas felicidades e te esperamos semana que vem.

    Responda
    1. Galdino Formiga

      Reciprocidade dos comentários elogiosos e críticos.

    2. Mirian Goldenberg

      Vou escutar Carlos

  13. Fabrício Schweitzer

    Professora !!!!

    Responda
  14. Galdino Formiga

    Tenho a impress√£o que j√° li parte dessa cr√īnica, mas posso estar errado.

    Responda
  15. ADONAY ANTHONY EVANS

    Minha prezada consulente da Vila Ré, que já foi da Penha, é assim que a vida é. Antes deste que vos escreve, outro, um Nelson Rodrigues, com mais arte, talento e fé, já se espojou no cafajestismo tanto, que acabou por se doutorar na tese. E sua tese é simples como a de todos os reacionários: as mulheres roubam os homens umas das outras por que não prestam e chamam amor, o que pecado é. Fico porém com Jorge Amado, que em Dona Flor revela que a mulher, como os anjos, entre o certinho e o erradinho

    Responda
    1. ADONAY ANTHONY EVANS

      para o cafajestes regenerar, a este de corpo e alma se entregar√°

  16. Fabiana Menezes

    Estar com algu√©m √© escolha √© portanto na perspectiva da cultura. Quanto ao desejo, isso a√≠ est√° em outro lugar, animais fazem de tudo para copularem. Mulheres gostam de se sentirem √ļnicas e a√≠ pensar que o macho larga uma f√™mea porque ela √© ¬ďespecial¬Ē deve ser um tipo de bug existencial.

    Responda
    1. Fabrício Schweitzer

      O animal n√£o fabula.

    2. Fabrício Schweitzer

      Desejo/sexo humano não é o mesmo que o animal. Só há uma diferença entre o sexo animal e o humano: fabulação.

  17. Paloma Fonseca

    Porque essas mulheres amantes gostam de se iludir, principalmente quando são jovens, estão na idade certa pra cair na conversa fiada de homens mais velhos casados. Adorei o chega-pra-lá que a esposa deu no traidor quando soube da traição (que mulher íntegra!). Gostei da coluna no estilo "fica a dica", é sempre bom ter o relato de uma antropóloga experiente em pesquisa qualitativa, com quilometragem na captação e interpretação de ideias e práticas do cotidiano.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Adorei Paloma: fica a dica

  18. Marcus Acquaviva

    Ter diploma e at√© p√≥s n√£o s√£o sin√īnimos de esperteza.

    Responda
    1. Marcus Acquaviva

      Voc√™ n√£o chega √†s profundezas sem passar pela superf√≠cie. Muito estudo, muito conhecimento, s√£o in√ļteis para enfrentar a vida se voc√™ n√£o souber us√°-los a seu favor, inclusive na vida afetiva. Voc√™ certamente sabe quem √© Carl Sagan, que afirmou que o conhecimento adquirido por si s√≥ n√£o denota intelig√™ncia, que √© o julgamento adequado a partir dele para uma tomada de decis√£o satisfat√≥ria. O que explica a doutora assunto do texto ser uma (censurado) que cai no papo de outro doutor, esse malandro.

    2. Fabrício Schweitzer

      Buscas 'esperteza', Marcus? N√£o √© sobre isso que estamos falando. √Č muito mais profundo; √© sobre constru√ß√£o Subjetiva Social e Individual, a partir de um desenho secular.

  19. Rogerio Cerqueira

    Os seres humanos e suas escolhas, boas e ruins. Democracia é bom até nisso, cada um escolhe o caminho que quer seguir.

    Responda
    1. Marcus Acquaviva

      Sim, Fabricio. √Č.

    2. Fabrício Schweitzer

      Ser√°?

  20. Wanderson Marçal

    O tom moralista do final da coluna e alguns comentários retrucando voltam à velha e surrada guerrinha entre sexos. Por que é tão difícil admitir que as pessoas fazem escolhas ruins e isso é pura responsabilidade delas? Por que o lugar-comum de culpar o outro sexo? Uma mulher que sai conscientemente com um homem casado é moralmente melhor que este homem? O Jeffrey Young tem uma boa resposta para explicar porque algumas pessoas preferem esse tipo de relação. Spoiler: Gostam.

