Comente*

* Apenas para assinantes

coment√°rios

Os comentários não representam a opinião do jornal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. neli faria

    Caraca, para rimar com barata!, só li essa preciosidade hoje!Barata:duas histórias que envolvem minha defunta mãe, então viva e na outra, já morta! Morava num sobrado, Vila Gumercindo.A cozinha fica no térreo, meu quarto em cima. Um dia, pela manhã, me vestindo e ir trabalhar para o bem da humanidade,com minha voz de meio soprano, solto um aiiiii, que certamente foi ouvido no local do Grito do Ipiranga. Ela, a mãe, subiu, mais rápida do que um corredor olímpico. O que foi? Eu:u u uma baraata...

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Adorei Neli

    2. neli faria

      ... nunca ouvi tantos palavr√Ķes.Acho que a defunta m√£e falou todos os palavr√Ķes que desejara falar em seus 70anos de vida.Faleceu,de ca no pulm√£o , no fim do ano! No ano seguinte,prestando concurso para juiz estadual,fui fazer a √ļltima:oral. Arguidores no palco, candidatos numa mesa ao lado, tipo camarote, audit√≥rio lotado.Era a segunda a ser arguida. Quem apareceu olhando para mim, balan√ßando as antenas,como a dizer:grite agora...a barata! Engoli o grito e fui mal na prova!

  2. Marenildes Pacheco da Silva

    √ď√≥√≥√≥ galdino, n√£o √© nada contra o g√™nero n√£o, ali√°s, √© contra sim, mas o g√™nero feminino, que √© quem educa o oposto. Tirando a viol√™ncia, eu at√© invejo a maneira pr√°tica que os homens resolvem coisas, que n√≥s mulheres transformamos em dramas.

    Responda
  3. fabio saraiva moura

    Del√≠cia de texto, queria que minha m√£e, 87 anos, estivesse hoje como a dona Norma, por√©m, infelizmente, est√° ficando "caduca" ( termo, √† √©poca da minha inf√Ęncia, tamb√©m us√°vamos) !

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Infelizmente, muitos velhos n√£o t√™m a mesma sa√ļde f√≠sica e mental de Norma. Mas, mesmo com sa√ļde, ela n√£o tem com quem conversar

  4. filipe moura lima

    Fiquei preocupado com a baratinha. Ainda bem que você não a matou.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Não matei Filipe, mas também não dormi a noite inteira

  5. Fabiana Menezes

    N√£o deixe nem uma barata tirar seu sono, Miriam. Pegue uma vassoura e acabe com o sofrimento in√ļtil, acorde o seu amado ( que vai dormir de novo) e passe a ele a miss√£o, ou entra na dan√ßa e coloca uma comida no ch√£o para a famigerada. Tem gente que reconhece o papel de quem veio antes de n√≥s e seres que ignoram, maltratam, ridicularizam pessoas idosas. Por√©m, tenho em mente aquela frase c√©lebre de Nelson Rodrigues que o censor aqui me impede de usar. O que fazer?

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Adorei Fabiana. Vou acordar o marido

  6. Sinésio Brito

    Seus textos sempre acolhedores.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Fico muito feliz Sinésio

  7. Walter de Souza Silva

    √Č isso: o que os idosos precisam √© de algu√©m que os ou√ßam. Largados √† indiferen√ßa dos mais jovens, sofrem duplamente -- pelo peso da idade avan√ßada e por se sentir um peso na vida dos familiares. Lament√°vel.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Muito triste

  8. Ronaldo Camargo

    Tive a sorte e a disposição de escutar as estórias de meu pai antes dele partir, diferentemente de meus irmãos. Acho que cada um escolhe seu caminho e faz a sua estória, o que não se pode é levar essa vida muito a sério, afinal ela é muito breve. Quero ir me desta como no poema do poeta Mexicano de Amado Nervo "En Paz".

