Comente*

* Apenas para assinantes

comentários

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Dora de Oliveira e Silva

    Depois que foi exigido que os pães tivessem no mínimo 38% de trigo integral para serem classificados como "integral" todos os pães começaram a ser rotulados como "100% natural", com adição de castanhas, passas, diversos tipos de frutas secas etc. Agora nenhum pão de forma é integral, mas todos são naturais. A indústria não deixa de encontrar mais para burlar a legislação.

    Responda
  2. Paolo Valerio Caporuscio

    O governo deve se reunir com os fabricantes para melhorar os ingredientes para não se repetir e se não resolver boicotar até tomarem providências mediante divulgação de laudos públicos confiáveis.

    Responda
  3. Túlio Landi

    Estamos verdadeiramente lascados! Se considerarmos que as crianças são os maiores consumidores desses produtos, seria boa medida restringir o consumo ao mínimo possível. Interessante, que no Brasil, não há fiscalização em "nada que a necessite": medicamentos, carnes, enlatados, embutidos e paro aqui porque a lista é longa.

    Responda
  4. Bira Scutari

    Se comer não dirija! Se for dirigir não coma! Agora lascou -se!!

    Responda
  5. maria cordeiro

    Fui pesquisar e vi que o teste ocorreu em fevereiro de 2024. Com certeza, o assunto é relevante. Mas preciso saber se estou assinando a Folha para ler matéria velha.

    Responda
  6. Monica Rodrigues

    depois de tantos comentários esclarecedores, meu voto: dietas já! uma dúvida: que tipo de álcool foi encontrado? o inocente etanol ou o tóxico metanol?

    Responda
  7. Marli Serrão

    Além do glúten - não precisa ter doença celíaca - o prejuízo do intestino inflamado aparece mais tarde. Agora mais isto. Saí do "francês" e fui para o "integral" mesmo sabendo que tbm não era inocente. não posso ter nenhum pacote disto em casa. Quando vem a abstinência, é meio pacote de uma vez. Meu intestino - que quando bebê recebia mamadeiras do adoecedor da Humanidade, o Leite Moça, da famosa marca Nest tlé, suíça, está uma mer da. Tantos cuidados agora, sem resultados.

    Responda
  8. FRANCISCO Eduardo de CARVALHO VIOLA

    Pronto, já apareceramvaqui os vampiros brasileiros e suas maldições maligrinas. Não podiam faltar né ?!

    Responda
  9. Walker Batista

    Ah, é por isso que dá barriga de chopp.

    Responda
  10. Cleomar Ribeiro

    ... trigo no extra ocupa um corredor inteiro, milho 5%de um corredor, mandioca 1,5%!... E ainda tem os macarroes, bolcahcas e paes, e bolos!!!... A queimacao e refluxos da população é devido so trigo!.... Nossos base sagrada alimentar aqui nas américas nestes últimos 70-80anos vêm sendo estrangulada pelos Anhangueras-sgro e anhangueras-fgv e diversos snhangueras da relação de compadrio!!!...

    Responda
  11. Cleomar Ribeiro

    ... coma comida baseada em trigo é tenha sua própria queimacao e refluxos!!!...

    Responda
  12. Maria da Graça Pimentel

    Está no texto pessoal: "O álcool presente nesses produtos é oriundo do processo de fermentação e do uso de conservantes"

    Responda
  13. CARLOS TARDIVO

    Por isso substitui o pão pela cerveja!

    Responda
  14. Cel Sil

    Então o Detran, petista, trate de aceitar recursos de bafômetro de quem comeu pão de forma!

    Responda
  15. Joaquim Rocha

    Coincidentemente o pão que tem maior teor alcoólico é o que possui prazo de validade maior. Será que o alcool funciona como um conservante, neste caso?

    Responda
  16. Sam Duart

    Agora imagine em cada acidente provocado por motorista alcoolizado será dito que se consumiu pão de forma. Só estáo dando corda para motorista imprudente.

    Responda
    1. Joaquim Rocha

      Não importa se o alcool veio do pão ou da bebida. O que importa é o teor no sangue.