    Responda
    1. Fabrício Schweitzer

      Qual a sua identidade? Vanderson?

  21. Gabriel Dos Santos

    Um Picol√© de Lim√£o escrito. Al√ī, D√©ia!

    Responda
  22. Fabrício Schweitzer

    Educação, Psicanálise e menos heteronormatividade compulsória. O Universo agradece.

    Responda
    1. Wanderson Marçal

      Essa guinada da psicanálise para identitarismo mais tosco é uma tristeza...

  23. Beatriz Cerveira

    Por que s√£o carentes!

    Responda
    1. Beatriz Cerveira

      Afirmo, s√£o piegas.

    2. Fabrício Schweitzer

      Pergunta ou exclamação(afirmação)?

    3. EDUARDO DE MELLO

      Concordo, o sujeito se aproveita da fragilidade da outra pessoa. Vivemos todos sob press√£o.

    4. Beatriz Cerveira

      ...é tolos têm lábia.

  24. bruno silva

    Porque elas s√£o ot√°rias demais.

    Responda
  25. Henrique Marinho

    Sex, lies, and videotapes.

    Responda
    1. Fabrício Schweitzer

      Love it! Sex-less

  26. Tersio Gorrasi

    Uma característica dessa colunista é a generalização, tipo os homens ou tantos homens, as mulheres, tantas mulheres, transmitindo a falsa idéia de que o comportamento de qualquer ser humano é previsível e estereotipado

    Responda
  27. Sinésio Brito

    Também não entendo como os homens fazem isso apesar de ser um, não sou tão descolado assim mas imagino que se houver um diálogo e optar por uma relação aberta vale mais a pena.

    Responda
  28. Galdino Formiga

    Parece o roteiro de novela.

    Responda
    1. Beatriz Cerveira

      Mexicana

  29. Beatriz Cerveira

    Mulher carente, muitas vezes, por muuuuito tempo não consegue enxergar no seu objeto de adoração o cafajeste de carteirinha, simples assim!

    Responda
  30. Bruno Gomes Benigno Sobral

    Faltou falar dos homens tra√≠dos. O desejo de fazer o proibido, as insatisfa√ß√Ķes de uma rela√ß√£o, as amarras que limitam a liberdade s√£o comuns aos dois sexos.

    Responda
    1. CID MAROCCI GONCALVES SILVA

      Sem querer ser machista, mulheres padecem menos disso.

  31. marco martins

    Caramba!!!! Esse professor me faz sentir que eu sou bonzinho.

    Responda
  32. Marina Gutierrez

    Eu acho que muitas mulheres acreditam porque tem carência afetiva, falta de autoestima, conheci uma moca bonita e inteligente envolvida em um relacionamento com um cafajeste, foi criada em uma família disfuncional e tinha complexo de inferioridade.

    Responda
  33. Maurício Cruz

    Problemas de caráter não são exclusividade de um gênero ou outro ou outres (sic). Os métodos talvez variem, os danos atingem todas, todos e todes (sic) de igual maneira.

    Responda
  34. Elvis Pfutzenreuter

    Por que as pessoas se deixam enfeitiçar por políticos? A raiz provavelmente é a mesma.

    Responda
  35. Sam Duart

    Enquanto houver os ingênuos(as). Malandro(a) não morre de fome.

    Responda
  36. Sam Duart

    A quest√£o que fica √©. Vc que trai com uma pessoa que j√° est√° em um relacionamento, est√° sendo t√£o cafajeste quanto ele ou ela. Assim como n√£o h√° honra entre lad r√Ķes, n√£o h√° honra entre traidores. Fica a li√ß√£o, que assim como sua amante ou seu amante tra√≠ o parceiro. Ele pode muito bem fazer isso com vc tamb√©m. Vc n√£o est√° acreditando na mentira dos outros. Na verdade est√° acreditando nas pr√≥prias mentiras que cria pra si mesmo ou mesma.

