Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. Luis Nunez

    "com o direito de se associar a algum aplicativo e dirigir seu veículo por 10 ou 16 horas, sem férias ou outras garantias".... errado, ele dirige quanto tempo quiser, não há obrigação de carga mínima!

    Responda
  2. Josue Oliveira

    N√£o tem v√≠nculo empregat√≠cio porque trabalha para v√°rias plataformas no mesmo dia. Outro dia pedi um Uber e chegou um carro com adesivo da 99. √Č como a faxineira que trabalha em diferentes casas. Quando entra na justi√ßa √© contra a mais rica.

    Responda
  3. Artur Neto

    √Č pois √© n√©, no futuro esses trabalhadores v√£o se aposentar pelo INSS e n√≥s vamos pagar. Assim como acontece com a desonera√ß√£o da folha de pagamento.

    Responda
    1. Marcos Benassi

      Arthur, prezado, há um problema inescapável no seu racioSímio: esse pessoal não está em folha de pagamento alguma. Ou contribui, ou necas. Ah, talvez o bpc da miséria, se tanto.

  4. Wagner Tavares de Goes

    O articulista confunde aut√īnomo com empreendedor para passar uma ideia negativa. J√° ouvi de v√°rios motoristas o desejo de continuarem aut√īnomos, trabalhando quando e por quantas horas quiserem. A jornada de 12 a 16 horas √© uma inven√ß√£o do articulista. Nenhum empregador exige isso. Salvo na China. Provavelmente o articulista n√£o conhece a legisla√ß√£o trabalhista brasileira, que obriga o empregador a pagar uma multa por dispensar um empregado do qual n√£o precisa ou porque ele √© ineficiente.

    Responda
    1. Marcos Benassi

      Wagner a Uber usa ambas as palavras, conforme lhes pareça mais adequado. O fato das jornadas de trabalho serem exaustivas, chegando a ultrapassar as 12hiras, é muitíssimo conhecido, basta perguntar a@s motoristas para ter uma noção. A Uber não *exige*, por óbvio, é a conjuntura da vida sobre a crosta terrestre que o faz: pagando uma merreca, qual a solução alternativa pro trabalhador?

  5. Ney Fernando

    Esses processos envolvem mat√©ria de fato (se houve fraude ou n√£o), que deve ser provada caso a caso. A Uber quer que o STF simplesmente desconsidere esse fato nos seus julgamentos, o que contraria o entendimento do pr√≥prio tribunal, coisa que os supremos infelizmente e indevidamente andam fazendo ao reformar as decis√Ķes da Justi√ßa do Trabalho nesses casos, e ainda xingam a JT porque ela julga de acordo com a prova sobre os fatos.

    Responda
  6. José Cardoso

    Acho que n√£o h√° realmente rela√ß√£o de trabalho. O motorista usa a plataforma como seria no passado uma central telef√īnica. Mas deveria ser proibido por outra raz√£o: s√≥ taxis s√£o autorizados a transportar passageiros. O Uber √© transporte pirata.

    Responda
    1. Josue Oliveira

      Também acho. Mas desde que me entendo por gente os taxis saganeiam o pobre passageiro passando por fora, o julgando pela aparência.

  7. Sebasti√£o Aluizio Solyno Sobrinho

    O problema do Uber é uma questão de soberania nacional. Como pode uma empresa estrangeira atuar no Brasil sem pagar um tostão de imposto, e fazer o que bem entende na relação com seus funcionários?

    Responda
    1. Josue Oliveira

      Antes de chegar ao Brasil, os deputados criaram uma muita de 5 mil Reais para as "lotadas" dos brasileiros. Vai entender o preconceito.

  8. PAULA FARIA

    N√£o existe nada de 'por sua conta e risco'. A obriga√ß√£o de pagar a previd√™ncia social como aut√īnomo remanesce. Quem vira Uber e ignora essa necessidade est√° sendo imprudente, para dizer o m√≠nimo.

    Responda
  9. Marcos Benassi

    Prezada Mariana, demorei anos pra usar a Uber, em função de sua autoritária relação com os motoristas. Ora, desde quando você contrata um intermediário e não sabe qual a porcentagem que ele cobrará pelo serviço? Podendo ser diferente em diferentes oportunidades? Depois de um tempo, cedo à realidade: não faço a menor diferença pra Uber, mas posso fazer pros motoristas da minha região, já que moro longe e sempre demando longos percursos por estrada, boas corridas. Então, tá, tampei o nariz.

    Responda