  17. Marcos Barbosa

    Fora a diabetes que esses pães trazem ,a pressão alta ,a obesidade ainda dá barato alcoólico xesus

    Responda
  18. Wil Leon

    Putz. não poderia variar tanto. Deveria ter um valor maximo, muito baixo.

    Responda
  19. Ricardo Candido de Araujo

    E o guarda não quis acreditar que tinha tomado um suco com o misto-quente...

    Responda
  20. Ricardo Knudsen

    O meu Visconti gelado e sem colarinho, por favor.

    Responda
  21. Wilson Soares

    Prezado sr. Raphael Moura, consultor técnico etc. etc. etc; no pior cenário possível, estaremos todos mortos. Então, por que brigar com o pãozinho torrado ou o misto quente do Bob's?

    Responda
    1. Joao Cellos

      Porque crianças e grávidas podem estar ingerindo álcool a partir de um simples pão. E isso pode trazer consequências neurológicas irreversíveis.

  22. Wilson Soares

    Matéria feita sob medida para deputados espertinhos incluírem o pão de forma no tal "Imposto do Pecado". O "timing" é perfeito demais para haver dúvidas.

    Responda
  23. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    No livro Barriga de Trigo, William Davis afirma que o trigo moderno tem tão pouco a ver com o trigo verdadeiro quanto um chimpanzé tem a ver com um ser humano. O autor afirma e mostra que o cereal mais popular do mundo é também o ingrediente alimentar mais destrutivo. As consequências do consumo de trigo, porém, não se manifestam apenas na superfície do corpo.

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      O trigo também pode atingir profundamente quase todos os órgãos do corpo, como os intestinos, o fígado, o coração, a glândula tireoide e até mesmo órgãos do sistema nervoso. Na realidade, praticamente não existe nenhum órgão que não seja afetado pelo trigo de algum modo potencialmente prejudicial.

  24. carlos guillermo gimenez de castro

    A informação parece incompleta já que não se indica respeito de que é a percentagem de álcool. Nas bebidas, é por volume (% por litro tipicamente). Não faz muito sentido para um sólido. Será % por massa (% por kg)?

    Responda
    1. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Tá na segunda imagem: Considerando os índices do Detran, a quantidade segura de álcool no organismo seria abaixo de 3,3g ou 0,08g/l de sangue. A Proteste considera que um ser humano tem 5,5 litros de sangue no corpo.

  25. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Curioso, investiguei o que faz o pão/bolo fermentar. Descobri que quando ocorre o aquecimento da massa no forno, as leveduras se multiplicam e ingerem o açúcar e o amido contido na "farinha de trigo". Pelo que entendi, ocorre uma fermentação alcoólica que transforma os açúcares contidos na massa em álcool...

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      A fermentação produz alcool e CO2. É o gás CO2 q faz a massa "crescer" e produz o miolo macio e poroso. O alcool, no entanto, é volátil, a quase totalidade deveria ir embora durante o cozimento do pão. Há portanto problemas nos processos de produção desses pães, pois o alcool residual deveria ser mínimo.

  26. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Já encontrei álcool etílico (cachaça) como ingrediente de produtos industrializados: tortas, lasanhas e escondidinhos. O que pode ser pior: sofrer alguma reação alérgica por intolerância ao álcool, a redução do efeito de antibióticos e anti-inflamatórios causada pelo álcool, ser pego no teste do bafômetro ou ingerir ingredientes secretos que fazem mal a saúde?

    Responda
    1. Galdino Formiga

      Menos

  27. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

    Em geral, os ingredientes são farinha de trigo enriquecida com ferro e ácido fólico, açúcar, glúten, sal, óleo vegetal de soja, vinagre e cloreto de potássio e conservantes. A quantidade de conservantes e a péssima qualidade da farinha causam muita preocupação, juntos com outros ingredientes secretos. Por exemplo, a indústria usa um derivado de fios de cabelo humano, que além de ser uma fonte mais barata do aminoácido (L-cisteína), também acelera o tempo de preparo do pão de forma.

    Responda
    1. Maria Lopes

      Que horror! E onde conseguem tanto cabelo humano? No li/xo dos barbeiros e cabeleireiras?