    Responda
    1. CID MAROCCI GONCALVES SILVA

      √Č por a√≠... Mania que as pessoas t√™m de se acharem especiais...

  37. DIVINO RICARDO CAVALCANTE

    √Č um texto que nos faz refletir. E procurar os motivos para o auto engano, √© claro que muitas motiva√ß√Ķes s√£o inconscientes e nem sempre s√£o as mais acertadas. No caso descrito chama mais aten√ß√£o as m√°s escolhas do homem, porque n√£o pode aceitar um rela√ß√£o tranquila com algu√©m que apreciava, o que o empurrava para o caos?

    Responda
    1. Marina Gutierrez

      Divino, talvez fosse uma pessoa insegura.

    2. JOSE MARIA SILVEIRA DE GOIS

      $$$

  38. Cristina Sant'Anna

    Todos nós, homens e mulheres, poderíamos ser mais satisfeitos da vida e muito menos hipócritas se deixássemos para trás três quimeras morais contrárias à natureza humana: virgindade pré-nupcial, celibato clerical e fidelidade conjugal. Sem a quimera da fidelidade, essa história simplesmente não existe, porque não existe "a outra" e nem "a oficial" e nem tampouco "o cafajeste" ou "o provedor mal amado": somos só pessoas desejantes e errantes.

    Responda
    1. Paulo Araujo

      O censor da Folha deve ser um inquisidor que foi trazido para séculos a frente do seu tempo...

    2. Cida Sepulveda

      Muito bom. Até quando o termo "traição" vai dividir almas?

    3. Paulo Jr

      Concordo com 90% do seu coment√°rio Cristina, mas um monte de gente n√£o conseguiria estabelecer v√≠nculos familiares com um c√īnjuge em um relacionamento aberto, e um monte maior ainda quer constituir fam√≠lia e gerar prole. O quanto dessa necessidade por fidelidade vem da nossa cultura, e o quanto vem da nossa gen√©tica eu n√£o sei, mas sei que vem de algum lugar.

  39. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Ningu√©m nasce mentiroso, trapaceiro, tra√≠ra ou farsante, pois acredito que s√£o desvirtudes que s√£o assimiladas e desenvolvidas desde a inf√Ęncia/adolesc√™ncia. Crian√ßas mentem, adolescentes tamb√©m, mas estes se acostumam a ter v√°rias namoradas e ao chegar na vida adulta continuam fazendo o mesmo...

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Cerca de 1% da população em geral atende aos critérios de psicopatia, o dobro da prevalência da esquizofrenia, havendo no esquizofrênico uma menor propensão para manipular os outros do que no psicopata.

    2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Simpatizo com a ótica defendida pelo Dalai Lama, na qual em todo ser humano há a semente da bondade, variando de pessoa para pessoa. Mas por ela ser frágil e fraca precisa ser cultivada. Na prática, tanto no início como no fim da vida todos nós dependemos da generosidade alheia, e só conseguimos avançar dia após dia por causa dela. Olhe a sua volta e você verá que não poderá viver sem a bondade do próximo...

    3. Paulo Jr

      Isso se chama 'O Mito do Bom Selvagem' Jos√© (acho que foi Rousseau quem anunciou a ideia para o mundo). Eu lamento discordar de voc√™, mas acredito que tem gente que nasce com a propens√£o de enganar os outros(n√£o com coisinhas sem import√Ęncia, mas com coisa s√©ria mesmo). Se algu√©m assim entrar em um relacionamento com o compromisso de fidelidade, vai arrumar amante, com certeza.

  40. Luiz Ferreira

    Gostei da história, tem muitas nuances interessantes, mas o final/conclusão é de um maniqueísmo bem bobo e raso.