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Em paz

  9. CAIO NASCIMENTO

    Que texto lindo e inspirador! Inclusive a leitura e a escrita me fazem sentir ampliando a brevidade da vida, tornando-a mais significativa.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Também acredito nisso, Caio

  10. márcia corrêa

    Eu lamento muito não ter tido maturidade antes, para aproveitar as histórias dos mais velhos. Quanta herança preciosa eu teria dos meus familiares! Mas vivi sem tempo ou interesse para escutá-los. E também, ao contrário de você, não teria conseguido dormir com a barata viva pela casa.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Márcia, eu também lamento muito não ter escutado as histórias dos meus pais

  11. André Jalles Monteiro

    Quando adolescente eu gostava muito de ficar ouvindo a conversa dos pescadores mais velhos, nas oportunidades que tinha de viajar para algumas praias calmas. Na d√©cada de 80 haviam v√°rias no Cear√°. Hoje tomadas por aglomera√ß√Ķes. Nos √ļltimos tempos tenho me interessado por conversar com mulheres 50+. Creio que a real felicidade est√° presente nessas pessoas. A serenidade da vida e os prazeres b√°sicos de ter uma boa sa√ļde.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      E a vontade de viver saboreando cada segundo da vida

  12. Hercilio Silva

    Ouço histórias dos mais velhos desde criança, já gostava. Sempre que posso ouço. E ficando mais velhos passamos a ter mais histórias pra contar.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Adoro

  13. Alexandre Marcos Pereira

    Certa vez, no canto mais sereno de uma casa antiga, vi uma uma senhora com os olhos que carregavam a sabedoria de quase um século. Seus dias eram preenchidos por rotinas silenciosas: a suavidade do sol atravessando as janelas, a sinfonia das folhas dançando ao vento e os ecos distantes de risos que outrora encheram os corredores de sua vida. Com sua mente afiada e corpo ainda ágil, sentia o peso da solidão como um manto invisível. Acariciava um velho álbum de fotografias, lembranças de tempos.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Que lindo Alexandre

  14. Cida Sepulveda

    O sofrimento integra a vida e pode ser uma passagem para o crescimento interior, n√£o h√° que lamentar o vivido, mas transform√°-lo em sabedoria.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Transformei em propósito da minha vida, Cida

  15. Marenildes Pacheco da Silva

    Bom também encontro felicidade observando pescadores, os pássaros, os cachorros, as ondas do mar, enfim quase tudo que me conecta a natureza, me traz paz e felicidade. Sou feliz porque aprendi a valorizar os momentos bons que todos temos e relembrá-los e revivê-los sempre na memória.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Que lindo Marenildes

  16. Marenildes Pacheco da Silva

    Ai migucha, fiquei cansada só de ler que você foi passear, mas teve que limpar a casa, como odeio serviços domésticos, prefiro ficar em casa a ter que trabalhar nos passeios, há quem diga que é terapia, eu acho uma escravidão, felicidade para mim é o ócio, sem culpa e sem tédio. Ainda mais que a maioria dos homens só quer tudo pronto na mão sem ajudar nas tarefas; precisamos, enquanto mães, preparar melhor o gênero masculino, pois faz muitas das vezes, o que lhe foi ensinado.

    Responda
    1. Galdino Formiga

      Coitados dos homens, sempre criticados.

    2. Amador Lima

      O homem n√£o Kafkiano, se levantaria da cama, daria uma chinelada na barata, e voltaria a dormir.

    3. Gabo Franca

      Haha, os homens nao prestam

  17. Luiz Paulo Barreto

    De fato ouvi do Cortela, mas era referência de um filósofo do século 16 ou 17.

    Responda
  18. Gabo Franca

    Os textos dessa influencer dizem basicamente o seguinte: eu sou uma pessoa maravilhosa, converso com velhinhos e etc. mas tenho que aguentar pessoas malvadas, "tóxicas" na minha vida. Quem aguenta tanta baboseira? Talvez lhe falte uma formação basica em psicanálise, que lhe mostraria que os problemas do mundo estão em cada um, e nao no Outro idealizado como malvado. Mas a estratégia é rasa, de tempos de internet: quer ser um exemplo pronto e acabado do "bem", para ganhar seguidores e fama.

    Responda
  19. Luiz Paulo Barreto

    Li de um fil√≥sofo: ¬ďA vida √© curta para ser pequena¬Ē. Tamb√©m gosto de conversar com mais velhos, mesmo que demonstrem estar bem ou mal, talvez eu busque justificativa para motivar ou consolar aos contadores de hist√≥ria ou a mim mesmo.

    Responda
    1. Marenildes Pacheco da Silva

      Ouvir a frase do Cortela e achei excepcional.

    2. Mirian Goldenberg

      Eu também

  20. Amarildo Caetano

    Prezada Miriam,com certeza temos que aproveitar cada momento da vida ,fazer o que gostamos sempre que possível. Aumentar a serotonina nos faz bem.

    Responda
    1. Mirian Goldenberg

      Verdade