    2. JOSE EDUARDO MARINHO CARDOSO

      Isso poderia acontecer também com bolos, biscoitos etc. industrializados que usam a fermentação dessa coisa enriquecida que chamam de "farinha de trigo" ?

  28. MARCO ANTONIO ZANFRA

    Leio com surpresa que, apesar de estar há 29 anos longe da bebida, posso continuar sendo alcoolista ao consumir um prosaico pão de forma. É pior do que ser fumante passivo - fumo, diga-se, de que me livrei há 34 anos. Seria engraçado, não fosse absurdo, ser pego num bafômetro depois de quase 30 anos de abstinência!

    Responda
  29. Claudio Messias

    É compreensível o resultado da análise, dado o processo de fermentação, comum em massas e em bebidas como cachaça, cerveja... A meu ver, o teor alcoólico de pães de forma (que pra mim são mais perigosos pelos conservantes - vejam que duram meses para mofar) é irrelevante se passível de ser flagrado pelas blitzes de lei seca. A questão é: se o bafômetro indica que não se está apto a dirigir por colocar sua vida e e de outrem em perigo, então consumir esses pães e dirigir não dá na mesma?

    Responda
  30. Contadora Stefany Marcolino

    Olha, essa notícia me surpreendeu.. Será que dá pra ficar tonto comendo misto frio? kkkk

    Responda
  31. José Barbizan

    Por que tem álcool no pão?

    Responda
    1. Ricardo Knudsen

      A fermentação produz alcool e CO2. É o gás CO2 q faz a massa "crescer" e produz o miolo macio e poroso. O alcool, no entanto, é volátil, a quase totalidade deveria ir embora durante o cozimento do pão. Há portanto problemas nos processos de produção desses pães, pois o alcool q resta no pão deveria ser mínimo.

    2. Marcelo Ribeiro

      Como nas cervejas são feitos de trigo, cevada ou centeio, acrescentam fermento e conservantes, essa mistura produz álcool em menor ou maior quantidade dependendo da fermentação.

    3. MARIO TAKAHIRO NISHIDA

      "Oriundo do processo de fermentação e no uso de conservantes".

    4. DANIELA Krause

      na matéria está explicado.

  32. Luiz Bartolotti Bartolotti

    Quando sair para beber leve um pacote de pão de forma pela metade , se for parado na lei seca já sabe o que falar para as autoridades , só no Brasil , essa reportagem vai sair no fantástico ? O aumento das vendas de pão de forma no final de semana vai bombar , vai ter até flanelinha vendendo pão de forma na saída de bares e boates .

    Responda
    1. FERNANDO ANTONIO BASTOS E SILVA

      Mandou bem! kkkkkk

  33. João Batista de Junior

    Viu pensar melhor antes de comprar.

    Responda
  34. Ricardo Pereira

    Eu sempre desconfiei dessa marca Visconti, em razão de ela possuir prazos de validade nos seus pães muito maiores que as outras marcas. E ta aí, fica lá meses fermentando, no final é tão alcóolico quanto uma lata de cerveja. Que absurso com o consumidor, pode prejudicar a saúde de gente vunerável.

    Responda
    1. DANIELA Krause

      agora compro na padaria da esquina, que estraga fora da geladeira rapidinho. O que é bom, ao menos em relação a quantidade aditivos.

    2. DANIELA Krause

      qualquer dessas marcas tem prazos de validade longo comparado ao pão feito em casa. Minha filha fez uma experiência pedida pela escola e colocou uma fatia molhada desses pães em um saco plástico e uma outra fatia seca em outro saco. Era para comparar quantos dias demoram para criar fungos. A molhada demorou dez dias, e a seca não criou fungos. Depois disso fiquei com nojo de pão de forma industrializado. A quantidade de conservante e antifúngico deve ser imensa.

  35. Jorge Severo

    Será que os níveis detectados pelo bafômetro não estão um pouco exagerados? Comi 2 fatias de pão e sou duramente penalizado?

    Responda
  36. ANTÃ NIO CARLOS RIBAS

    A reportagem plantou mais dúvida que esclarecimento.

    Responda
  37. Lucas Fernando Amorim

    Pão e circo, em um só.

    Responda