    Responda
    1. CID MAROCCI GONCALVES SILVA

      Tem nada de manique√≠smo. Pessoas envelhecem e morrem. Conhe√ßo alguns casos assim, em que pessoas que n√£o conseguiram levar uma vida est√°vel porque largaram a fam√≠lia em busca de aventuras e acabaram na mis√©ria pq dissiparam o pouco patrim√īnio que tinham e n√£o tiveram ningu√©m para servir de √Ęncora e sustento na velhice. Acabaram na indig√™ncia.

    2. Galdino Formiga

      Pode ser só ficção.

  41. Felipe Vasconcelos

    Algumas mulheres se atraem por cafaj es tes, porque elas se sentem "brochadas" por homens de caráter e boa índole. Isso diz mais sobre elas do que sobre eles. Casamento é para companhia e cuidar dos filhos, se quer sexo, vai num bordel!

    Responda
    1. Hernani Galv√£o

      Os semelhantes se atraem

  42. Felipe Vasconcelos

    Quer dizer que o professor que usou e abusou das mulheres ao longo da vida morreu de infarto e sozinho aos 87? Ele "teve o que mereceu?" Bela estória com um ensinamento moral por trás, para educar os crédulos de maniqueísmos ideológicos.

    Responda
    1. Felipe Vasconcelos

      Sim, sim, meu coment√°rio foi mais uma ironia.

    2. CID MAROCCI GONCALVES SILVA

      N√£o √© por a√≠. √Č mais "quem n√£o ouve cuidado, ouve coitado".

    3. marco martins

      Ele teve foi uma vida boa isso sim, pegou novinhas a vida inteira e viveu quase até os 90 ?

  43. Felipe Vasconcelos

    O professor é um caf ajes te por trair a esposa, e a mulher que aceita ser amante de um homem casado é o que, vítima de um estelionato emocional?

    Responda
  44. Marenildes Pacheco da Silva

    Acho que acreditamos nos e nas cafajestes por car√™ncia, n√£o viram o caso da mulher que matou seu caixa eletr√īnico com brigadeir√£o? O pavor da solid√£o para muitos, √© maior que o medo da escravid√£o, a√≠ casamos. Eu n√£o acredito em homem fiel porque eu acho que o homem tem muito mais fogo que a mulher, e n√≥s em grande maioria, n√£o temos muita disposi√ß√£o igual aos homens. Sou contra a rela√ß√£o aberta, porque o casal fixo, atura o bem e o mal um do outro, enquanto os amantes, ficam s√≥ com o bom.

    Responda
  45. Paulo Roberto Dufrayer de Oliveira

    Respondendo à pergunta do título: acreditam porque as mentiras lhes fazem bem, são boas para aumentar a autoestima e fazer com que se vejam como mulheres sedutoras e resilientes.

    Responda
  46. Wil Leon

    A verdade que mulher objeto, vulgo amante, não é exigente.

    Responda
  47. MIRIAM PAVANI

    Penso que sabem a verdade, só querem é se enganarem mesmo.

    Responda
  48. JORGE LUIZ LANFREDI GAIA

    Conheci um cara assim. Era casado, tinha duas filhas, mas n√£o perdoava nenhuma, casadas ou solteiras. Era locutor de r√°dio, tinha voz bem grave, que encantava as mulheres. N√£o era boa pinta, mas tinha uma l√°bia e um carisma impressionantes. Gabava-se de ter tido rela√ß√Ķes sexuais com mais de duzentas mulheres. Vivia enrolado financeiramente, tinha filhos de outros casamentos e era atormentado pelas ex-mulheres. No fundo, era um infeliz que nunca tinha se encontrado consigo mesmo.

    Responda
  49. João Vergílio

    Tem homem que é um traste, mesmo. E tem mulher que é uma pevá pegá pebun pedá. Acaba com a vida de qualquer um. "Farrapo Humano" mostra bem como acontece. Tem que tomar cuidado mesmo. Olhar bem onde está pisando, ou leva um tombo.

    Responda
  50. WELLINGTON SILVA DE MIRANDA

    O amor tem outra lógica.

    Responda