Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Antonio Hirschle

    Acrescente-se os acontecimentos recentíssimos na Bolívia com divulgação de quantias destinadas a investimentos astronômicos por parte da Petrobras la , sem justificativas técnicas razoáveis , tudo para que também sejam expropriadas pelo governo Boliviano,como no passado recente e fica por isso mesmo .Pasmem também senhores ,que por mera coincidência tasters, também teremos a participação da Âmbar por lá .!!!! Isso cheira muito mal mesmo . Folha , só não vê quem não quer . Investigue

    Responda
  2. Vinicius Branco

    Deveriam investigar a estranhissima edição da MP que beneficiou a Ambar, empresa dos irmãos Batista, que empurra para os consumidores os custos de geração por 15 anos, envolvendo o ministro Silveira, para o qual foi mera coincidência. Que cara de pau! E o Lula não fala nada, pois não pode criticar amigos tão corruptos como ele.

    Responda
  3. Zelis Pereira S Junqueira P F

    Vergonha folha . Todos os jornais internacionais dando a notícia. E vocês colocando pela metade.

    Responda
  4. Marcelo Magalhães

    É incrível como a folha omite o nome do chefe da máfia que virou o TCU. Bruno Dantas foi desmascarado pela Piauí. Atualmente ele ocupa lugar de destaque nas negociatas dos porões brasilienses, ou nos salões setecentista lisboetas, onde conchavos são fechados no famoso GilmarPalooza.

    Responda
  5. Zelis Pereira S Junqueira P F

    Brasil não tem mais jeito

    Responda
    1. MARCELO BENATTI

      O Brasil é ótimo, o que estraga é que esta cheio de Brasileiros.

  6. Ivo Mutzenberg

    Considerando a indisponibilidade do interesse público, parece-me essencial o assessoramento jurídico prestado pela AGU em ajustes consensuais em que determinados entes, em nome da União, repactuam atos juridicamente perfeitos em que, invariavelmente a União, isto é, a sociedade, abdica de receber vultosas quantias.

    Responda
  7. LUIZ LEAL

    Resumendo, a área tércnica do tribunal é contra a mara cutaia, ou "acordo", pois entende que há prejuízo à sociedade. Já vossas excelências, que são nomeados politicamente, preferem defender os interesses da empresa envolvida. Afinal é para isso que foram escalados.

    Responda
    1. Antonio Hirschle

      Perfeito